Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança 

 

Se fosse eu que mandasse, Carlos Queirós não seria o nosso seleccionador, mas também não posso aceitar a forma pouco séria como o querem despedir.

 

E tendo em conta o alegado fundamento do processo disciplinar, não posso deixar de trazer à colação a defesa do saudoso Ramada Curto de um seu cliente acusado de ter chamado “filho da puta” ao ofendido.

 

Nas suas alegações, Ramada Curto começou por chamar a atenção do juiz para o facto de, muitas vezes, se utilizar essa expressão em termos elogiosos (“Aquele filho da puta é o melhor de todos”) ou carinhosos (“Dá cá um abraço, meu grande filho da puta!”), tendo concluído as suas alegações da seguinte forma: «E até aposto que, neste momento, V.Ex.ª está a pensar o seguinte: “olhem lá do que este filho da puta não se havia de lembrar só para safar o seu cliente!...”».

 

Chegada a hora de sentença, o juiz vira-se para o réu e diz: «o senhor vai absolvido mas bem pode agradecer ao filho da puta do seu advogado».

 

Enfim, apesar de já ter falecido há muitos anos, penso, no entanto, que o melhor advogado de Carlos Queirós ainda continua a ser o saudoso Ramada Curto.

4 comentários

Comentar post