Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

CDU Abrantes

CDU.jpg

Na sequência do indeferimento, por parte do INFARMED, da transferência da farmácia da Bemposta para Alferrarede, a CDU emitiu um comunicado dirigido à população congratulando-se com tal decisão.

Foi com alguma perplexidade que na sessão ordinária da Assembleia Municipal de 14 de Novembro último, assistimos à intervenção do Sr. Presidente da Junta de Freguesia da Bemposta a condenar o referido comunicado.

O incómodo do Sr. Presidente não se prendeu com qualquer inverdade contida no documento, mas sim, segundo o mesmo, pela forma de fazer política da CDU, por falta de lealdade e pelo facto de o comunicado não ter sido assinado, critica que não se entende uma vez que o documento é facilmente identificado através do cabeçalho que exibe!

A CDU esclarece que não sente qualquer dever de lealdade para com o Sr. Presidente de Junta, respeita-o, uma vez que foi democraticamente eleito, mas isso não impede esta força política de expressar a sua opinião sobre qualquer tema em debate.

A CDU tem o dever de lealdade para com aqueles que lhe confiaram o seu voto e julga ter estado à altura do compromisso que assumiu, defendendo os legítimos interesses da população da Bemposta.

É verdade que houve falta de lealdade para com o Presidente da Junta de Freguesia e para com a população da Bemposta mas não por parte da CDU. A obrigação da maioria do executivo camarário PS, perante tal decisão, que caso tivesse sido concretizada teria forte impacto na freguesia, era, no mínimo ter informado e ouvido a opinião do executivo da Junta. Tal não aconteceu. Decidiram aprovar a transferência sem sequer informar os representantes da população, facto que parece não incomodar o Sr. Presidente uma vez que, publicamente, nunca o vimos insurgir-se contra tal. Prefere antes enveredar por manobras de diversão tentando escamotear a realidade. Neste ponto concordamos com o Sr. Presidente, esta não é a forma da CDU fazer política.

Abrantes, 15 de Novembro de 2014