Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL



Domingo, 17.05.09

O COMÉRCIO LOCAL

 

O “comércio local tradicional” deve ser encarado, pela autarquia, como o principal factor de dinamização dos centros urbanos. Até porque o “comércio local tradicional” tem uma importante função social, na medida em que muitos idosos e pessoas com dificuldades temporárias nele encontram resposta para as suas necessidades de convívio, contacto e mesmo económicas.
 
Esta candidatura defende um “comércio local tradicional” de excelência, que sirva de apoio à afirmação da marca “Abrantes” e que promova os produtos e tradições locais. Acreditamos que a afirmação do concelho depende deste sector, que tem a responsabilidade de receber, em primeira-mão, quem cá está e quem nos visita e, como tal, deve traduzir essa responsabilidade num atendimento personalizado e de qualidade.
 
Nesse sentido, propomos:
         -        promover a «marca Abrantes» a nível nacional, dando-lhe uma identidade própria, capaz de unir a nossa história, o rio, a barragem, os nossos monumentos, a nossa gastronomia, a nossa cultura e as nossas tradições e, consequentemente, ser capaz de se transformar num pólo aglutinador da região centro, atraindo ao concelho gente da região, do país e do mundo;
         -        desenvolver, desde já, os estudos técnicos necessários, no sentido de reformular toda a rede viária e de estacionamento da cidade e dos centros urbanos;
         -        promover iniciativas destinadas à criação de condições para a utilização das verbas previstas ao abrigo do Sistema de Incentivos a Projectos de Modernização do Comércio (MODCOM);
         -        delimitar os espaços de comércio local, para evitar a dispersão dos mesmos; reconsiderar o aumento e localização do número de grandes/médias superfícies existentes no concelho;
         -        dinamizar a zona do castelo, do centro histórico e a zona ribeirinha; reunir trimestralmente com os comerciantes de cada freguesia do concelho;
         -        transformar o concelho de Abrantes no concelho de referência da zona centro, em qualidade de serviço e de atendimento, em limpeza e asseio, em beleza e em segurança, através de programas de apoio e incentivo aos bons comportamentos e de desincentivo dos maus.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Perfil

3.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D