Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Segunda-feira, 05.10.09

CAMPANHA - MARTINCHEL, SOUTO E ALFERRAREDE

MARTINCHEL

 

 

SOUTO

 

 

ALFERRAREDE

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 05.10.09

CAMPANHA EM ALFERRAREDE E BEMPOSTA

ALFERRAREDE

 

 

BEMPOSTA

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 23.09.09

ALFERRAREDE - VENDA DE FOGAÇAS

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 17.09.09

ALFERRAREDE

No passado fim de semana, Dora Caldeira, Santana Maia, Manuela Ruivo, acompanhados por vários elementos das candidaturas, assistiram ao Arraial Escuta, que decorreu em Alferrarede, organizado pelo Agrupamento 1053 do Corpo Nacional de Escutas.

Tiveram oportunidade de participar na missa e nas já tradicionais vendas de fogaças.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 03.09.09

VISITA A ALFERRAREDE VELHA

  

 
No passado dia 15 de Agosto, Santana Maia, acompanhado por Belém Coelho, Susana Amaro, Rui André e Pedro Boto (candidatos do PSD à Câmara Municipal), Manuela Ruivo (candidata do PSD à Assembleia Municipal), Dora Caldeira, candidata a Presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, e ainda vários elementos da sua lista, visitaram Alferrarede Velha, onde tiveram oportunidade de contactar com as populações, ouvir as suas queixas, aquilatando assim das suas necessidades e dos seus anseios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 25.08.09

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ALFERRAREDE

 

Dora Caldeira é professora do 1º e 2º ciclo, desde 1998, ano em que concluiu o curso de Professores do Ensino Básico com variante de Português/Francês na Escola Superior de Educação de Beja, onde foi presidente da Associação de Estudantes e Magister Tunae da Tuna Académica.
  
Em Alferrarede, é voluntária do Banco Alimentar (distribuição mensal e domiciliária de alimentos) e é responsável, desde 1993, do movimento católico juvenil (Juventude Mariana Vicentina), grupo com cerca de trinta jovens que auxilia pessoas carenciadas e idosos com o empréstimo de camas articuladas, cadeiras de rodas, andarilhos, carrinhos de bebés e donativos de fraldas (para idosos e bebés). Desde 2002, é também fadista no grupo de Fados Abrantino.
 
EFECTIVOS:
Dora Maria Valente Caldeira Lopes, Professora, 34 anos
João Luís Dias, Reformado, 66 anos
José Seixas Carlos, Inspector Bancário, 57 anos
Maria da Conceição Pires Amaro Rosa, Comerciante, 38 anos
João Luís Marçal da Conceição, Técnico de Construção Civil, 28 anos
Hélder António Aparício Marques, Inspector da DGV, 48 anos
Maria Aurora de Matos Batista Roldão, Auxiliar de Acção Médica, 63 anos
António José Nunes Clemente, Jurista, 23 anos
Maria Fernanda Pires Aparício, Universitária, 49 anos
 
SIPLENTES:
Marta Sofia da Silva Dias, Assistente de Consultório, 21 anos
José Ângelo Ventura Chambel Costa, Vendedor, 30 anos
David Martins Pombo, Comerciante, 61 anos
Lídia de Jesus Lopes Dias, Domesticam, 37 anos
João Miguel da Conceição Salvador, Professor, 48 anos
Susana Margarida Ruivo Amaro, Professora, 36 anos
Marta Helena Serrano dos Santos Silva, Estudante, 34 anos
Jorge Francisco Esteves Jacinto, Auxiliar de Armazém, 29 anos
Cremildo Marques Alexandre, Empresário, 58 anos
Maria João Catroga Isidro Ramos, Ajudante de Ocupação, 36 anos
Carlos Manuel Marçal do Nascimento, Montador de peças de origem mecânica, 50 anos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 16.08.09

FESTAS EM ALFERRAREDE VELHA

 

Os Festejos Tradicionais de Alferrarede Velha ocorrem nos dias 7, 8, 9, 14, 15 e 16 de Agosto, com a organização do Centro Cívico de Alferrarede Velha. De há alguns anos para cá, estas festas ganharam maior projecção, graças ao dinamismo do actual presidente da direcção, João Luís Marca.
 
Com efeito, João Luís Marçal, que, saliente-se, também integra a lista do PSD candidata à Junta de Freguesia de Alferrarede, é uma pessoa de enorme dinamismo e que tem dado um contributo enorme, quer no que diz respeito a estas festas anuais, quer também em eventos de outra natureza, assim como na própria reabilitação do espaço que é ocupado pelo referido Centro Cívico.
 
Estas festas contam com os populares bailes abrilhantados por conjuntos musicais, com restaurante e com o leilão de «fogaças», sendo compostas por donativos das pessoas residentes em Alferrarede Velha, o que significa que envolvem toda esta comunidade para uma causa em comum, ou seja, fazer do Centro Cívico um espaço de lazer, de cultura e convívio com boas condições.
 
Santana Maia, Manuela Ruivo e Dora Caldeira, candidato a presidentes da Câmara, Assembleia Municipal e Junta de Freguesia de Alferrarede pelo PSD, acompanhados dos candidatos à Câmara Municipal António Belém Coelho, Susana Amaro e Pedro Botto, estiveram presentes nas festas nos dias 8 e 15 de Agosto onde puderam sentir a alegria dos participantes e o esforço e o empenho dos organizadores (sem quaisquer ajudas), essenciais para manter este espírito associativo com a qualidade que todos desejam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 12.07.09

DRAGÕES DE ALFERRAREDE

 

No passado dia 27 de Junho, Santana-Maia Leonardo, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Dora Caldeira, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, João Luís Dias e Conceição Amaro, visitou as instalações do Clube Desportivo e Recreativo de Alferrarede (Dragões de Alferrarede), aproveitando a festa de consagração dos campeões do 5º Torneio de Escolinhas (na foto).
 
Os Dragões de Alferrarede é uma colectividade histórica do concelho de Abrantes, tendo sido fundada em 1935. Longe do período áureo em que chegou a disputar o campeonato nacional da 3ª Divisão, continua a ser, no entanto, uma colectividade com ambições e de referência no concelho, com um papel preponderante na área da formação.
 
Santana Maia pôde constatar que o pavilhão continua precisamente na mesma como se encontrava quando ali jogou andebol e voleibol, nos campeonatos interescolares, há mais de 30 anos. Na verdade, já era tempo de o mesmo sofrer uma remodelação e oferecer aos atletas e assistentes melhores condições. Em situação de grande degradação, encontra-se também o salão de festas.
 
Quanto ao campo de futebol, o mesmo apresenta excelentes condições para a prática do futebol. Só é pena não possuir ainda um piso de relva sintética, infra-estrutura que é hoje essencial para a prática da modalidade, designadamente nos escalões de formação, e que uma freguesia com a tradição na modalidade e a população jovem de Alferrarede há muito justificava.
 
Mais uma vez, é patente a falta de apoio a que estas associações estão votadas pela autarquia. Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 29.06.09

DISCURSO DE SANTANA MAIA EM ALFERARREDE

Discurso de Santana Maia no jantar de apresentação da lista do PSD à Junta de Freguesia de Alferrarede (ver post: Apresentação dos candidatos a Alferrarede).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 28.06.09

DISCURSO DE DORA CALDEIRA EM ALFERRAREDE

 

No ano em que a freguesia de Alferrarede celebra as suas Bodas de Ouro, é com muita tristeza e revolta que constatamos, em pleno século XXI, a falta de saneamento básico em Alferrarede Velha, Barca do Pego e Casal das Mansas (onde os esgotos correm a céu aberto para ribeiras), a falta de iluminação em locais como a estrada de acesso ao CRIA e à Zona Industrial, valas com maus cheiros mesmo ao lado das residências no Tapadão… Isto para já não falar em Casais de Revelhos onde o avistamento da placa indicativa da terra convive com o cheiro da ETAR instalada à entrada da povoação.
 
Por outro lado, o abandono do centro de Alferrarede, o encerramento da estação dos Correios e as paragens praticamente inexistentes dos comboios na estação de Alferrarede são o testemunho da falta de empenho e de dinamismo do actual executivo da Junta de Freguesia na representação e defesa dos legítimos interesses da segunda maior freguesia do concelho de Abrantes.
 
A Alferrarede, como todos reconhecem, falta hoje, sobretudo, liderança. Isto é, quem não se conforme com a actual situação e seja capaz de liderar um projecto que torne o presente mais feliz para os idosos e o futuro mais risonho para os jovens, criando as condições necessárias para que aqui se possam estabelecer e investir, quer no plano pessoal, quer profissional.
 
Desde muito jovem que tenho sentido um grande apelo a assumir responsabilidades e dinâmicas dentro da freguesia de Alferrarede. Esta minha candidatura vem, de certa forma, dar continuidade e reforçar a minha intervenção e podem ter a certeza que, como em projectos que já assumi, me empenharei a tempo inteiro de alma e coração.
 
Esta é, aliás, a única razão pela qual me decidi candidatar a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede pelo Partido Social Democrata.
 
Gostaria agora de apresentar as pessoas que comigo se tem empenhado neste projecto comum, passo a chama-las:
 
João Luís Dias, José Seixas, Conceição Amaro, João Luís da Conceição (actual presidente do Centro Cívico de Alferrarede Velha e que não pôde estar hoje aqui presente), Lídia Dias, Hélder Marques, António Clemente, José Ângelo Costa, Susana Amaro, Jorge Jacinto, Marta Dias, Cremildo Lopes, João Miguel Salvador, David Pombo, Maria João ramos (não pode estar presente por motivo de doença) e Carlos Nascimento.
 
Se vencermos as próximas eleições, como esperamos, e Alferrarede necessita, iremos propor as seguintes medidas:
 
Quanto à Saúde/Acção Social:
 
Melhorar as acessibilidades do Centro de Saúde, acompanhar as IPSS da freguesia e profissionalizar a Rede Social da Freguesia (isto é, colocar lá uma técnica a tempo inteiro).
Fomentar o alargamento do apoio domiciliário à terceira idade com a introdução de brigadas móveis de apoio (saúde, social, …)
 
Quanto à Segurança:
 
Denunciar todas a situações de insegurança conhecidas, às forças de segurança, Câmara Municipal, Governo Civil e tutela. O aumento de população, o que vai acontecer inevitavelmente com a vinda da ESTA para a freguesia deve ser acompanhado pelo aumento do policiamento, especialmente, o de proximidade. Há que rever a problemática do trânsito (sinalização e estacionamento)
 
Quanto à Educação:
 
Iremos levar a cabo a articulação entre o Novo Centro Escolar de Alferrarede e a sociedade civil. Criaremos uma comissão para acompanhar a instalação da ESTA na freguesia, que forneça um mapa com todos os serviços à disposição na freguesia, desde o alojamento à restauração local. Evitar a dispersão é um dos nossos objectivos, para potenciar o novo fluxo de jovens. Apoiaremos as escolas do 1º ciclo, nomeadamente com actividades lúdicas, educacionais, desportivas e bens de primeira necessidade, tal como sentimos como essencial a existência de um transporte escolar para as crianças transportadas.
 
Quanto ao Desenvolvimento Económico/ Turismo/ Desemprego:
 
O potencial de turismo local, de vertente museológica/arqueológica é enorme:
-     A história da indústria do Azeite em Alferrarede já merece um pequeno Museu do Lagar;
-      Os fornos na Barca do Pego;
-      Os achados arqueológicos nas margens do Tejo; etc.
 
Pela via do nosso potencial turístico, não só se poderá desenvolver a freguesia num campo que, até agora, está completamente esquecido e ignorado, também se poderão criar novos postos de trabalho, onde se deve de dar uma especial prevalência aos jovens da terra, porque, quem melhor do que eles, conhece Alferrarede.
Criar um site da Junta de Freguesia de Alferrarede, assim como um panfleto alusivo ao turismo e história da freguesia, serão instrumentos valiosos na divulgação da Alferrarede.
 
Sabemos que não é fácil concretizar algumas destas medidas, mas por acreditarmos nos elevados benefícios que dai advêm para a freguesia, tudo faremos para torna-las uma realidade. Para isso contamos com a nossa tenacidade e com o nosso espírito de perseverança.
 
Urbanismo:
 
Criar espaços verdes nos maiores núcleos da freguesia.
Criar zonas de lazer na ribeira de Alferrarede Velha e no futuro Museu do Lagar.
Valorizar o centro histórico de Alferrarede, onde pensamos, inclusive, na construção de sanitários e balneários públicos.
 
Quanto ao Desporto/ OTL/ Associativismo:
 
Estabelecer protocolos com a CM para a cedência das escolas que vão deixar de ser utilizadas.
Dinamizar as Associações da freguesia, dando apoio na elaboração das candidaturas a apresentar no âmbito dos vários programas concelhios e distritais de apoio a eventos e ao funcionamento.
Promover o bom relacionamento entre todas as entidades (desportivas, religiosas e de cariz social) – reactivar festas, desporto e outras iniciativas culturais – angariar fundos para benefícios sociais, com a programação de reuniões com os responsáveis das associações para, entre os intervenientes, se criarem sinergias que visem relançamento de actividades comuns (reunir duas vezes no ano para conciliar ou programar actividades).
 
Estas serão apenas algumas das linhas programáticas que farão parte deste projecto de candidatura à junta de Alferrarede.
 
Sendo Alferrarede, hoje em dia, uma freguesia perfeitamente integrada na malha urbana da cidade de Abrantes, deve procurar acompanhar o desenvolvimento da cidade, sem esquecer as raízes daquela que foi, em tempos, a freguesia mais pujante do concelho, e umas das mais importantes do distrito, facto, infelizmente, pouco acentuado, nas actuais comemorações do cinquentenário.
 
A componente Industrial, discordando ou não da forma como está implantada na nossa freguesia, a verdade é que Alferrarede foi uma das principais vítimas do impacto de um crescimento que de forma alguma foi sustentado.
 
Para a candidatura do Dr. Santana Maia, Alferrarede não pode continuar a ser uma freguesia de escombros e de subúrbio, mas tem de fazer parte, obrigatoriamente, de um anel de qualidade em torno da cidade: um local em que a simbiose com o verde da nossa paisagem seja uma realidade e qualidade de vida seja uma certeza.
 
A herança de Alferrarede, que nos foi deixada pelos nossos antepassados, alguns deles ainda entre nós e de quem muito nos orgulhamos, sendo o fruto da visão de alguns e do suor e trabalho de muitos, é algo a que seremos sempre fiéis na construção do futuro.
 
Alferrarede pode contar connosco e, contando connosco, Alferrarede também sabe com o que pode contar. Ou seja, com seriedade, lealdade, rigor, dedicação, devoção, empenho e, essencialmente, muito trabalho.
 
Ver posts:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 27.06.09

APRESENTAÇÃO DOS CANDIDATOS A ALFERRAREDE

 

Na passado dia 13 de Junho, teve lugar, no Restaurante “O Gaveto", o jantar de apresentação da lista do PSD à Junta de Freguesia de Alferrarede. Este evento contou com a presença de 200 pessoas que, em clima de confraternização e grande animação, assistiram à apresentação dos diferentes elementos da lista.
 
De salientar as intervenções da cabeça de lista, Dora Caldeira, e do candidato à Câmara Municipal de Abrantes, Santana Maia, onde, para além das linhas de força das respectivas candidaturas, foi efectuado um diagnóstico e apontadas linhas de actuação relativos aos problemas existentes na Freguesia.
 
Destaque neste campo para a falta de saneamento básico em Alferrarede Velha, Barca do Pego e Casal das Mansas (onde os esgotos correm a céu aberto para ribeiras), a falta de iluminação em locais como a estrada de acesso ao CRIA e à Zona Industrial, as valas com maus cheiros mesmo ao lado das residências no Tapadão… Isto para já não falar em Casais de Revelhos onde o avistamento da placa indicativa da terra convive com o cheiro da ETAR instalada à entrada da povoação.
 
Também o abandono do centro de Alferrarede, o encerramento da estação dos Correios e as paragens praticamente inexistentes dos comboios na estação de Alferrarede são o testemunho da falta de empenho e de dinamismo do actual executivo da Junta de Freguesia na representação e defesa dos legítimos interesses da segunda maior freguesia do concelho de Abrantes.
 
A lista concorrente à Junta é composta pelos seguintes elementos: 
 
Lista Junta de Freguesia de Alferrarede- 2009
Dora Caldeira
Professora
João Luís Dias
Aposentado
José Seixas
Inspector Bancário
Conceição Amaro
Comerciante
João Luís da Conceição
Técnico Const. Civil
Lídia Dias
Doméstica
Hélder Marques
Inspector do IMTT
António Clemente
Jurista
José Ângelo Costa
Comerciante
Susana Amaro
Professora
Jorge Jacinto
Motorista
Marta Dias
Auxiliar consultório
Cremildo Lopes
Comerciante
Marta Silva
Animadora Cultural
João Miguel Salvador
Professor
David Pombo
Comerciante
Maria João Ramos
Doméstica
Carlos Nascimento
Desempregado

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 09.05.09

NÚCLEO SPORTINGUISTA DE ALFERRAREDE

 

O núcleo sportinguista de Alferrarede foi fundado em 29 de Setembro de 1994. A sua principal actividade é o futebol de formação, mas também tem uma equipa de atletismo. No futebol de formação, têm, neste momento, 52 jovens atletas, em escalões de Escolinhas, Escolas e Infantis. No próximo ano desportivo (2009/2010), o Núcleo irá ter mais um escalão: o de Iniciados. Neste momento, a equipa de Infantis lidera o campeonato Distrital.

Entre outras actividades, o Núcleo Sportinguista organiza, com regularidade, visitas ao Estádio Alvalade XXI e à Academia do Sporting, assim como várias excursões por ano aos jogos do Sporting em Alvalade. Este ano, o Núcleo participará nas festas do 50º aniversário da Junta de Freguesia de Alferrarede e nas festas da cidade de Abrantes. Em Junho próximo, estará no encontro anual de núcleos do Sporting, a ter lugar na Figueira da Foz. No primeiro fim-de-semana de Julho, organizará um espectáculo musical denominado  "Gala do Sporting" e, em Setembro, um passeio de BTT. Em Outubro, será a festa do 15º aniversário.
 
Enfim, apesar de se tratar de uma pequena colectividade, é constituída por pessoas com vontade de trabalhar e que, apenas com carolice e com o sacrifício do tempo de lazer, procuram elevar o nome do Sporting Clube de Portugal, alimentando assim a paixão que sentem pelo clube.

As dificuldades residem, como é óbvio, nos escassos recursos financeiros de que dispõe e obriga a puxar pela imaginação para angariar algum dinheiro para as necessidades do quotidiano do núcleo. Recentemente, recorde-se, o Núcleo adquiriu uma carrinha de nove lugares para transportar os seus atletas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 22.03.09

CENTRO SOCIAL DE ALFERRAREDE

 

No dia 4 de Março, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou o Centro de Dia de Alferrarede para se inteirar do trabalho desenvolvido, auscultar as preocupações e dificuldades por que passa neste momento e anotar as sugestões da sua direcção sobre a forma como a autarquia as poderá ajudar.
 
A visita foi conduzida pelos Ex.mos Senhores Fernando Simão (presidente da instituição), Rafael Fernandes, Armando Pires (membros da direcção) e pela Irmã Margarida Tavares. Acompanharam o nosso candidato Dora Caldeira, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD, Emídio Direito, vice-presidente, e Amadeu Lopes.
 
O Centro Social de Alferrarede, recorde-se, começou a sua grande missão em Março de 1955, por iniciativa de um grupo de senhoras da terra e de José Dias Simão, um industrial de Alferrarede. Tudo começou por uma pequena casa onde se distribuía sopa e pão. Em 1958, o Centro foi transferido para uma casa maior na Fonte de S. José, onde começou a laborar com um Jardim-de-infância, com uma sala de trabalho para raparigas e uma sala de estudo para crianças em idade escolar.
 
Em 1962, foi oficializado o Centro de Beneficência e Assistência Social de Alferrarede tendo estatutos próprios. Em 1968, começou a ser construído o edifício actual, que foi inaugurado em 1973, com a presença de um grupo de 4 religiosas da Congregação da Apresentação de Maria que foram chamadas a abraçar a missão de dirigir esta Instituição. O Centro abriu com 180 crianças.
 
Actualmente o Centro Social de Alferrarede desenvolve trabalho em duas áreas distintas: crianças e idosos. Para as crianças, existem as valências: creche, Jardim-de-infância e ATL. Na área da Terceira Idade e funcionando num outro edifício relativamente próximos, funciona o Centro de Dia e Apoio Domiciliário, desde 1999. Recentemente, o Centro Social fez remodelações e melhoramentos nos seus edifícios e dá resposta a 255 crianças, 40 utentes no Centro de Dia e 40 no Apoio Domiciliário.
 
Da análise final, constatou-se o pouco interesse que esta instituição suscita no executivo camarário. A falta de sensibilidade social é, aliás, uma das grandes pechas do actual executivo camarário. Com efeito, é manifesto que as políticas centradas nas pessoas são pouco motivadoras para o actual executivo.
 
Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município.
 
Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa. O testemunho do trabalho desenvolvido nesta instituição fez com que Santana Maia desse a sua palavra de que, caso o PSD vença as próximas eleições autárquicas (como se espera), as instituições de solidariedade social do concelho poderão contar com um presidente e uma vereação empenhados em apoiar o seu esforço de tornar mais feliz a vida dos idosos, das crianças e de todos aqueles para quem a vida foi madrasta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 15.03.09

ALFERRAREDE, CONTA CONNOSCO!

 por Dora Caldeira

 

No ano em que a freguesia de Alferrarede, a segunda maior do concelho de Abrantes (cerca de 4000 habitantes), celebra as suas Bodas de Ouro, é com tristeza e revolta que constatamos, em pleno século XXI, a falta de saneamento básico em Alferrarede Velha, Barca do Pego e Casal das Mansas (onde os esgotos correm a céu aberto para ribeiras), a falta de iluminação em locais como a estrada de acesso ao CRIA e à Zona Industrial, valas com cheiros nauseabundos mesmo ao lado das residências no Tapadão… Isto para já não falar em Casais de Revelhos onde o avistamento da placa indicativa da terra convive com o cheiro da ETAR instalada à entrada da povoação.
Fazemos nossas as palavras do Ex.mo Sr. Dr Silva Tavares (o nosso primeiro presidente da Junta), na Festa Comemorativa das Bodas de Ouro: «Será que Alferrarede melhorou nestes 50 anos?»
O abandono do centro de Alferrarede, o encerramento da estação dos Correios e as paragens praticamente inexistentes dos comboios na estação de Alferrarede são factos, ocorridos nestes últimos 4 anos, bem demonstrativos de que Alferrarede não só não melhorou como retrocedeu.
A Alferrarede, como todos reconhecem, falta hoje, sobretudo, liderança. Isto é, quem não se conforme com a actual situação e seja capaz de liderar um projecto que torne o presente mais feliz para os idosos e o futuro mais risonho para os jovens, criando as condições necessárias para que aqui se possam estabelecer e investir, quer no plano pessoal, quer profissional.
Esta é, aliás, a única razão por que decidi candidatar-me a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede pelo Partido Social Democrata.
E para terminar, um desejo: que as comemorações das Bodas de Ouro da nossa freguesia que, no passado dia 25 de Fevereiro, contaram apenas com uma centena de convidados, possam contar, brevemente, com a participação de todos os habitantes de Alferrarede.
Parabéns Alferrarede! E Muitos anos de vida! Contem connosco!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 09.03.09

BODAS DE OURO (FREGUESIA DE ALFERRAREDE)

por Dora Caldeira

 

O curioso topónimo de Alferrarede não encontrou ainda quem lhe explicasse a origem de uma forma incontestada. Porém, presume-se que deriva de uma indústria antiquíssima ligada à manipulação do ferro e da cal, da qual hoje já não se encontram vestígios significativos. A principal actividade económica em Alferrarede começou por ser a agricultura. E contava como principais lugares Alferrarede Velha e Hortas (só este último nome é esclarecedor).
 
No final do séc. XIX, a importância da actividade agrícola de Alferrarede começa a esbater-se em virtude da chegada do caminho-de-ferro, que aí instala uma estação. Começa então uma nova era. Devido ao desenvolvimento da rede viária do interior, o progresso é imparável. Como consequência desse desenvolvimento, um conjunto de indústrias transformadoras de matéria-prima existente na região começam a surgir em Alferrarede o que, subsequentemente, se traduziu também num acréscimo populacional e urbanístico.
 
A elevação de Alferrarede a freguesia deu-se apenas a 25 de Fevereiro de 1959, muito tarde se considerarmos a antiguidade da sua história anterior a esta data. Passaram-se 50 anos desde esse dia e a Junta de Freguesia de Alferrarede conta já, no seu historial, com um conjunto de grandes personalidades que, em muito, contribuíram para o desenvolvimento desta nobre terra: João Silva Tavares, João Manuel Esteves Pereira, António Correia Pires, Filipe Nortadas Pereira, João Pereira Salvador, José Custódio Porto, Fernando Maria dos Reis, Ernesto Oliveira e Adelino Venâncio .
 
A todos bem haja! E à nobre e sempre leal freguesia de Alferrarede, desejamos muitos e muitos anos de vida!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D