Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

20190427_225254.jpg

Santana-Maia Leonardo

Não sei se sabem mas é proibido qualquer jogador dos escalões de formação do Barça receber qualquer prémio individual, seja de melhor jogador, melhor guarda-redes ou do que quer que seja em qualquer prova em que participe em representação do clube.

E eu estou 100% de acordo. Quem gosta de prémios individuais vai para o ténis. E em Portugal, este tipo de prémios individuais atingiu uma tal paranóia colectiva que os portugueses, em geral, passarem a ser adeptos de jogadores e não de clubes.

Sabem onde se encontram todos os troféus individuais ganhos por Messi? No Museu do Barça. E porquê? Porque Messi entende que os seus troféus individuais são fruto do esforço colectivo.

Os portugueses sempre detestaram o futebol, ao ponto de hoje terem deixado de ser adeptos de clubes para passar a ser adeptos de jogadores. E se fizerem uma sondagem vão chegar à conclusão que, de um momento para o outro, há mais portugueses adeptos do Atlético de Madrid do que da Juventus... Do Atlético de Madrid são, segundo os últimos dados disponíveis, seis milhões...

E há mesmo cretinos em Portugal que defendem que Messi devia sair do Barça para demonstrar o seu valor, como se o futebol fosse um duelo de pistoleiros e não um jogo de equipas.

No entanto, muitos destes cretinos gabam-se de Eusébio ter feito a sua carreira no Benfica???!!!... Com a diferença que Eusébio não teve opção porque foi do Benfica por imposição do ditador, enquanto Messi é do Barça porque está absolutamente identificado com o clube. Barça e Messi são a mesma coisa e Messi nunca abandonaria o Barça para qualquer outro grande clube europeu porque sabe que isso era uma facada nos adeptos do Barça.

Agora o que eu gostaria de saber era se caso Jorge Sampaio tivesse proibido a saída de CR7 do Sporting, o Sporting tinha ganhado tantas Champions e tantos campeonatos como ganhou o Benfica de Eusébio e o Barcelona de Messi.