Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

  Quem percorre o concelho, e nós percorremos a pé todas as ruas do concelho, sente que existe uma grande desunião e um sentimento de revolta e de rancor em relação à cidade de Abrantes, em virtude do tratamento absolutamente desigual, como se uns fossem filhos e outros enteados. Mesmo na Chainça isso se verifica esse sentimento.É importante unir o concelho. E a nossa primeira medida será (...)
24 Set, 2009

MEUS AMIGOS

 É por vossa causa que nos candidatamos.As nossas propostas são sérias e para cumprir. Queremos que os Abrantinos recuperem a esperança há muito perdida e voltem a acreditar que um futuro melhor para os seus filhos é possível. Queremos um concelho mais solidário para com as pessoas mais necessitadas, devendo a Câmara Municipal, designadamente, comparticipar o pagamento dos medicamentos às (...)
  Raquel Alves é natural de S. Miguel de Rio Torto, onde reside, tem 40 anos de idade, o Curso Superior de Tecnologia e Artes Gráficas pelo Instituto Politécnico de Tomar, e é sócia gerente da empresa Prova de Cor, desde a sua fundação em 1997.  Raquel Alves trabalhou na Junta, nos serviços administrativos, e fez parte, desde a sua fundação e durante quase dez anos, do Rancho Folclórico da (...)
 José Lourenço tem 55 anos e é natural da freguesia de Bemposta.É empresário do ramo automóvel, tendo exercido sempre a sua actividade nesta freguesia (em Bemposta e Chaminé).Entre 1993 e 2005, foi membro da Assembleia de Freguesia de Bemposta e, actualmente, é membro do conselho de disciplina da Associação de caçadores e pescadores da Freguesia de Bemposta.  Efectivos:José de Matos Lourenço, (...)
  Joaquim Simplício tem 50 anos, é solicitador (curso que concluiu em 1980), presidente da delegação do Círculo de Abrantes da Câmara dos Solicitadores e funcionário da Silvicaima, como técnico jurídico, desde 1988. Foi director do Tramagal Sport União, presidente da Assembleia de Freguesia de S. João, vice-presidente e tesoureiro do núcleo de Abrantes da Cruz Vermelha, vogal do Conselho (...)
  João Paulo Rosado tem 38 anos e é, desde 2001, o tesoureiro da Junta de Freguesia de Rio de Moinhos, tendo realizado todos os Orçamentos e Prestação de Contas desta freguesia que, saliente-se, foram sempre aprovados por unanimidade pelas diferentes Assembleias de Freguesia.  Natural desta freguesia, onde reside, é licenciado em Gestão de Empresas, sendo actualmente o responsável pela (...)
  Diogo João Ferreira Valentim é o actual presidente da Junta de Freguesia do Souto.  Natural e residente no Souto, tem 23 anos e é finalista da licenciatura em Administração Pública.     EFECTIVOS:Diogo João Ferreira Valentim, Técnico Superior de Administração Pública, 23 anosCarlos Manuel Francisco Natálio, Engenheiro Electrotécnico, 34 anosHélder João Santos Quintas, Empregado de (...)
  Luís Ablú Dias tem 37 anos e é natural de S. Vicente, onde reside. Formado em Engenharia e Gestão Industrial, é Responsável de Serviço Produção de Energia numa empresa da região. É actualmente membro da Assembleia de Freguesia de S. Vicente, tendo sido eleito, como independente, nas listas do PSD. Pertenceu, durante vários anos, aos órgãos sociais do Sporting Clube de Abrantes, tendo (...)
  Joaquim tem 76 anos, é agricultor e reside em Vale das Mós há mais de quarenta anos.  É vice-presidente do conselho fiscal da Associação de Caça e Pesca do Vale das Mós, associação de que foi fundador, e também secretário da Direcção do Centro Social e Paroquial de Vale das Mós.  Foi, durante 8 anos, Tesoureiro do clube de Futebol, Grupo Cultural e Recreativo de Vale das Mós.  EFECTIVOS:Joaquim da Silva Bairrão,
  João Seixas Carlos tem 65 anos e é, desde 2005, membro eleito da Assembleia de Freguesia do Pego, terra onde reside há mais de 36 anos.  Começou a sua actividade profissional aos 11 anos de idade no Armazém de Mercearias Joaquim F. Nazaré, em Alferrarede. Depois de ter cumprido o serviço militar, com uma passagem de dois anos por S. Tomé e Príncipe, voltou ao trabalho no Armazém de Tecidos (...)