Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.." (Aristóteles)

COLUNA VERTICAL

"A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras.." (Aristóteles)

Anabela Crispim (Profissional de RVCC) 

 

Ouvimos todos os dias críticas às Novas Oportunidades. A maior parte das vezes proferidas por quem não conhece minimamente aquilo de que está a falar.

 

Por que temos medo, por que criticamos aquilo que não conhecemos?

 

Trabalho diariamente com homens e mulheres que tiveram muito cedo que “se fazer à vida” e começar a trabalhar. Homens e mulheres que chegam ao nosso Centro, com uma diversidade de competências de vida que são reconhecidas a um nível de escolaridade básico ou secundário.

 

Homens e mulheres que dão um novo significado àquilo que já sabem: na Matemática para a Vida, na Linguagem e Comunicação, nas Tecnologias de Informação e Comunicação, na Cidadania e Empregabilidade. Conheço todos os dias homens e mulheres, de todas as idades, que nunca mexeram num computador. Homens e mulheres que mostram orgulhosos o seu trabalho: “ Professora, fiz tudo sozinho! Agora até já falo com os meus netos no computador!”

 

Conheço todos os dias, homens e mulheres que trabalham duro nas mais variadas profissões e vêm com coragem pedir a certificação das suas competências por que sabem que têm valor. As suas competências de vida pessoais, profissionais e sociais são importantes.

 

“Contar a História de Vida e ter o 12º Ano! Que patranha!” – Todos os nossos candidatos sabem que não é apenas isso. A história de vida de um candidato é um pretexto para mostrar competências em áreas como Cidadania e Profissionalidade, em Sociedade, Tecnologia e Ciência, em Cultura, Língua e Comunicação.

 

O processo de RVCC é discutível? Deve ser melhorado? Claro que sim! Melhoramo-lo nós, todos os dias. Trabalhamos todos os dias em prol da sua credibilidade. Tentamos adaptá-lo à singularidade de cada um dos nossos candidatos, aproveitando ao máximo as competências de cada um. O processo de RVCC envolve uma equipa de profissionais das mais variadas áreas, pois só assim se pode desenvolver o potencial de cada candidato. Todos os dias, fazer este trabalho é um desafio para todos os profissionais envolvidos.

 

Obrigada Filipa, por ser a porta-voz de todas as mulheres que não se acomodam e dão exemplo de vida e conhecimento! Obrigado Mário, pela garra com que se empenha na luta diária por uma vida melhor na sua freguesia! Obrigado Adelino, pela competência de construir todos os dias obras que engrandecem o nosso país! Obrigado José Luís, por continuar a ser mediador de culturas, pela responsabilidade para com todos aqueles que consigo trabalham! Obrigado Rui, por estar na oficina sempre que preciso de lá levar o meu carro! Obrigada Maria, por ter lutado pela constituição da creche onde deixamos os nossos filhos! Obrigado Francisco, por fazer funcionar o nosso telefone e Internet! Obrigado Paulo, por contribuir para o bom funcionamento do lar onde visito o meu avô! Obrigado Alberto, por proteger e preservar locais tão bonitos da terra que amo!

 

Obrigado a todos, por contribuírem para a valorização deste país.