Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

MENTIR NÃO É O MELHOR REMÉDIO 

Declaração dos vereadores do PSD 

 

Ainda todos estamos recordados da forma extremamente deselegante como a senhora presidente reagiu à intervenção de Dora Caldeira, na última Assembleia Municipal, a propósito da situação escandalosa do munícipe Luís F…, tendo afirmado que o senhor estava internado em Lisboa desde 12 de Julho, data em que foi operado, e que as despesas dos transportes eram suportadas pelos serviços de saúde.

 

Quer Dora Caldeira, quer os vereadores e os deputados municipais do PSD, sabiam que isso não era verdade, mas sempre acreditaram que a senhora presidente estivesse convencida de que fosse verdade e, por isso, o afirmasse com tanta convicção.

 

Existe, como todos sabemos, uma grande diferença entre «não falar verdade» e «Mentir».

 

Com efeito, a mentira pressupõe que a declaração seja feita por alguém que acredita ou suspeita que ela seja falsa, na expectativa de que os ouvintes possam acreditar nela, enquanto "não falar verdade" pressupõe que a declaração é feita por alguém que acredita que ela seja verdadeira.

 

E porque acreditávamos que a senhora presidente tivesse faltado à verdade estando convencida de que falava verdade, apresentámos aqui um pedido de desculpas público a Dora Caldeira, na reunião do passado dia 4 de Outubro, com vista a permitir reparar o erro e repor a verdade.

 

Acontece que, na reunião de 4 de Outubro, a senhora presidente não só reafirmou o que dissera na Assembleia Municipal como a senhora vereadora Celeste Simão veio em seu socorro, afirmando o seguinte, com base numa informação de uma técnica da Câmara que expressamente se deslocara nessa manhã, a seu pedido, a casa do senhor Luís F… para confirmar a sua situação, conforme consta de fls.5 e 6 da acta desse dia que transcrevemos:

 

«A vereadora Celeste Simão disse que sobre este processo, ou existem informações muito contraditórias, ou não se está a falar da mesma situação, ou então não se entende onde os vereadores querem chegar com este assunto. Referiu que a informação prestada pela presidente da câmara municipal na Assembleia Municipal foi de todo correcta e que, posteriormente, foi feita já uma visita domiciliária para o confirmar. O munícipe em questão foi efectivamente sujeito a uma intervenção cirúrgica no dia 12 de Julho, já teve alta hospitalar e está a ser acompanhado pelos serviços de saúde, um dos parceiros da Rede Social, que também suportam as despesas com as viagens.»

 

Ora, das duas uma: ou era a técnica que mentia, o que nos parecia estranho; ou eram a senhora presidente e a senhora vereadora que mentiam, o que nos parecia grave.

 

Por essa razão, exigimos consultar o processo de Luís F…, o que fizemos no passado dia 25 de Outubro.

 

E do referido processo pode ler-se o seguinte (o sublinhado é nosso):

 

«Em 12/7/2010, o senhor Luís foi operado e teve alta no mesmo dia porque a intervenção cirúrgica foi não evasiva e não carecia de ficar internado.

 

Em 4/10/2010, a técnica fez visita domiciliária a pedido da senhora vereadora Celeste Simão relativo à situação actual do senhor Luís, tendo informado a senhora vereadora por informação escrita:

 

        - que o senhor Luís foi submetido a uma intervenção cirúrgica no Hospital de Santa Maria no dia 12/7/2010, tendo tido alta hospitalar e regressado ao domicílio nesse mesmo dia;      

   

        - até à presente data, relativamente aos transportes, a situação mantém-se inalterável. Ou seja, continua a ser a sua mãe a suportar as despesas com os transportes.»

 

Como se vê, não existe qualquer informação contraditória.

 

Com efeito, aquilo que os vereadores do PSD, a deputada municipal Manuela Ruivo e Dora Caldeira afirmaram condiz totalmente (I) com o que disse a técnica que efectuou a visita domiciliária no dia 4 de Outubro a pedido da senhora vereadora Celeste Simão, (II) com o que consta do processo do senhor Luís F… e (III) com o que este disse na entrevista do passado dia 8 de Outubro ao Nova Aliança que juntamos como DOC.1.

 

Agora o que daqui resulta, sem qualquer sombra de dúvida, é que a senhora presidente e a senhora vereadora mentiram aos vereadores e ao público presente na reunião pública da câmara do passado dia 4 de Outubro e que a senhora presidente mentiu na Assembleia Municipal do passado dia 27 de Setembro.

 

Nós sabemos que a senhora presidente entrou para o Partido Socialista num momento em que a grande referência moral do partido era o engenheiro José Sócrates, o que, quanto aspecto, não é um exemplo a seguir.

 

Para nós, no entanto, continuamos a achar e a defender aquilo que os nossos pais nos ensinaram: que é feio mentir.

 

Além disso, o problema de quem mente é deixar de ter crédito quando fala, sendo certo que a credibilidade é um valor essencial e que deve ser preservado por quem quer andar na vida pública.

 

E quem mente por tão pouco não pode esperar ter grande crédito...

 

Gostaríamos que a senhora presidente e a senhora vereadora entendessem esta nossa declaração como um conselho de quem gosta de ser tratado com a mesma frontalidade e lisura com que tratamos os nossos colegas vereadores e os nossos adversários políticos.

3 comentários

Comentar post