Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL



Terça-feira, 21.07.09

AINDA O CENTRO HISTÓRICO

por António Belém Coelho

 

A candidatura autárquica do Partido Social Democrata efectuou, em pleno Centro Histórico, no último fim-de-semana, uma conferência de imprensa, protagonizada pelo seu candidato à Câmara Municipal, Dr. Santana Maia, sobre algumas das medidas que considera necessárias para salvar o Centro Histórico de Abrantes do definhamento em que se encontra, apesar das intervenções que sofreu durante os últimos anos.
 
Do que ficou proposto, e que certamente a Comunicação Social regional dará eco também neste jornal, uma vez que esteve presente praticamente em peso, ressalta a vontade de recuperar funções principais que um Centro Histórico deve executar, nomeadamente função habitacional, comercial, cultural e de convivialidade, que efectivamente se foram perdendo e que criaram uma situação que hoje, nas palavras dos ainda resistentes (moradores e comerciantes), parece não ter remédio.
 
Visível nos muitos anúncios de “arrenda-se”, “vende-se”, etc; visível no panorama absolutamente desolador de muitas ruas que não as principais, no que respeita ao grau de decrepitude de muitos edifícios. Visível ainda no quase deserto que são a generalidade dos fins-de-semana.
 
Com efeito, ao defender, designadamente, a instalação, no Centro Histórico, do centro de saúde, da loja do cidadão e da tesouraria dos SMA, o regresso do mercado semanal, a manutenção da câmara, a reavaliação de algumas medidas de circulação tomadas, a implementação de um circuito de transportes gratuito entre os principais eixos e focos de parqueamento, a construção de um parque no Centro Histórico, adequado às necessidades e exigências de revitalização do mesmo, entre outras medidas, a candidatura autárquica do PSD está a defender um centro histórico vivo, habitado e com vitalidade económica. Sem pessoas, não há esperança para o Centro Histórico de Abrantes, por mais projectos e medidas que se enunciem.
 
Mas não basta querer que haja pessoas a morar e a circular no Centro Histórico: é fundamental criar condições para que isso aconteça. E só é possível trazer pessoas para o Centro Histórico, se aqui forem instalados novos serviços, comércio e outras actividades atractivas, conjugando facilidade de circulação pedonal e rodoviária.
 
As medidas enunciadas pela candidatura do PSD, a implementar no próximo mandato, se assim os Abrantinos o entenderem, apontam nesse sentido. A favor de Abrantes e dos seus cidadãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D