Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL



Terça-feira, 21.08.12

REUNIÃO DA CÂMARA DE 20/8/12 (IV)

PARQUE RADICAL - ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Pedido de esclarecimento dos vereadores eleitos pelo PSD

. 

Na reunião da câmara de 20 de Fevereiro de 2012, os vereadores eleitos pelo PSD trouxeram aqui uma proposta para que a Câmara diligenciasse no sentido de evitar que a iluminação pública estivesse acesa durante o dia, como acontecia com o Parque Radical, até para que a factura a pagar pelos munícipes não fosse tão elevada.

.

Como a situação ainda se mantinha em 16 de Julho do corrente ano, solicitámos, na reunião desse dia, que a senhora presidente nos esclarecesse «a que se deve ou a quem se deve este continuado desperdício de energia eléctrica para que se lhe possa apresentar a respectiva factura».

.

No passado dia 1 de Agosto, foi-nos enviada uma carta pelo munícipe Artur Lalanda em que, depois de nos dar conta das suas iniciativas, durante dois anos, junto da Câmara Municipal de Abrantes para que a iluminação pública do Parque Radical não continuasse acesa durante o dia (designadamente, através de mails e cartas) e de  expressar a sua indignação pelo facto de a Câmara, durante todo este tempo, não tomar as providência necessárias, diz o seguinte:

.

«Ontem à tarde, as lâmpadas do Parque Radical já não acenderam de dia e sabe a srª presidente porquê?  Procurei o electricista municipal, que por acaso se encontrava de férias e pedi-lhe o favor de remediar o assunto, ao que acedeu prontamente.

.

Nem por ser tão fácil, a solução esteve ao alcance de muitos a quem ajudo a pagar o vencimento. A imagem de cada um, é o somatório de muitos pequenos nadas. Eu tinha vergonha!»

.

Custa-nos a crer que isto seja efectivamente verdade, porque, a ser assim, é mesmo motivo para morrer vergonha.

.

Com efeito, num tempo em que o Estado e as Câmaras esmifram o contribuinte até ao tutano, exigia-se que as entidades públicas tivessem, ao menos, algum cuidado para evitar o desperdício e esbanjamento dos recursos de todos nós.

.

Ora, é inadmissível que, depois de todas as nossas intervenções nas reuniões da câmara sobre este assunto e das diligências, durante dois anos, do munícipe Artur Lalanda junto da Câmara Municipal, a iluminação pública do Parque Radical continuasse acesa durante o dia quando, afinal e pelos vistos, bastava a senhora presidente ter pedido ao electricista da Câmara para resolver o assunto.

.

Pelo exposto, os vereadores do PSD vinham requerer que fosse solicitado ao electricista da Câmara Municipal de Abrantes a informação se o problema do desperdício de energia do Parque Radical foi resolvido na sequência do pedido que lhe foi feito directamente pelo munícipe Artur Lalanda.

.

Porque, caso tenha sido e ficando demonstrada a extrema simplicidade do procedimento para a resolução de um desperdício de energia manifesto, somos da opinião de que, por gritante negligência, caberia à senhora presidente, a título pessoal, assegurar o pagamento do montante inutilmente gasto em energia eléctrica desde o momento em que o assunto foi denunciado por nós na reunião da câmara de 20/2/2012 até ao dia 1/8/2012, data em que o electricista resolveu o problema a pedido do munícipe Artur Lalanda.

.

Ver Secção IV do DOSSIÊ IX: Diversos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 21.08.12

REUNIÃO DA CÂMARA DE 20/8/12 (III)

TUDO COMO DANTES, QUARTEL-GENERAL EM ABRANTES

Proposta dos vereadores eleitos pelo PSD

. 

Proposta de Deliberação dos Vereadores eleitos pelo PSD, Santana-Maia Leonardo e António Belém Coelho, com o título “Tudo Como Dantes, Quartel-General em Abrantes”, propondo designadamente, o seguinte:

.

"A Câmara deverá transformar no principal desígnio do município a transferência para a região de Abrantes, por fases e na próxima década, do Hospital Militar, do Estado-Maior do Exército, do Ministério da Defesa e de todas as companhias militares situadas na região de Lisboa, envolvendo neste projecto as instituições, os órgãos de comunicação social, as forças vivas e os municípios da região, designadamente: Constância, Entroncamento, Chamusca, Sardoal, Ponte de Sor, Avis, Alter, Fronteira, Gavião e Nisa".

.

---------------------------------

Deliberação: A proposta foi aprovada, por unanimidade, como recomendação.

---------------------------------

  

Ver Secção IV do DOSSIÊ IX: Diversos

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D