Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL



Terça-feira, 13.01.15

O fanatismo

Rui Tavares - Público de 12-11-2015

Em 1741, o ainda jovem Voltaire fez representar pela primeira vez a sua tragédia Maomé, ou o Fanatismo, cujo protagonista é um profeta impostor e cruel. Os censores católicos ficaram agradavelmente surpreendidos — o autor era um já notório provocador e parecia agora regressar à boa fé cristã com um ataque aos infiéis — e deixaram passar a peça. Até ao dia em que algum bispo foi ver a peça e se deu conta de Voltaire estava a falar da religião em geral, e dos católicos em particular (era verdade, como admitiu depois). Dá-se uma reviravolta, a peça é proibida e Voltaire, que já tinha sido preso uma vez e detestado a experiência, pôs-se ao fresco.

A ironia é tramada para os censores. Na Arábia Saudita, há uma espécie de Inquisição muçulmana chamada a Comissão para a Promoção da Virtude e Repressão do Vício. Farto de ser perseguido e censurado, um blogger chamado Raif Badawi resolveu escrever simplesmente algo como "estamos gratos à Comissão para a Promoção da Virtude e Repressão do Vício por promover a virtude e reprimir o vício". Os censores sauditas ouviram por detrás daquela ostensiva não-crítica o riso escarninho do jovem blogger e condenaram-no a cinquenta chicotadas todas as semanas, durante vinte semanas. (...)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D