Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Segunda-feira, 23.03.09

FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO ESPECIAL


O Festival Nacional de Teatro Especial vai decorrer, de 23 a 28 de Março, no Cine-Teatro S. Pedro, em Abrantes. A organização é do Centro de Recuperação e Integração de Abrantes.


O FNATES conta com a participação grupos de teatro constituídos por actores com deficiência, oriundos dos mais diversos pontos do país. Este ano o projecto atravessou as fronteiras nacionais e contará com a participação de um grupo de S. Paulo (Brasil).


Este Festival de Teatro inclusivo tem como objectivo promover a troca de experiências, ao nível das instituições de reabilitação e integração, divulgar o trabalho realizado pelos jovens com deficiência na área do teatro e sensibilizar o público para as capacidades artísticas destes actores, procurando vencer a barreira invisível do preconceito social e da discriminação face à diferença.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 15.03.09

ALFERRAREDE, CONTA CONNOSCO!

 por Dora Caldeira

 

No ano em que a freguesia de Alferrarede, a segunda maior do concelho de Abrantes (cerca de 4000 habitantes), celebra as suas Bodas de Ouro, é com tristeza e revolta que constatamos, em pleno século XXI, a falta de saneamento básico em Alferrarede Velha, Barca do Pego e Casal das Mansas (onde os esgotos correm a céu aberto para ribeiras), a falta de iluminação em locais como a estrada de acesso ao CRIA e à Zona Industrial, valas com cheiros nauseabundos mesmo ao lado das residências no Tapadão… Isto para já não falar em Casais de Revelhos onde o avistamento da placa indicativa da terra convive com o cheiro da ETAR instalada à entrada da povoação.
Fazemos nossas as palavras do Ex.mo Sr. Dr Silva Tavares (o nosso primeiro presidente da Junta), na Festa Comemorativa das Bodas de Ouro: «Será que Alferrarede melhorou nestes 50 anos?»
O abandono do centro de Alferrarede, o encerramento da estação dos Correios e as paragens praticamente inexistentes dos comboios na estação de Alferrarede são factos, ocorridos nestes últimos 4 anos, bem demonstrativos de que Alferrarede não só não melhorou como retrocedeu.
A Alferrarede, como todos reconhecem, falta hoje, sobretudo, liderança. Isto é, quem não se conforme com a actual situação e seja capaz de liderar um projecto que torne o presente mais feliz para os idosos e o futuro mais risonho para os jovens, criando as condições necessárias para que aqui se possam estabelecer e investir, quer no plano pessoal, quer profissional.
Esta é, aliás, a única razão por que decidi candidatar-me a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede pelo Partido Social Democrata.
E para terminar, um desejo: que as comemorações das Bodas de Ouro da nossa freguesia que, no passado dia 25 de Fevereiro, contaram apenas com uma centena de convidados, possam contar, brevemente, com a participação de todos os habitantes de Alferrarede.
Parabéns Alferrarede! E Muitos anos de vida! Contem connosco!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 25.02.09

NA HORA DA DESPEDIDA SOCIALISTA

 

O PSD congratula-se pelo facto de o executivo socialista procurar acompanhar a agenda da candidatura social-democrata à Câmara de Abrantes com a aprovação de diversas propostas há muito reivindicadas pelo PSD e, na maior parte dos casos, da autoria do próprio PSD.
 
Referimo-nos, especificamente, aos protocolos de parceria para a Regeneração Urbana de Abrantes e para a criação do Banco Social de Abrantes. Só é pena que o executivo socialista tenha demorado tanto tempo a acordar para dois problemas centrais do concelho e que, só agora pressionada pelo PSD e pelas eleições, tenha iniciado um processo que bem sabe já não irá ser ele a concretizar.
 
Serão, no entanto, dois projectos a que o PSD irá dar continuidade e enriquecer, caso vença as próximas eleições autárquicas (como se espera), tanto mais que foi o seu mentor e defensor. Desta vez, pelo menos, estes dois projectos não irão correr o risco de esbarrar na reconhecida incompetência socialista de os pôr em prática, uma vez que, como tudo indica, irá já ser o PSD a executá-los, após a vitória nas próximas eleições autárquicas.
 
Por sua vez, quanto à Nova Estratégia para a Programação Cultural, recentemente apresentada no edifício Pirâmide, é ela própria o reconhecimento público, como o próprio nome indica, do rotundo falhanço da política cultural do executivo socialista. Com efeito, durante 16 anos, o executivo socialista limitou-se, como tão bem sabe fazer, a esbanjar o dinheiro dos contribuintes em espectáculos culturais destinados aos tais vinte espectadores que, louve-se a devoção, se esforçam por, com a sua presença, minorar o desperdício.
 
Mas a Nova Estratégia para a Programação Cultural, infelizmente, enferma dos mesmos vícios das anteriores estratégias, o que demonstra bem as dificuldades de aprendizagem do actual executivo. Sendo certo que a retirada avulsa de algumas propostas do programa eleitoral do PSD de 2005 apenas põe a nú as gritantes limitações de um executivo mais vocacionado para a reprodução mecânica do que para o raciocínio. E nas questões culturais, exige-se sobretudo que haja, pelo menos, alguém que pense.
 
O PS é, hoje, manifestamente um partido falido de ideias, de pessoas e de projectos. O PS é incapaz de gerar no seu seio qualquer ideia original: ou copia ou encomenda. Pensar é coisa a que é completamente avesso. Felizmente para o concelho de Abrantes, este executivo está de partida.
 
E até para o PS vai ser bom, depois de tanto tempo no poder e de tantos vícios acumulados, uma cura de oposição para renovar e arejar um aparelho socialista (mal) acostumado a viver, há demasiado tempo, à sombra do poder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 16.02.09

VISITA AO CRIA

 

Com a visita ao Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA), na passada 6ª Feira, dia 13 de Fevereiro, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, iniciou um ciclo de visitas às diversas instituições do concelho, para avaliar, no terreno, o trabalho desenvolvido pelas mesmas, auscultar as preocupações e dificuldades por que passam neste momento e anotar as suas sugestões sobre a forma como a autarquia as poderá ajudar.
 
A escolha do CRIA, como de ponto de partida para uma ronda por todas as instituições do concelho, é emblemática de uma candidatura social-democrata e humanista que põe a tónica precisamente na importância das pessoas como princípio e fim de toda a sua actividade política.
 
A visita foi conduzida pelo Ex.mos Senhores Dr. Humberto Lopes, António Roseiro e Eng. Francisco Fernandes, tendo Santana-Maia Leonardo, sido acompanhado por Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD, e Luís Ablú Dias, candidato a presidente da Junta de Freguesia de S. Vicente.
 
O CRIA, sito na Quinta das Pinheiras Zona Industrial de Alferrarede, há muito que deixou de ser apenas uma instituição para crianças portadoras de deficiência. Após mais de trinta anos ao serviço da diferença, a instituição possui hoje uma diversidade de respostas sociais que vão, desde a Formação Profissional ao Centro de Actividades Ocupacionais (CAO), Lar Residencial, mas também a Creche Familiar, o Rendimento Social de Inserção ou mesmo o Programa Alimentar, para citar apenas algumas.
 
Aberto à comunidade, procura integrar a diferença e sensibilizar não só a população, mas também o mundo empresarial para as políticas sociais e para a integração dos seus jovens.
 
No CRIA, com portas abertas à comunidade, podemos encontrar serviços de agricultura (serviços de tractor e desmatação e venda de produtos), jardinagem, serralharia, conservação e restauro de madeira e têxteis.
 
A valorização destas crianças, jovens e adultos passa também pelas terapias informais como a pintura, a dança ou o teatro. Em termos culturais, o FNATES – Festival Nacional de Teatro Especial é já uma referência em termos nacionais. Aproveitamos, desde já, a oportunidade para apelar à população do concelho de Abrantes a assistir ao Festival que, este ano, decorrerá na semana que se inicia no próximo dia 23 de Março, contando com duas sessões diárias: tarde e noite.
 
O trabalho realizado pelo CRIA é a todos os níveis notável e torna-se reconfortante para quem o visita saber que existem instituições como estas, para mais num período onde os valores da solidariedade social são cada vez mais urgentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D