Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Anabela Crispim (Profissional de RVCC)    Ouvimos todos os dias críticas às Novas Oportunidades. A maior parte das vezes proferidas por quem não conhece minimamente aquilo de que está a falar.   Por que temos medo, por que criticamos aquilo que não conhecemos?   Trabalho diariamente com homens e mulheres que tiveram muito cedo que “se fazer à vida” e começar a (...)
25 Mai, 2011

O EURODEPENDENTE

Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança    A exultação dos nossos políticos do "arco da governação", assim como da sua corte de comentadores e jornalistas, com o programa de "desintoxicação" das finanças públicas que a troika impôs ao Estado português, em troca do empréstimo indispensável à nossa sobrevivência, só é comparável à felicidade do (...)
Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança   Recentemente, na mesa ao lado da minha, assisti a uma conversa entre um grupo de amigos que, partindo do princípio aceite por todos de que o futebol inglês era o único verdadeiramente espectacular do ponto de vista do espectador e do adepto, ou seja, um futebol corrido, sem tempos mortos e sem anti-jogo, sugeriam uma série de (...)
António Castelbranco (arquitecto)    Em Abrantes - um concelho de peso do distrito de Santarém – a situação do património e da cultura deve ser vista de forma alargada e não apenas naquilo que nos vem à cabeça que geralmente é o património arquitectónico: o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém, o Palácio da Ajuda, etc.  Com efeito, o património é muito (...)
João Carlos Espada - in Público de 25/4/11   O melhor sintoma da vitalidade de uma democracia adulta reside em não se falar dela. Esse é o sintoma de que uma democracia se tornou aquilo que de facto é: o regime político normal entre povos civilizados.   Numa democracia adulta, as pessoas discutem políticas rivais e comparam as vantagens e as desvantagens em adoptar uma ou outra. Mas não põem em causa, obviamente, o sistema de regras que lhes permite discordar e discutir (...)
10 Mai, 2011

O LUGAR NO ANZOL

Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança   Fico absolutamente estarrecido quando vejo comentadores e jornalistas, com algum coeficiente de inteligência, interpretarem a inclusão de independentes nas listas de deputados como um sinal de abertura dos partidos à sociedade civil. Nada mais falso.   Como qualquer pessoa constata a olho nu, os aparelhos partidários são, em (...)
  O balanço da minha experiência pessoal como deputado não terá sido essencialmente diferente daquele que fizeram outros cidadãos sem experiência parlamentar anterior e que, apesar da diversidade das respectivas motivações, terminou em frustação e desencanto. (...)   Concluí sobretudo que, para um jornalista como eu, as regras escritas ou implícitas da obediência parlamentar - tal como esta é, em geral, entendida - eram incompatíveis com o meu espaço de liberdade. (...)  
António Belém Coelho* * Militante, com muito orgulho, do PSD e vereador da Câmara Municipal de Abrantes   Há alguns dias atrás fui surpreendido pela notícia inserta no site da RAL (Rádio Antena Livre), anunciando a retirada da confiança política ao vereador Santana Maia, verificada no plenário de 16 de Abril, que citava, “os militantes do PSD de Abrantes, reunidos (...)
Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança   A geração Sócrates tomou, literalmente, conta dos partidos portugueses. Trata-se de uma geração que aprendeu a usar os princípios e os valores apenas como arma de arremesso para agredir os adversários, sem nunca os aplicar às suas condutas, que se regem apenas pelos seus mais mesquinhas interesses particulares. Ou seja, é (...)