Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.." (Aristóteles)

COLUNA VERTICAL

"A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.." (Aristóteles)

mark.jpg

Há por aí muita gente indignada pelo facto de os governantes e políticos dos países pobres do Sul da Europa andarem de carro e os governantes dos países ricos do Norte da Europa andarem de bicicleta mas isso tem uma explicação óbvia.

É a chamada Europa a Duas Velocidades.

Com efeito, como os países pobres do sul da Europa estão muito atrasados em relação aos países ricos do Norte da Europa, os nossos políticos são obrigados, por dever de ofício, a andar em carros topo gama, com motorista e prego na chapa, caso contrário nunca mais apanhamos os países os ricos.

E é, precisamente por essa razão, que os nossos políticos necessitam de estar constantemente a mudar para carros cada vez melhores e mais potentes e de ter muitos motoristas para poderem ir rodando, tipo 24 horas de Le Mans.

No fundo, tudo isto é feito para nosso bem e para que o nosso país se possa aproximar do nível de vida dos países onde os políticos vão tranquilamente de bicicleta para o emprego e não precisam de motoristas.

E, verdade se diga, só ainda não conseguimos apanhar os países ricos do Norte da Europa porque os nossos políticos, com a sua enorme boa vontade de os alcançar, às vezes, carregam demasiado no acelerador nas curvas e mandam o país pela ravina abaixo, o que já aconteceu por diversas vezes.

Santana-Maia Leonardo

03 Abr, 2020

Le Che du Barça

img_ssole_20200330-225513_imagenes_md_terceros_le-Esta foi a capa de 31 de Março do maior jornal desportivo europeu que destaca o papel de liderança de Messi no Barça, ao anunciar não só a aceitação do plantel de baixar o salário em 70% como ainda de entregar ao clube 2% do seu salário para garantir que todos os empregados do clube possam receber o seu salário por inteiro, enquanto durar a pandemia.

Messi, apesar de não gostar de dar entrevistas, de falar pouco, de primar pela discrição e de preferir levar uma vida familiar discreta, é o verdadeiro líder do Barça que todos respeitam e veneram, desde o funcionário ou sócio mais humilde ao presidente.

Para se ser um verdadeiro líder, ao contrário da ideia fabricada em Portugal, designadamente nas autarquias portuguesas, não é necessário nem falar muito alto, nem muitas vezes, nem ter tiques de ditador, nem ser arrogante ou prepotente. Os verdadeiros líderes afirmam-se pelo exemplo e pelo respeito que inspiram naturalmente naqueles que o rodeiam.

1.jpg

Nota: a foto é do jornal El País de 26-3-2020 e o texto é um extracto do artigo de opinião de AMILIBIA publicado no jornal La Razón de 24-3-2020:

"(...) Cada vez que aparece o programa «Alô Presidente» para nos contar em 70 minutos que o «pior está para chegar», que temos de lavar muito as mãos e que se aproximam dias muito duros, duríssimos, lembro-me da história daquele padre de paróquia que, do púlpito, explicava com veemência e voz trémula os terríveis padecimentos que esperavam os pecadores no inferno: o fogo eterno, os corpos atravessados com ferros em brasa, etc.

Até que um dos fiéis se levantou e disse-lhe: «Padre, se temos que ir para o inferno, então que vamos, mas não nos assuste.»

É prescisamente isso. Se temos de morrer, que morramos, mas deixem-nos fumar em paz o cigarrito antes do pelotão de fusilamento, gritei para o televisor." (...) 

Pág. 4/4