Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL



Quinta-feira, 26.02.09

UM EXECUTIVO FALIDO

por Gonçalo Oliveira

 

Num altura em que os efeitos da crise financeira já se fazem sentir na economia real, de uma forma avassaladora, superando largamento as expectativas mais negativas, as notícias de empresas que, em última alternativa, entregam pedidos de insolvência são constantes.
 
Em Abrantes também o executivo do PS, que lidera os destinos da Câmara Municipal há 16 anos, se encontra em pleno processo de insolvência… insolvência de ideias, bem entendido (ou melhor, esperemos que seja só de ideias). Aliás, uma falência total ao nível de uma visão da cidade e do concelho, que deve nortear qualquer câmara municipal. Uma câmara “falida” de ideias e projectos estruturantes, uma câmara que, por cada chamada de atenção ou proposta feita pelo PSD, corre a remediar o problema, sem substância e sem que exista um planeamento cuidado.
 
Sem Ofélia, sem novo Hotel, sem abrantinos no Aquapolis e na Cidade Desportiva, o PS resolveu agora, em fim de ciclo e quando se prepara para entregar a governação da autarquia ao PSD, ir buscar as propostas que este partido apresentou em 2005 para as anunciar como suas.
 
Quer a proposta de revitalização do centro histórico, quer a agenda cultural, apresentada recentemente com pompa e circunstâncias, são a cópia fiel das propostas que constavam do programa do PSD em 2005 e que sempre temos defendido. O problema é que o PS, se é useiro e vezeiro em apropriar-se das boas ideias do PSD, tem-se revelado completamente desastrado a pô-las em prática. É o que em regra sucede aos alunos cábulas… Copiar copiam bem, o pior, depois, é porem em prática o que copiaram…
 
E até os grandes projectos públicos levados a cabo pela autarquia nestes últimos 16 anos ficaram muito aquém das expectativas, mostrando-se incapazes de dinamizar a cidade e o concelho como seria legítimo esperar tendo em conta não só a brutalidade de dinheiro investido neles como os encargos que ficaram.
 
O PS é, hoje, um partido falido de ideias, de pessoas e de projectos. O PS é incapaz de gerar no seu seio qualquer ideia original: ou copia ou encomenda. Pensar é coisa a que é completamente avesso.
 

Falharam e, por isso, faliram.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Perfil

3.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D