Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

clarice_lispector_o_obvio_e_a_verdade_mais_dificil

Quando Rui Santos e muitos daqueles que por aí apregoam, escrevem e defendem que o Benfica, Sporting e Porto deviam descer de divisão, caso aquilo que toda a gente sabe se venha a provar, nunca se interrogaram por que razão isso é impossível de suceder ou por que razão já não sucedeu, face ao que todos sabemos?

Porque se descerem de divisão, a I Liga fica sem clubes e sem adeptos. Os jogos ficam sem espectadores e sem receitas. Quem é que vai querer comprar os direitos televisivos ou outros da liga portuguesa sem Benfica, Sporting e Porto?

Por outras palavras, Benfica, Sporting e Porto podem fazer o que quiserem, inclusive comprar árbitros e subornar jogadores, que nunca vão descer de divisão porque nenhum dos dirigentes que tem direito a voto na Liga e na Federação aceitaria que isso acontecesse, uma vez que todos vivem à conta destes três clubes: dirigentes, treinadores, jogadores, árbitros, televisões, jornalistas, comentadores e, inclusive, os putativos adeptos dos pequenos clubes que, em boa verdade, são adeptos de um destes três.

Ao contrário do que sucede em qualquer liga ou competição europeia, em Portugal, os putativos adeptos dos pequenos clubes só têm interesse que o clube da sua terra jogue na I Liga para poderem ver o Benfica, Sporting e Porto ao vivo na sua terrinha, os únicos clubes que os mobilizam, e a única preocupação dos dirigentes destes pequenos clubes é aumentar a capacidade do estádio ou até mudar de estádio para receber o maior número de adeptos, não do clube da casa, mas do clube adversário.

Portugal só tem três clubes e três clubes é um número manifestamente insuficiente quer para organizar uma verdadeira liga, quer para garantir a integridade da competição. 

Santana-Maia Leonardo