Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

João Carlos Espada - Público de 3-11-2014

Começa amanhã ao jantar, em Londres, o programa Churchill 2015, dedicado às comemorações dos 50 anos da sua morte, a 24 de Janeiro de 1965. (...)

Todos os anos há respostas interessantes, por vezes inesperadas. Mas, este ano, há poucas semanas, um doutorando de um país africano deu uma resposta francamente original.

Churchill queria evitar a revolução — nazi ou comunista”, disse ele, assim mesmo, sem mais explicações. Após alguns minutos de profundo silêncio em toda a sala, ripostei: “O mesmo não poderia ser dito sobre o doutor Salazar?” Após novos minutos de silêncio total, veio a resposta: “Talvez. Mas Churchill evitou a revolução por causa da liberdade e Salazar não conseguiu evitá-la, por causa da falta de liberdade.

Proponho que reflictamos sobre estas sábias palavras do nosso amigo africano. Talvez elas possam trazer sobre todos nós uma atmosfera de tranquilidade, de equilíbrio e de moderação. Sim, cada um de nós tem seguramente causas urgentes de reforma ou de conservação social. Mas, frequentemente, elas chocam. Se quisermos promovê-las uniformemente a toda a sociedade, vamos ofender muita gente que discorda de nós. E eles poderão amanhã fazer o mesmo contra nós — é a ideia de revolução e de contra-revolução que está aqui subjacente.

Há contudo uma alternativa. Em vez de reclamar o poder do Estado para impôr a todos as causas de alguns, podemos todos reclamar a igual protecção da lei e do Parlamento para o livre e pacífico usufruto de cada causa — por parte daqueles que a subscrevem.

Talvez seja esta uma das mensagens de Winston Churchill e do que ele representa: a liberdade ordeira sob a lei, a mais robusta trincheira contra a revolução. (...)

Nós somos Churchillianos. E, por isso, somos livres.