Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

in Correio da Manhã de 24/12/2011

Por: Carlos Ferreira 

.

“Autarquia deve agir contra responsáveis”

 

Santana-Maia Leonardo, Vereador do PSD na Câmara de Abrantes sobre contrato com empresa de Alexandre Alves.

..

CM – A empresa de painéis solares do Barão Vermelho não cumprirá o prazo de conclusão da 1.ª fase (termina a 18 de Janeiro). O que deve fazer a câmara?

.

Santana-Maia Leonardo – Declarar a caducidade das licenças e executar a garantia bancária (500 milhões de euros), se é que aquilo que foi apresentado é uma garantia bancária, o que eu duvido muito.

..

CM – Como interpreta o facto de a câmara e o empresário não falarem há três meses, altura em que lhe foi dado o novo prazo?

.

SM – Esse prazo foi pedido apenas para ganhar tempo. E sabemos que, em Portugal, o tempo é um factor essencial para mascarar e diluir as responsabilidades.

..

CM – Que explicações existem para o atraso de dois anos no projecto de mil milhões de euros e 1900 empregos?

.

SM – A senhora presidente, Maria do Céu Albuquerque (PS), tem justificado os atrasos com a conjuntura actual e dificuldades de financiamento.

..

CM – O que deve fazer a autarquia para recuperar o 1,3 milhões de euros que investiu?

.

SM – Deve agir judicial e disciplinarmente contra todos aqueles que não acautelaram minimamente os interesses do município, revelando uma ligeireza e uma falta de cuidado na elaboração do contrato e na aprovação de um projecto que, saltava aos olhos do mais ingénuo, trazia ‘água no bico’.

..

CM – Deve recorrer ao tribunal?

.

SM – Só se for para agir contra os responsáveis da autarquia pela elaboração do contrato e pela aprovação do projecto porque, se for para se pôr na bicha dos credores, já vai tarde e só servirá para aumentar os prejuízos.

..

CM – Acredita no projecto?

.

SM – Nunca acreditei que fosse viável e viesse a ser concretizado. Desde o início. A esmola era demasiado grande para o pobre não desconfiar.

..

Ver DOSSIÊ VI: RPP Solar