Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

Rexistir.jpg

Caríssimo leitor

Aqui estamos nós, de novo, dez anos depois.

Bem fiz eu em ter voltado para trás, porque, como pode agora constatar, a estrada por onde nos conduziram não tinha mesmo saída.

O problema é que a maioria dos portugueses (e dos europeus) insistiram em prosseguir à desfilada por uma auto-estrada que não levava a parte alguma. Ou melhor, levou-nos ao inferno. 

Durante vinte anos, deixámo-nos liderar por uma geração de plantadores de eucaliptos que, em nome de um individualismo extremo, minou e corroeu todas as nossas raízes. O próprio estado social, ao transferir para o "Pai-Estado" as responsabilidades que antes eram asseguradas pelas famílias e pela comunidade onde estavam inseridas, contribuiu decisivamente para a quebra, inclusive, dos laços de solidariedade familiar.

E como o Estado garantia tudo (protecção na doença, no desemprego e na velhice), vivemos na ilusão de que éramos auto-suficientes e que não precisávamos de ninguém, nem de acautelar o futuro, dedicando a nossa existência a fruir dos prazeres da vida como se fosse essa a nossa única razão de viver.

Ora, este livro é precisamente um regresso às origens, quer do ponto de vista formal (o regresso às sonoridades tradicionais), quer do ponto de vista substantivo (o regresso ao homem social, à alma portuguesa e à santíssima trindade: Pai/Mãe/Filho).

Depois de termos sido (des)governados por uma geração de plantadores de eucaliptos, é chegada a hora de regressar aos plantadores de sobreiros.

Ponte de Sor, 1 de Janeiro 2012