Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

MUSEU IBÉRICO

Montantes pagos pela autarquia em 2008, 2009 e 2010

 

A Presidente da Câmara começou por dar conhecimento da resposta ao pedido de esclarecimento efectuado pelos Vereadores do PSD, na reunião do executivo realizada em 3 de Janeiro de 2011, no que concerne aos montantes pagos pela autarquia, nos anos de 2008, 2009 e 2010, relativamente à concepção, promoção e execução do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes.

 

Em resposta ao pedido de esclarecimento efectuado pelos vereadores do PSD, na reunião de executivo de 3 de Janeiro de 2011 informo que os montantes pagos pela autarquia nos anos de 2008, 2009 e 2010, referentes à concepção, promoção e execução do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes, foram os seguintes:

 

Descrição

Custos (€)

1.      Estudos e projectos

 

Concepção do projecto de arquitectura

838 279,00

Estudo de caracterização do Convento de S. Domingos

22 506,00

Estudo de prospecção geológica e geotécnica

19 597,00

Programa museológico e acompanhamento do projecto (honorários pagos em 2008/09/10 ao museólogo e arqueólogo contratados para o efeito)

 

 

74 200,00

2.      Divulgação e promoção do projecto

 

Exposição de antevisão 1

 

Montagem/material expositivo/iluminação

66 672,00

Segurança

20 314,00

Catálogos

36 316,00

Exposição de antevisão 2

 

Montagem/material expositivo/iluminação

11 402,00

Segurança

18 586,00

Catálogos

15 168,00

Primeiras Jornadas Internacionais do MIAA

1 450,00

3.      Equipa de projectos

 

Vencimento da coordenadora da equipa desde Março de 2010

Os outros elementos da equipa ou não são pagos, caso dos representantes da fundação, ou são pagos no âmbito de outros contratos (museólogo, arqueólogo, represen-tante do atelier JLCG)

 

 

 

 

 

25 702,00

4.      Avaliação e estudo das peças

 

Foi acordado com a Fundação Estrada que a inventariação e estudo da colecção ficaria a cargo da fundação. E é isso que tem acontecido. O pagamento dos investigadores que fizeram o inventário da colecção e os respectivos estudos/análise de peças foram pagos pela Fundação Estrada

 

 

 

 

                             Total

1 150 192,00

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.