Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança 

 

Durante mais de trinta anos, defendi a liberalização do mercado de arrendamento para, através do aumento da oferta, se reduzir substancialmente o valor das rendas e, consequentemente, o endividamento das famílias. Mas, como aos bancos, lhes interessava financiar a compra de casa própria, os governos foram-lhe fazendo a vontade (como sempre), fazendo com que o mercado de arrendamento não fosse competitivo com o cínico argumento de que se queria proteger os pobres arrendatários contra os capitalistas dos senhorios.

 

O que terá, então, mudado para que, finalmente, a liberalização do mercado de arrendamento apareça como uma prioridade na agenda dos dois maiores partidos portugueses?

 

Não, meus queridos amigos, não tem nada a ver nem com a constatação de uma evidência nem com o reconhecimento de um erro. A razão é a mesma de sempre. Porque, neste momento, os bancos estão cheios de casas que não conseguem, nem podem vender, sob pena de os activos que as casas representam se desvalorizarem abruptamente, pondo em risco o sector. Os bancos precisam, pois, de arrendar as casas até chegarem melhores dias...

 

Moral da história: em Portugal, até as boas medidas chegam sempre por más razões.