Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

João Carlos Espada - Público de 27-1-2014

(...) É importante recordar que as universidades são das mais antigas instituições da civilização ocidental. Sobreviveram a mudanças de regime, revoluções e contra-revoluções, guerras civis e campanhas de politização de sinal contrário. Onde sobreviveram e sempre que sobreviveram, isso deveu-se a que souberam preservar a sua autonomia e civilidade.

É possível argumentar que essa autonomia foi sendo progressivamente ameaçada à medida que o financiamento das universidades ficou gradualmente mais dependente dos dinheiros públicos – como é o caso dominante entre nós e em vários países da Europa continental. Esta dependência dos dinheiros públicos encoraja o sectarismo. Existindo várias perspectivas em debate, uma das partes recusa a discussão, reclamando do Estado, simplesmente, sempre mais dinheiro aqui e agora.

No entanto, esta é, apenas, a minha opinião particular. Sei que muitos dos meus colegas pensam que a Universidade e a investigação devem ser predominantemente financiadas pelo Estado. Respeito obviamente essa opinião. Mas receio ter de dizer que esses colegas têm uma responsabilidade acrescida na defesa da civilidade do debate actual. O ponto aqui relevante não é o da análise substantiva de políticas para a ciência, onde as opiniões naturalmente divergem. O ponto relevante é a defesa comum, entre colegas com opiniões divergentes, de uma causa comum: a causa da autonomia da Universidade e da civilidade do debate no seu interior.