Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

15 Out, 2021

Liberdade sem medo

“Liberdade Sem Medo” de A.S. Neil foi um dos livros que mais me marcou. O livro é baseado na sua experiência como director da escola de “Summerhill”, que foi a grande referência das pedagogias não directivas. No entanto, como A.S. Neil, escreve no seu livro, a educação para a Liberdade é muito exigente, sobretudo, para os professores, uma vez que a Liberdade é delimitada pelo (...)
Amartya Sen, vencedor do prémio Nobel da Economia, no seu livro "A Ideia de Justiça", através da parábola das "Três crianças e uma flauta", ajuda-nos a perceber como é possível coexistirem diferentes soluções justas para o mesmo problema que, inclusivamente, rivalizam entre si, sem que se possa colocar em causa a imparcialidade de quem as defende. Imagine o leitor que existem três crianças, o José, o Manuel e o António que querem a mesma flauta e que caberá ao leitor a decisão. Segundo o José, deveria ser ele a ficar com a flauta porque é o único que sabe tocar flauta. Sem ouvir os outros dois, parece, logo à partida, ser esta solução mais justa.
A argumentação dos juízes do Tribunal Constitucional para se oporem à deslocalização do Tribunal Constitucional para Coimbra tem, pelo menos, o mérito de não ser hipócrita. Portugal é Lisboa. Ponto final. Pelo que a transferência do Tribunal Constitucional para um terreno baldio onde apenas vive gente de terceira categoria e desqualificada, caso contrário residia e (...)
02 Out, 2021

As bufas

No tempo da outra senhora, sempre disse o que me apeteceu e nunca fui perseguido pela PIDE e agora, se disser o que penso, sou perseguido". Já, por diversas vezes, ouvi este argumento com que se pretende demonstrar que hoje existe menos liberdade de expressão do que antes do 25 de Abril. E, de certa forma, o argumento tem fundamento, uma vez que Salazar nunca perseguiu aqueles cujas opiniões eram (...)