Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL



Quarta-feira, 29.02.12

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE 24/2/2012 (I)

QUALIDADE DA ÁGUA DO RIO TEJO

Intervenção dos deputados eleitos pelo PSD

.

O Município de Abrantes tem investido largas centenas de milhares de euros na revitalização dos espaços ribeirinhos confinantes com o Rio Tejo.

.

A utilidade social destes investimentos estará em muito condicionada pela qualidade do ambiente envolvente e em concreto, pela qualidade da água do Rio Tejo.

. 

Entramos no ano de 2012 e deparando-nos com situações impensáveis, violando as mais básicas regras ambientais. Situações gritantes que todos que vivemos e colaboramos na preservação da nossa terra nos insurgimos e nos revoltamos.

.

A poluição sobre o rio Tejo, para além do ponto de vista moral do atentado contra o ambiente, também deverá ser colocada sob o prisma da economia ambiental e da competitividade e sustentabilidade do território. .  

.

Como é possível termos sido contemplados nesta mesma Assembleia com a apresentação empolgada da zona de recreio e lazer de Alvega (Estação de Canoagem de Alvega) e ao passearmos pelas margens ribeirinhas somos contemplados por um cheiro nauseabundo proveniente de um esgoto a céu aberto mesmo ao lado da estação de canoagem e encaminhado para o leito do rio? (Fotos 1 e 2)

. 

Como é possível ter sido feito um avultado investimento nas zonas ribeirinhas do Aquapólis e no inicio deste ano pudemos observar de cima da ponte rodoviária uma massa acastanhada, espumosa no leito do rio? (Fotos 3 e 4)

 

Como é possível termos investido, mais uma vez dinheiros públicos nas zonas ribeirinhas de Tramagal e Rio de Moinhos e desde Novembro/Dezembro, são reincidentes as descargas de massas espumosas acastanhadas que são depositadas nas margens intervencionadas?

.

Verificando-se descargas de águas residuais no rio Tejo em Alvega e Rossio, perguntamos se a Câmara Municipal de Abrantes tem conhecimento de existência de redes de esgotos do concelho que estejam a drenar directamente para o meio? Ou de ETARs cuja qualidade de tratamento não se revele adequada a garantir a qualidade do efluente que produz, em especialmente nos casos em que este ocorra em locais que se pretendam de uso balnear?

.

Entendemos que sobre esta matéria, deverá a Câmara Municipal de Abrantes prestar informação detalhada, designadamente:

. 

     (I)   O que tem feito para evitar a degradação dos ecossistemas aquáticos?

.

     (II) O que tem feito para reduzir e minimizar os riscos de poluição dos meios hídricos?

.

     (III) O que tem feito para garantir a protecção, valorização das zonas ribeirinhas?

.

     (Análises realizadas no último ano à água do rio Tejo, em diferentes pontos do percurso do Concelho de Abrantes; análises de água provenientes da monitorização das descargas à saída das ETARs; Sobre a localização de todos os pontos de descarga das suas redes de águas residuais domésticas e de águas pluviais, etc.)

. 

E num último apelo, gostaríamos que este executivo se pronunciasse acerca dos procedimentos, acções e comentários que estas situações de desrespeito pelas normas e processos básicos de contaminação de todo o ecossistema do Rio Tejo lhe merecem?

.

Ver Secção IV do DOSSIÊ IX: Diversos

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Perfil

SML 1b.jpg



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D