Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL



Quarta-feira, 19.05.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 17/5/10 (extracto I)

O FIM DO PROJECTO OFÉLIA

Declaração dos vereadores do PSD

 

Foi com tristeza e apreensão que tomámos conhecimento, através do Diário de Notícias, numa pequena notícia interior e com pouco destaque, do atestado de óbito ao chamado projecto Ofélia passado pela senhora presidente da câmara, na medida em que aí reconhece que o mesmo já não se irá realizar. Atestado de óbito é, obviamente, uma força de expressão, porque, para morrer, é necessário, antes de mais, ter nascido, o que, neste caso, nunca chegou a acontecer.

 

Nada, aliás, que já não se desconfiasse, mesmo que, no último balanço, efectuado pela senhora presidente, a mesma ainda manifestasse alguma esperança, ainda que o prazo de levantamento do respectivo alvará já tivesse caducado.

 

É evidente que a Autarquia não tem o dever de criar ela própria postos de trabalho nos diversos sectores, mas, antes, o de propiciar as condições para que surjam os investimentos promotores desses mesmos postos de trabalho.

 

Mas, a partir do momento em que a Autarquia tomou este investimento como bandeira política, à semelhança do que tem feito com tantos outros investimentos privados, apresentando-o com pompa e circunstância em sede de Assembleia Municipal e divulgando-o na imprensa regional, reivindicando a paternidade (paternidade afectiva, bem entendido), ficou umbilicalmente ligada a ele, para o bem e para o mal. Quem quer receber os louros políticos pelo sucesso dos investimentos privados, também tem de dar a cara pelo seu fracasso.

 

E como tal, os munícipes mereciam uma explicação, em primeira mão e com o mesmo destaque, das causas e verdadeiras razões que conduziram à não realização deste tão badalado e exaltado investimento e não apenas uma pequena notícia de rodapé num jornal nacional.

 

É que acabámos de ver desaparecer, sem mais, nem menos, a esperança dos prometidos e garantidos 500 postos de trabalho qualificados, para além de tudo o mais: o investimento físico em si e todas as mais valias decorrentes da sua implementação.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Artur Lalanda a 19.05.2010 às 17:07

Não interessa agitar muito as águas da "negociata" Ofélia Club, cozinhada pela Remax e o ex-presidente da Câmara e seus mandatários, não vá o homem das barbas esclarecer as circunstâncias em que a venda do terreno lhe foi apresentada, já consumada.

Comentar post



Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D