Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL



Quarta-feira, 22.04.09

OS EXTRAS DAS AULAS EXTRACURRICULARES

por Dora Caldeira

 

A medida tomada pelo actual Ministério da Educação que assenta no princípio de «Escola a tempo inteiro» e que obriga os estabelecimentos do pré-escolar e do 1º ciclo a manterem-se abertos até às 17h30, a qualquer custo, tem vindo a manifestar-se uma verdadeira «desgraça» na forma como algumas autarquias a têm vindo a gerir.
 
A Câmara Municipal de Abrantes tem revelado enormes dificuldades em coordenar as aulas extracurriculares nos vários agrupamentos de escolas do concelho, com um agravamento manifesto na forma como as mesmas têm vindo a decorrer no presente ano lectivo.
 
A Câmara, recorde-se, contratou algumas empresas para assegurarem a tal «Escola a tempo inteiro», mas não revelou qualquer preocupação em saber se as mesmas reuniam qualidades e certificações para proporcionarem aos alunos verdadeiras aprendizagens e saberes. Afinal, a única preocupação que teve foi com o orçamento que cada uma apresentou (quanto mais baixo, melhor) e ocupar, de qualquer maneira, repito, de qualquer maneira, estas crianças.
 
Tem sido um rol de verdadeiras «trapalhadas» estas aulas, onde sobretudo os extras abundam. Com efeito, algumas das pessoas contratadas pelas empresas não tem qualquer formação pedagógica, nem qualquer conhecimento do currículo e da disciplina que têm que leccionar. Ou seja, podem ser professores dos nossos alunos qualquer um que apareça a dizer que está disponível para passar um tempo com as crianças.
 
Mas não ficamos por aqui. Como se isto não bastasse, estes «supostos» professores (que me perdoem os ditos, uma vez que não lhes foi exigido qualquer pré-requisito para executar este trabalho) ainda têm problemas com os vencimentos. Alguns dos «professores» ao serviço da Empresa Ludico-Ideias, após alguns meses sem receberem, resolveram mesmo, como forma de protesto, ou fazer greve às aulas ou proporcionar aos alunos umas aulas livres.
 
Nestas aulas, os alunos fazem o que querem, incluindo os disparates que gostam de fazer. Eu atrever-me-ia a chamar-lhes de aulas anárquicas e algumas tiveram tão maus resultados que alguns alunos chegaram a estar em situações perigosas e outros até se magoaram, pois não havia regras, nem controle.
 
Face a esta situação, muitos foram os protestos dos professores titulares de turma que se viram na obrigação de confrontar a Câmara Municipal de Abrantes. Esta respondeu que sempre tem feito os pagamentos à empresa que, por sua vez, diz que não tem vindo a receber e daí o facto de não pagar aos seus contratados.
 
Esta guerrilha, sinceramente, é o que menos interessa aos pais, professores e alunos, a quem a escola a tempo inteiro pouco tem desenvolvido das competências previstas para as aulas extracurriculares.
 
Aulas a qualquer custo não, obrigado!

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

De Ricardo a 05.05.2009 às 20:33

Boa noite. Concordo com tudo o que disse mas atenção, a tal "guerrilha" devia interessar a todos porque toda a gente gosta de receber o seu a tempo e horas. Existem gastos que não se resolvem só com o gosto de dar aulas....
Quanto, a alguns, pais, só se importam com o facto de os meninos estarem na escola até às 17h30...
Dou Extra Curriculares pelo 3º ano consecutivo e tive que tomar a opção de abandonar, visto não receber à DOIS meses... e ver pessoas sem habilitação nenhuma a dar as ditas "aulas" (algumas com 11º e 12º anos)... é triste quando o dinheiro se sobrepõe a qualidade... enfim...

Cumprimentos

De Rexistir a 07.05.2009 às 17:08

Colega Ricardo,

Quero manifestar a minha concordância com o que escreveu e demonstrar a minha tristeza que, pela má gestão dos recursos por parte da Câmara Municipal e das Empresas que esta contrata, profissionais do ensino como o Ricardo é tenham de abandonar o ensino das aulas extra-curriculares.

Deixemos a «guerrilha» para quem montou este cenário, quanto a nós dediquemo-nos à «luta» pelos interesses das nossos alunos .

Boa sorte, colega! Infelizmente com a forma como se colocam professores actualmente, tudo depende do factor SORTE, porque do factor C, nem me atrevo a falar muito.

Dora Caldeira

De Marina a 07.05.2009 às 10:01

Esta banalização do Ensino deixa-me triste e revoltada…”Qualquer um” já pode ser professor, ter uma turma e dar aulas! Eu, licenciada em Professores do 1º Ciclo do Ensino Básico, segundo as leis do Ministério da Educação não possuo habilitações suficientes para leccionar estas Actividades de Enriquecimento Curricular (Actividades Físicas e Desportivas, Música e Inglês) então como é possível, pessoas com o 12º ano ou licenciadas noutras áreas (fora do ensino) podem estar a fazê-lo?! Será que possuem estas habilitações que eu, Professora, não possuo?! Enfim…acho que qualquer Professor, sendo Professor, compreende a minha revolta…

Comentar post



Perfil

3.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Abril 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D