Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

por Dora Caldeira
 
Parece que voltamos ao tempo em que territórios mal delimitados geravam guerras entre mouros e cristãos e ninguém sabia muito bem onde acabava e começava o que era seu por direito. Pois é! Será que ninguém se apercebeu (e, quando falo de alguém, falo de quem por dever e obrigação deveria saber) que os Correios de Alferrarede não estão fixados em Alferrarede???? A mim, pelo menos, faz-me bastante confusão. Ou será que serei eu que não conhecerei as fronteiras que delimitam a minha freguesia?
 
Com efeito, ler e em letras bem grandes “Estação dos Correios de Alferrarede” e não estar em Alferrarede é, no mínimo, estranho. Além disso, obriga o povo de Alferrarede, sobretudo os idosos (que têm de ir aí receber as suas reformas e pensões), a fazer uma deslocação bem superior à que estavam habituados, o que também não é lá muito correcto.
 
No dia da inauguração, houve alguém que me justificou a mudança, dizendo que «é já aqui ao lado», ao que eu respondi: «também a Espanha, meu amigo». E da mesma forma que não acho correcto que as portuguesas sejam obrigadas a ir ter os filhos a Espanha, também não concebo que a estação de correios de Alferrarede possa estar situada noutro sítio que não seja na freguesia de Alferrarede. Das duas uma: ou a estação dos correios é de Alferrarede ou não é de Alferrarede.
 
Por este andar, não me admirava nada que, um dia destes, ainda vá ter de ir apanhar o comboio à Estação dos Caminhos-de-Ferro de Alferrarede a Badajoz! Afinal, Badajoz também é já aqui ao lado. Resume-se tudo, pelos vistos, a uma questão de lateralidades!