Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

 

«Sócrates faz pois, neste momento, o milagre de agradar ao mesmo tempo a gregos e troianos. À direita pondo a mão debaixo dos bancos; à esquerda com medidas vanguardistas em matéria de costumes.
 
Além da satisfação de sectores opostos, Sócrates construiu uma eficaz “estrutura de exercício do poder”. Rodeou-se de um grupo de fieis pragmáticos – Pedro Silva Pereira, Augusto Santos Silva, Armando Vara, etc. – que planeia a gestão política e estende os seus tentáculos a várias áreas (banca, empresas públicas, comunicação social) criando um sistema de condicionamento da opinião. Muita gente tem hoje medo de falar com receio de represálias – e mesmo dentro do Partido Socialista isto acontece. E há também chantagem e ameaças directas.
 
O ministro Augusto Santos Silva, fugindo-lhe a boca para a verdade, disse que gosta de «malhar» nos adversários políticos. E – não tenhamos ilusões – não foi uma afirmação isolada: é esta a linguagem usada no círculo restrito do primeiro-ministro.
 
Vivemos um tempo que se pode classificar como de ‘democracia limitada’. Sócrates construiu uma estrutura de poder que infunde receio. (…) Mas atenção: mesmo os que beneficiam deste estado de coisas devem perceber que é decisiva a subsistência de vozes livres. Essas vozes, que hoje lhes podem parecer chatas e incómodas, serão amanhã as garantes da sua própria liberdade.»
José António Saraivain Sol de 14/2/2009