Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

0 SM 1.jpg

Recentemente fui apanhado de surpresa com uma recriminação pública, a propósito do meu artigo de opinião "O Jipe Sagrado", tendo sido acusado, designadamente de ser incoerente por ter considerado insignificantes os crimes de furto qualificado, roubo agravado, sequestro e agressão de algumas das vítimas, quando, em Janeiro de 2010, dei uma conferência de imprensa a dizer precisamente o contrário, ou seja, que esses crimes eram graves, tendo, inclusive, falado de “um clima de terror” que se vivia em Abrantes.

Tudo isto vem a propósito do primeiro parágrafo do meu artigo que passo a transcrever: «Como foi amplamente noticiado, o Tribunal de Abrantes condenou, no passado dia 6 de Fevereiro, um jovem de 19 anos a 11 anos de prisão, pela prática de dezenas de crimes insignificantes (furto qualificado, roubo agravado, sequestro e agressão de algumas das vítimas, quer na sua própria residência quer na via pública) e um crime gravíssimo: o roubo do jipe da senhora presidente da câmara.»

Pensava eu que qualquer pessoa que soubesse ler perceberia, de imediato, que este parágrafo estava escrito em tom irónico. A ironia é, aliás, uma das figuras de estilo mais utilizada pelos portugueses, mesmo por quem nunca frequentou a escola, e consiste, precisamente, em dizer o contrário daquilo que se pensa, gozando com uma situação, com a intenção de provocar o leitor.

Ora, como salta aos olhos de um cego, a minha intenção não é classificar de gravíssimo o furto de jipe da senhora presidente e de insignificantes os outros crimes.

Muito pelo contrário. O que eu pretendi denunciar, ao usar a ironia, foi precisamente o facto de, durante anos, as forças policiais, a autarquia e o tribunal se terem mostrado absolutamente indiferentes perante o rasto de crimes gravíssimos que os jovens delinquentes iam deixando atrás de si (furto qualificado, roubo agravado, sequestro e agressão de algumas das vítimas, quer na sua própria residência quer na via pública) e só se terem mexido quando foi furtado o jipe da senhora presidente da câmara.

Para o caso de alguém mais não ter percebido, aqui fica a tradução.

Santana-Maia Leonardo - Nova Aliança Abril de 2012