Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL



Sábado, 19.10.19

O Derrota de Setúbal e os Lambe-Cus

Santana-Maia Leonardo 

FB_IMG_1571469443521.jpg

Gilberto Carvalho Susana Vieira enviou-me esta foto que mexeu comigo. É como uma pessoa que enviuvou, voltou a casar e refez a sua vida sentimental, e que, por acaso, encontra no fundo de uma gaveta uma foto do grande amor da sua vida.

Eu nasci em 1958 e vivi este tempo em que Vitória e cidade eram UM SÓ, tal como acontece APENAS hoje em Guimarães mas com uma diferença. Setúbal era a terceira maior cidade de Portugal e a mais industrial. Nos jogos do Vitória, era preciso muita coragem para alguém da equipa adversária lá ir assistir ao jogo. E bem podia rezar para a sua equipa não ganhar, caso contrário tinha dificuldade de lá sair vivo. E os clubes do regime eram naturalmente odiados em Setúbal.

Basta recordar que os presidentes da FPF, que controlavam a arbitragem, eram obrigatoriamente por lei de um dos grandes de Lisboa e isso impedia o maior e melhor clube de fora de Lisboa, ou seja, o Vitória de disputar o título.

Esse é o meu clube. Mas infelizmente morreu. Hoje Setúbal e o Vitória estão atulhados de lambe-cus de Lisboa. No tempo do fascismo, resistimos ao poder centralista de Lisboa e à propaganda fascista de querer transformar o Benfica no clube da Nação, o clube representativo do Portugal Glorioso de Salazar. Mas, com o 25 de Abril, as muralhas da cidade ruíram e fomos tomados de assalto pelo Triunvirato romano.

O nosso estádio é hoje bem representativo da Glória do passado e da degradação do presente. E quando ouço presidentes do Vitória, para já não falar de outros LAMBE-CUS que são sócios do Vitória, dizerem que o Benfica é o abono de família do Vitória, tenho de ir vomitar porque só me lembram as mães que defendem e elogiam o senhor rico de Lisboa a quem vendem as suas filhas menores a troco de umas moedas para uns cigarros e uns tintos.

O meu clube e a minha cidade são esses da foto mas infelizmente já morreram. Hoje o único clube e a única cidade com gente com coluna direita e que resiste ao poder hegemónico e centralista de Lisboa e arredores (com o 25 de Abril, o Porto passou a fazer parte dos arredores de Lisboa) é aldeia gaulesa de Guimarães, a única cidade que devia ter o direito de ostentar o nome de Vitória.

Hoje o Vitória de Setúbal devia mudar de nome para DERROTA DE SETÚBAL e os associados que fossem adeptos do Triunvirato deviam ter um cartão de LAMBE-CU, em vez de um cartão de associado.

Peço desculpa pelo meu desabafo mas a foto mexeu fundo comigo e recordou-me os tempos da minha infância e adolescência. Já tinha feito o luto e voltado a casar mas a foto voltou a recordar-me o grande amor da minha vida...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D