Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Abrançalha de Cima - Proibição de estacionamento

Período de intervenção aberto ao público

Presente ISABEL ANTÓNIO, residente em Abrançalha de Cima, para saber se já era possível obter resposta às questões que colocaram na reunião anterior, sobre a proibição de estacionar naquela localidade.

.

Começou por questionar que tipo de análise lógica e objetiva foi feita por parte da Câmara para a colocação de sinalização de proibição de estacionar naquela parte da localidade, assim como qual a posição da Câmara para a remoção da mesma, tendo em conta que já foram entregues dois abaixo-assinados, já estiveram duas vezes presentes na reunião e que está bastante claro a posição dos moradores sobre este assunto.

.

Referiu que tem sido caricata a atuação da Câmara, pelo facto de constantemente estar a colocar e a retirar os sinais e questionou se a Senhora Presidente da Câmara ou os senhores vereadores estão a ser alvo de alguma coação, porque só assim consegue perceber a relação privilegiada que está a existir entre um morador e a Câmara, em prejuízo dos interesses dos restantes moradores.

.

A PRESIDENTE DA CÂMARA começou por referir que existe um problema que está perfeitamente identificado e que todo o trabalho técnico, que está a ser feito por parte do serviço de trânsito da Divisão de Serviços Urbanos da Câmara, tem vindo a ser acompanhado pela GNR, que inclusivamente já entregou um relatório, o qual faz parte da matéria que hoje está presente para discussão, pelo que de momento não iria dizer mais nada, uma vez que não pode antecipar a deliberação da Câmara sobre este assunto.

.

A munícipe ISABEL ANTÓNIO voltou a usar da palavra, para dizer que apenas existe uma queixa de um morador contra o estacionamento do camião, no entanto os restantes moradores já disseram por mais do que uma vez, que o facto de o camião estar estacionado naquele local, não provoca qualquer ruído extra, além do manuseamento do mesmo não ter provocado até à data qualquer acidente. Referiu que não entende porque é que a Câmara insiste em dará seguimento à queixa de um morador prejudicando os restantes moradores.

.

A PRESIDENTE DA CÂMARA voltou a frisar que não é a Câmara e repetiu que existe um relatório da GNR que atesta o diferendo existente e que coloca condições para que haja segurança, nomeadamente para os utilizadores daquela via.

.

Falou também MARIA IRENE ANTÓNIO, alegando irregularidades na construção da casa do queixoso.

.

A PRESIDENTE DA CÂMARA explicou que esse é um assunto que não estava em discussão.

.

O munícipe JOSÉ BATISTA CORDA, igualmente morador em Abrançalha de Cima, interveio para contestar a colocação do traço amarelo, no sentido sul/norte, porquanto tem uma horta naquele local e não pode estacionar o seu veículo quando necessita de aceder à mesma.

.

Ver Secção II do DOSSIÊ IX: Zona Centro

Ver DOSSIÊ: As Nossas Propostas

Biblioteca de Alferrarede

Pedido de esclarecimento dos vereadores eleitos pelo PSD

O vereador ANTÓNIO BELÉM COELHO disse conhecer bem o espólio da Biblioteca de Alferrarede e que o mesmo não está acondicionado nas melhores condições, pelo facto do edifício apesar de ser relativamente novo, se encontrar com infiltrações, pelo que questionou se o referido espólio também vai ser transferido para o centro escolar de Alferrarede.

.

A PRESIDENTE DA CÂMARA disse que o espólio já está praticamente todo catalogado e prestes a ser mudado para a biblioteca do centro escolar.

.

Ver Secção II do DOSSIÊ IX: Zona Centro

RPP SOLAR

Informação da presidente da câmara

.

A Presidente da Câmara informou que, relativamente à RPP, a Câmara tem acompanhado com proximidade a resposta efetiva às condicionantes colocadas no licenciamento de unidade industrial, na eminência de declaração de caducidade. O prazo conferido à RPP terminou em 18/01/2012. Em 17/01/2012 foi rececionado ofício do promotor acompanhado de documento emitido pela entidade bancária. Foi solicitado aos serviços jurídicos para analisarem a questão, inclusive com intervenção de Consultor Jurídico externo.

.

Ver DOSSIÊ VI: RPP Solar