Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL



Segunda-feira, 15.03.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 8/3/10 (acta fls. 6)

ANULAÇÃO DE CONCURSOS

Finalmente a resposta da presidente da câmara
aos insistentes pedidos de esclarecimento dos vereadores do PSD
(http://amar-abrantes.blogs.sapo.pt/143378.html)
 
Relativamente às questões levantadas pelo vereador Santana-Maia Leonardo nas reuniões realizadas em 01 de Fevereiro e 01 de Março, e para que não subsistam dúvidas, a Presidente da Câmara esclareceu o seguinte:
1. Em 08 de Fevereiro, apresentei os esclarecimentos devidos, conforme consta da respectiva acta;
2. A avençada em questão não concorreu a concurso aberto para a carreira de técnico superior, para se poder aferir em concreto as suas habilitações literárias. Por outro lado, o seu contrato com a Câmara não se fundamenta na posse de grau académico de licenciatura, que, aliás, não documenta. De qualquer modo, o nível habilitacional exigido para o concurso era o de licenciatura em comunicação social, admitindo-se nos termos do nº 2 do art.º 51º da Lei nº 12-A/2008 de 27/02, candidato que possuísse bacharelato em comunicação e formação profissional relevante de acordo com as competências definidas para o lugar a concurso. A lei actual permite efectivamente que se preveja na publicitação do procedimento “ a possibilidade de candidatura de quem, não sendo titular da habilitação exigida, considere dispor da formação e, ou, experiência profissionais necessárias e suficientes para a substituição daquela habilitação”. Certamente, se houvesse intenção de não afastar do concurso alguma pessoa, relevando-se, eventualmente, a experiência ou formações, teria o procedimento sido aberto com outra formulação;
3. É verdade que a Secretária da Sra. Vereadora da Cultura concorreu ao concurso. É falso que não tenha obtido classificação que lhe garantisse ficar num dos dois primeiros lugares, porque nem sequer houve conclusão do processo de avaliação de todos os métodos de selecção. Ou seja, o concurso foi anulado antes de haver classificação final tratada pelo júri;
4. A resposta à última questão já foi dada à saciedade. A ideia de que um técnico licenciado apenas pode exercer funções em determinada área funcional estigmatizada à partida e desde o início da formação, é uma ideia reducionista, limitadora da gestão de recursos humanos, desaproveitadora da formação complementar e experiência profissional, aliás contrariando os princípios de racionalidade de gestão e os instrumentos de mobilidade permitidos por lei.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Anónimo a 20.03.2010 às 17:36

Em suma:
a) Confirma-se que a referida funcionária concorreu;
b) Dado que as razões aduzidas existiam, todas elas, à data da abertura do concurso, não se percebe o porquê de, passado pouco tempo, proceder À sua anulação;
c) Quanto à "lei actual" (de 2008), é fácil atingir o seu escopo. Com ela, poderemos ter endireitas a exercer ortopedia.
d) Em suma, não foi dada qualquer explicação substantiva e cabal para que o concurso fosse anulado.
e) Parece que o método de tomar os outros por parvos chegou a Abrantes.
Esperemos que os vereadores eleitos pela oposição - que têm dado boa conta do recado - se oponham com firmeza a este modo de proceder.

De Rexistir a 21.03.2010 às 05:00

É óbvio que a resposta não é convincente mas, pelo menos, desta vez e depois de muitas insistências, acabou por responder até porque percebeu que, se não o fizesse, nós continuaríamos a insistir.
E a resposta não é convincente porque existe uma manifesta vontade de responder fugindo à pergunta.
Ao contrário do que diz a presidente, os candidatos já tinham realizado todas as provas, faltando apenas a entrevista, o que significa que se a secretária da vereadora estivesse nos dois primeiros lugares, a resposta a esta questão não tinha sido dada da forma que foi. Como é evidente.
Por outro lado, resulta claramente da resposta da senhora presidente que a avençada não dispunha nem dispõe de habilitações para concorrer a este concurso, porque, se tivesse, a presidente também não necessitava de perder tanto tempo a enrolar a resposta. Como é lógico.

Um abraço
Santana Maia

Comentar post



Perfil

3.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D