Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Vasco Pulido Valente - Público de 24/2/2012

 

(...) Excepto para os mais velhos, o Carnaval de Lisboa (e suponho que o do Porto) desapareceu rapidamente entre 1960 e 1970. Ficaram os "Carnavais" de província, com carros decorados, "vedetas" que ninguém conhecia e um entusiasmo organizado e quase obrigatório. Não me lembro de ir a nenhum e não conheço ninguém que tivesse ido. Só os feriados sobreviveram: um bom alívio para um Janeiro de trabalho e ressaca. E os portugueses, que já não se lembravam da natureza da festa, começaram a aproveitar para uma viagem ou para umas férias fora. A devoção passava para o descanso e no descanso nem o dr. Cavaco conseguiu tocar sem uma reacção violenta. Agora, Pedro Passos Coelho removeu esse absurdo anacronismo com uma frase. Apesar de alguma desobediência e de alguns resmungos, Portugal não se mexeu. Para o ano nem dá por isso.