Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE JORNALISTA

Declaração de voto (CONTRA) dos vereadores do PSD

 

Os vereadores do PSD votam contra, porque consideram absolutamente inadmissível que a Câmara se proponha contratar agora para serviço de jornalismo F... quando ainda recentemente anulou o concurso de Comunicação Social com o argumento de que não eram necessários mais técnicos para aquele serviço.

 

Aliás, a natureza desta proposta só vem demonstrar que nós tínhamos absoluta razão quando questionámos a senhor presidente sobre os verdadeiros motivos da anulação do concurso de Comunicação Social.

 

Com efeito, está plasmado nesta proposta e à vista de toda a gente o que verdadeiramente esteve por detrás da anulação do referido concurso.

 

Na verdade, se a F... é jornalista e tem a licenciatura adequada para o exercício de tais funções, por que razão não se contemplou uma vaga aquando da última reformulação do Mapa de Pessoal?

 

E se tem a licenciatura adequada por que não se candidatou ao concurso de Comunicação Social?

 

Não retirando, nem pondo em causa, os méritos de F..., a verdade é que, na administração publica, não se pode privilegiar a pessoa A ou B.

 

Deve existir isenção e dar-se igualdade de oportunidades a todos os cidadãos, nomeadamente aos jovens licenciados que são uma das franjas da população com maior nível de desemprego e mais dificuldades de inserção na vida activa dentro deste concelho.

 

Até porque nada nos garante que não existam outros profissionais mais competentes do que a F..., sendo precisamente para acautelar essa eventualidade que existem os concursos públicos.

 

No entanto, é manifesto, como, de resto, temos vindo a denunciar, que, desde que a actual presidente tomou posse, o recrutamento de pessoal tem sido feito e direccionado para pessoas determinadas e feito à medida de muitas conveniências.

 

Com este tipo de actuação, não se está a defender uma política de justiça e de equidade social, o que certamente não escapará aos olhos atentos dos nossos munícipes e, em especial, dos jovens e suas famílias.

 

Por outro lado, esta é também a melhor prova da necessidade de se proceder à reestruturação do Mapa de Pessoal e do Regulamento de Organização dos Serviços Municipais, sua Estrutura e Competências.

 

Contra factos não há argumentos.