Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Segunda-feira, 03.05.10

ASSEMBLEIA MUNICIAL DE 30/4/10 (extracto IV)

PROMOÇÃO DO DESPORTO E ACTIVIDADE FÍSICA

Intervenção da bancada do PSD

  

Na sociedade contemporânea o desporto e a actividade física têm um papel importantíssimo no desenvolvimento de competências em diferentes domínios, dos quais destacamos os domínios: educativo, social, cultural, saúde e económico. A promoção do desporto e actividade física é hoje, por tudo aquilo que significa, uma forte preocupação do Parlamento Europeu, devendo ser também uma preocupação do Governo da República Portuguesa e dos Municípios. Parece-nos que o reconhecimento da importância do desporto e da actividade física por parte do actual executivo é real e expressa-se na actividade desenvolvida pela Divisão do Desporto e da Juventude.

 

Contudo existe por parte do PSD a forte convicção de que uma política de desenvolvimento desportivo, que se quer sustentada, exige um conjunto de objectivos e medidas pelos quais se deve reger, sendo um instrumento de base para essa sustentabilidade o Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo.

 

No nosso município existe um Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo elaborado em 2000, que definia objectivos e previa medidas até 2006, pelo que consideramos que já devia ter sido elaborado novo Plano, pois já passaram 4 anos do limite temporal definido pelo supra referido Plano.

 

Assim, as questões às quais gostaríamos de obter resposta, são as seguintes: 

 

        1. Neste momento existe um Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo actualizado?

        2. Neste momento existe uma Política Desportiva claramente definida?

 

Ou estamos numa fase, como o Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo de 2000 diagnosticava, em que «constata-se que nunca foi claramente definida uma política para o desenvolvimento das actividades físicas e desportivas no concelho de Abrantes. As iniciativas que têm sido tomadas, são-no de uma forma avulsa e não integradas num sistema coerente e planificado, que nos permita perceber quais os objectivos a alcançar.» (Gonçalves & Mil-Homens de Matos, 2000, p. 35)

 

Termino manifestando ao executivo a disponibilidade do PSD para ajudar a elaborar e desenvolver novas políticas de desenvolvimento desportivo para o nosso concelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 08.01.10

FORMAÇÃO DESPORTIVA

Santana-Maia Leonardo - in Nova Aliança

 

Numa das últimas reuniões da Câmara, votei favoravelmente o regulamento de apoio às associações desportivas, porque tenho a perfeita consciência de que estes apoios são essenciais para a sobrevivência destas associações.
 
No entanto, não posso deixar de registar, mais uma vez, o meu desencanto por constatar que a Câmara continua a olhar para a formação desportiva apenas do ponto de vista competitivo.
 
Para mim, só faz sentido apoiar a formação desportiva, se se colocar a tónica, obviamente, mais na formação do atleta como homem do que na formação do homem como atleta. Era, neste campo, precisamente, que as nossas colectividades se deviam empenhar e procurar a sua verdadeira vocação porque, mais importante do que ganhar campeonatos distritais e da terceira divisão, é formar homens e mulheres com letra grande. E, aqui sim, todo o dinheiro é bem gasto. Não há melhor investimento, nem investimento mais reprodutivo, do que nas infra-estruturas humanas.
 
Por isso, defendo que as Câmaras deveriam, por um lado, aumentar os apoios dos clubes que tivessem a segunda equipa da mesma categoria nos escalões de formação (por forma a incentivar os clubes a servir todos os jovens que querem praticar desporto e não apenas a seleccionar os melhores) e, por outro, penalizar as colectividades cujos dirigentes, treinadores, pais e jogadores demonstrassem má conduta desportiva (dando, assim, um sinal inequívoco de que a ética desportiva era um valor essencial para o município).
 
Se queremos uma sociedade de valores, este é o único caminho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 10.09.09

TORNEIO DE INICIADOS (5 de Setembro)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 12.07.09

DRAGÕES DE ALFERRAREDE

 

No passado dia 27 de Junho, Santana-Maia Leonardo, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Dora Caldeira, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, João Luís Dias e Conceição Amaro, visitou as instalações do Clube Desportivo e Recreativo de Alferrarede (Dragões de Alferrarede), aproveitando a festa de consagração dos campeões do 5º Torneio de Escolinhas (na foto).
 
Os Dragões de Alferrarede é uma colectividade histórica do concelho de Abrantes, tendo sido fundada em 1935. Longe do período áureo em que chegou a disputar o campeonato nacional da 3ª Divisão, continua a ser, no entanto, uma colectividade com ambições e de referência no concelho, com um papel preponderante na área da formação.
 
Santana Maia pôde constatar que o pavilhão continua precisamente na mesma como se encontrava quando ali jogou andebol e voleibol, nos campeonatos interescolares, há mais de 30 anos. Na verdade, já era tempo de o mesmo sofrer uma remodelação e oferecer aos atletas e assistentes melhores condições. Em situação de grande degradação, encontra-se também o salão de festas.
 
Quanto ao campo de futebol, o mesmo apresenta excelentes condições para a prática do futebol. Só é pena não possuir ainda um piso de relva sintética, infra-estrutura que é hoje essencial para a prática da modalidade, designadamente nos escalões de formação, e que uma freguesia com a tradição na modalidade e a população jovem de Alferrarede há muito justificava.
 
Mais uma vez, é patente a falta de apoio a que estas associações estão votadas pela autarquia. Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 22.06.09

QUANTO ÀS PESSOAS

(Discurso de Santana Maia na apresentação dos candidatos do PSD à Câmara Municipal de Abrantes - 9ª parte)
 
As pessoas, na sua individualidade e enquanto titulares de direitos e de deveres, são a razão de ser da minha candidatura e devem ser o princípio e o fim de toda a actividade política. Até as obras só fazem sentido enquanto encaradas nesta dimensão ética, caso contrário, apenas servem para afagar o ego de quem lá coloca a placa com o seu nome, tornando-se para os munícipes actuais e vindouros uma fonte de encargos que lhes reduz a qualidade de vida e lhes dificulta o emprego.
 
Uma das nossas grandes apostas vai ser o lançamento de um conjunto de medidas, envolvendo as escolas, as instituições de solidariedade social e as associações desportivas, culturais e de pais do concelho, com vista a criar uma cultura cívica que valorize e ajude a interiorizar nos jovens os valores da honra, da solidariedade, da liberdade de opinião, do respeito pelos outros…
 
A partir de Outubro, os apoios às colectividades vão estar dependentes, não dos resultados desportivos, mas da conduta desportiva dos seus atletas e dos seus dirigentes. A Câmara apoiará apenas as associações desportivas e culturais que contribuam para formação integral dos jovens, porque, para nós, mais importante do que ganhar campeonatos, é formar homens e mulheres com letra grande. E, aqui sim, todo o dinheiro é bem gasto. Não há melhor investimento, nem investimento mais reprodutivo, do que nas infra-estruturas humanas. (cont.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 18.06.09

CULTURA E DESPORTO

(Discurso de Santana Maia na apresentação dos candidatos do PSD à Câmara Municipal de Abrantes - 5ª parte)
 
Nós não aceitamos que a Câmara gaste mais em programas culturais que servem apenas uma pequena clientela do que em promover os artistas e os grupos da região. A partir de Outubro, Abrantes irá passar a ser o ponto de encontro e de divulgação dos artistas e dos grupos não só do nosso concelho mas também de toda a uma região que Abrantes aspira a liderar e federar.
 
Como apaixonado do desporto e praticante desportivo, não posso calar a minha indignação e revolta pelo facto de o concelho de Abrantes ter tantos campos de relva sintética como campos de basebol. Os autarcas não têm de nos impingir os seus gostos desportivos, à custa do dinheiro dos contribuintes.
 
Se o futebol é o desporto com maior número de praticantes, os campos de relva sintética, no ano 2000, deveriam ser proporcionais ao número de praticantes. Campos de relva sintética ao serviço das associações desportivas, das escolas e de todos os cidadãos, em geral, que gostam de praticar a modalidade.
 
Se o futebol é o desporto nacional, por que razão continua a existir este complexo de esquerda de negar ao povo, em geral, e aos jovens, em particular, nas escolas e nas suas freguesias, a prática do seu desporto favorito, em campos com as condições adequadas? (cont.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 13.06.09

SPORT ABRANTES E BENFICA

 

No dia 4 de Junho, Santana Maia e António Belém Coelho, candidatos do PSD à Câmara de Abrantes, visitou o Estádio Municipal de Abrantes para acompanhar ao trabalho das camadas jovens do Sport Abrantes e Benfica.
 
O Sport Abrantes e Benfica é a filial nº2 do Sport Lisbo e Benfica, tendo sido fundado em 10 de Junho de 1916 por: Francisco Neves, Manuel Luís Ribeiro, João Alves Matias e Raul Campos Petronilho. Trata-se de um clube de formação, não tendo equipas seniores, e tem 425 sócios. Actualmente tem em formação os seguintes escalões: escolinhas, escolas, infantis, iniciados, juvenis e juniores.
 
Trata-se de uma colectividade, constituída por pessoas com elevado espírito cívico, que se tem revelado essencial na ocupação dos tempos livres da juventude e na sua formação ética e desportiva, sendo também uma das grandes referências desportivas da cidade de Abrantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 04.06.09

VISITA ÀS FONTES

 

No dia 20 de Maio, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Tânia Alves, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Fontes, Rui André e Hugo Silva, visitou Fontes, Portela e Maxial. Nas Fontes, visitaram todos os estabelecimentos comerciais, assim como o centro de dia, em fase de construção, da Associação de Solidariedade de Fontes, e o pavilhão desportivo, cuja construção foi iniciada pelo Gruderec (Grupo Desportivo e Recreativo).
 

Como se constatou, é essencial que as obras do centro cia sejam terminadas o mais brevemente possível, pois, sendo a maioria da população idosa, este será um grande apoio para estas pessoas. Por outro lado, é também urgente concluir a construção do pavilhão, infra-estrutura fundamental para ocupação dos tempos livres dos jovens e dos menos jovens da freguesia.
 
Finalmente, no Maxial, visitaram a Associação Unimaxial, que tem prestado um excelente trabalho na dinamização desta localidade. Esta associação já havia sido visitada por Santana Maia no dia 7 de Fevereiro, tendo, na altura, a visita sido conduzida por Luís Lopes, antigo presidente da Associação.
 
Não nos podemos esquecer, também, do potencial turístico da Portela. Este local possui condições naturais para oferecer um turismo de natureza de excelência, faltando apenas as infra-estruturas essenciais de apoio da responsabilidade do município.
 
O isolamento e esquecimento a que está votado esta freguesia pelo município salta aos olhos de quem a visita. O pavilhão e o centro de dia, que ainda se encontram em esqueleto, são bem o exemplo disso, assim como a estrada totalmente esburacada e remendada para o Maxial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 28.05.09

TRAMAGAL SPORT UNIÃO

  

No dia 15 de Novembro de 2008, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD, visitou o campo de futebol e as instalações do Tramagal Sport União, tendo a visita sido guiada por Fernando Agostinho, presidente da direcção.
 
Tramagal Sport União foi fundado em 1 de Maio de 1922, por iniciativa de empregados da Metalúrgica Duarte Ferreira, e nasceu da fusão de dois clubes: o Tramagal Futebol Clube e Desportivo de Tramagal. Esta colectividade disputou, durante muitos anos, o campeonato nacional da 2ª divisão de futebol, chegando a estar a um passo de subir à 1ª Divisão Nacional. Por lá passaram grandes jogadores e treinadores como é o caso de Emídio Graça, Marco Aurélio, Vítor Manuel, Pedra e José Brito.
 
O TSU passa, neste momento, por algumas dificuldades, mas continua a ser uma colectividade fundamental para a juventude tramagalense, mantendo em actividade uma grande quantidade de atletas, quer no futebol, quer no basquetebol. Apesar das dificuldades por que passa a colectividade, a Direcção levou a cabo, com grande esforço financeiro e sacrifício pessoal dos dirigentes, a ampliação e remodelação das instalações dos balneários e gabinetes adjacentes.
 
Pelo seu passado desportivo, que garante a continuidade de um projecto e o entusiasmo pelo futebol, e, sobretudo, pela quantidade de jovens que mantém em actividade, torna-se incompreensível que o campo de jogos não tenha ainda sido dotado de um tapete de relva sintética.
 
Mais uma vez, é patente a falta de apoio a que estas associações estão votadas pela autarquia. Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 23.05.09

VISITA AO CENTRO. C. D. DA AMOREIRA

 

No dia 11 de Janeiro, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado dos vice-presidentes da comissão política concelhia do PSD Emídio Direito e Luís Ablú, assistiu ao jogo de futebol do campeonato do Inatel disputado pelo Centro Cultural e Desporto da Amoreira, visitou as instalações do clube e confraternizou com os jogadores, associados e dirigentes do clube.
 
Esta associação foi fundada em 20/11/1980, por Arsénio Cristóvão, João Afonso, Jorge Barra e Costa, sendo o futebol de 11 a sua principal actividade. Teve a sua génese no Centro Popular de Trabalhadores de Amoreira fundado em 1979 e que teve dois motivos determinantes para a sua criação: o advento do 25 de Abril que proporcionou o aparecimento de uma grande número de associações tanto culturais como desportivas; o elevado número de jovens que residiam em Amoreira e desenvolviam a sua actividade desportiva preferida, ou seja, o futebol, noutras equipas principalmente na Casa do Povo de Rio de Moinhos.
 
Por determinação do INATEL, ao fim de alguns anos, o Centro Popular de Trabalhadores de Amoreira, deu lugar ao actual Centro de Cultura e Desporto de Amoreira. Consta no seu palmarés dois títulos de campeão distrital, nas épocas de 1987/88 e 2001/02, tendo sido diversas vezes campeão de série e duas vezes vice-campeão distrital.
 
Esta candidatura não esquece o esforço tremendo de todos os dirigentes que dedicam os seus tempos livres à causa pública, militando nas diferentes associações do nosso concelho, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 14.05.09

PARABÉNS, PEGO!

Santana Maia - in Nova Aliança

 

 No passado domingo, assisti ao jogo decisivo de subida à Divisão de Honra entre a Casa do Povo do Pego e Assentiz que a equipa da casa venceu por um categórico 3-0. Parabéns, pois, ao Pego, aos seus dirigentes, sócios, adeptos e jogadores por mais esta brilhante vitória da sua equipa de futebol que lhe garante a subida à Divisão de Honra.

 
No entanto, ao entrar naquele recinto desportivo, acabei também por recordar a minha vida de dirigente associativo. E se há coisas que tenho dificuldade em perceber é a total indiferença dos nossos autarcas pela qualidade dos equipamentos desportivos destinados à prática do futebol amador.  
 
Na verdade, se o futebol é, sem qualquer sombra de dúvida, o desporto com mais praticantes e adeptos, como é possível, em pleno século XXI, freguesias como o Pego, Alferrarede, Tramagal, Rio de Moinhos, Mouriscas, Rossio… não terem, pelo menos, um campo de futebol em condições. Ou seja, um campo de relva sintética e balneários condignos?
 
E não me venham falar em falta de dinheiro. Porque se houve dinheiro para mandar fazer aquela estátua ao desperdício à beira Tejo, se houve dinheiro para fazer um campo de basebol e se há dinheiro para atirar pela janela em tanta propaganda, também tem de haver dinheiro para o essencial. E as instalações desportivas destinadas à prática de futebol amador são obra de primeira necessidade. Com efeito, não se combate a droga e a delinquência juvenil só com fóruns para a juventude, palestras e conversa fiada, nem a impingir desportos que a maioria não aprecia, nem pratica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 09.05.09

NÚCLEO SPORTINGUISTA DE ALFERRAREDE

 

O núcleo sportinguista de Alferrarede foi fundado em 29 de Setembro de 1994. A sua principal actividade é o futebol de formação, mas também tem uma equipa de atletismo. No futebol de formação, têm, neste momento, 52 jovens atletas, em escalões de Escolinhas, Escolas e Infantis. No próximo ano desportivo (2009/2010), o Núcleo irá ter mais um escalão: o de Iniciados. Neste momento, a equipa de Infantis lidera o campeonato Distrital.

Entre outras actividades, o Núcleo Sportinguista organiza, com regularidade, visitas ao Estádio Alvalade XXI e à Academia do Sporting, assim como várias excursões por ano aos jogos do Sporting em Alvalade. Este ano, o Núcleo participará nas festas do 50º aniversário da Junta de Freguesia de Alferrarede e nas festas da cidade de Abrantes. Em Junho próximo, estará no encontro anual de núcleos do Sporting, a ter lugar na Figueira da Foz. No primeiro fim-de-semana de Julho, organizará um espectáculo musical denominado  "Gala do Sporting" e, em Setembro, um passeio de BTT. Em Outubro, será a festa do 15º aniversário.
 
Enfim, apesar de se tratar de uma pequena colectividade, é constituída por pessoas com vontade de trabalhar e que, apenas com carolice e com o sacrifício do tempo de lazer, procuram elevar o nome do Sporting Clube de Portugal, alimentando assim a paixão que sentem pelo clube.

As dificuldades residem, como é óbvio, nos escassos recursos financeiros de que dispõe e obriga a puxar pela imaginação para angariar algum dinheiro para as necessidades do quotidiano do núcleo. Recentemente, recorde-se, o Núcleo adquiriu uma carrinha de nove lugares para transportar os seus atletas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 03.05.09

VISITA À CASA DO POVO DE RIO DE MOINHOS

 

No dia 25 de Abril, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou as instalações da Casa do Povo de Rio de Moinhos, onde almoçou com os participantes do IX Passeio de Cicloturismo de Rio de Moinhos. A visita foi conduzida por Rui André, actual presidente da Junta de Freguesia. Acompanharam o nosso candidato Dora Caldeira, Elsa Cardoso e Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD.
 
A Casa do Povo de Rio de Moinhos, sita na Rua Direita, foi fundada em 8/7/1958 e tem, actualmente, quatrocentos associados. O presidente da direcção é Mário Pernadas. As suas principais actividades são de índole cultural, desportiva e recreativa. Tem um Rancho Folclórico, denominado "Os Moleiros", e uma equipa de Futebol de 11 que disputa o campeonato do INATEL, onde já foi campeão, tendo este ano chegado aos quartos de final da competição.
 
No dia 25 de Abril, realizou um passeio de bicicleta desde da aldeia até a vila de Constância com um total de uma centena de ciclistas de todas as idades. De salientar que João Paulo Rosado, o nosso candidato à Junta de Freguesia, também participou (como se pode ver na fotografia). Pelas 13 horas realizou-se um almoço-convívio e de tarde actuou o rancho "Os Moleiros", seguido de um grupo de dança "Dancemania” e de um grupo de acordeonistas. Estes grupos são fruto da dedicação, trabalho e esforço da Casa do Povo de Rio de Moinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 29.03.09

ÁGUA TRAVESSA FUTEBOL CLUBE

 

No dia 11 de Março, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de José Lourenço, candidato a presidente da Junta de Freguesia de Bemposta, e Emídio Direito, vice-presidente da comissão política concelhia do PSD, visitou o campo de futebol e as instalações do Água Travessa Futebol Clube, tendo a visita sido guiada por Nuno Duarte, presidente da direcção.
 
Água Travessa Futebol Clube é uma colectividade com um curto prazo de existência, cuja finalidade é promover o desporto e outras actividades lúdicas na localidade de Água Travessa.A ideia da criação desta associação surgiu no início do Verão de 2002. A localidade de Água Travessa deparava-se com uma monotonia acentuada a nível associativo, em que as ideias para promover actividades desportivas, festivas ou, até mesmo, de ocupação dos tempos livres dos mais novos não eram muitas e as que existiam precisavam de ser reformuladas. Com o futebol sénior parado há alguns anos e com a necessidade de uma intervenção rápida a nível desportivo, eis que surge um grupo de pessoas decidido a dar um novo rumo à situação que se vivia no momento naquela povoação. Assim, depois de muito trabalho e muitos processos burocráticos, conseguiu-se finalmente legalizar o clube no dia 3 de Fevereiro, iniciando-se um novo ciclo.
 
Mais uma vez, é patente a falta de apoio a que estas associações estão votadas pela autarquia. Sendo certo que é difícil fixar as populações nestes lugares quando não dispõem sequer de um polivalente para ocupação dos tempos livres dos residentes. Tudo nestas localidades é arrancado a ferros, fruto da tenacidade e do trabalho de quem aí vive.
 
Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 13.03.09

OS RADICAIS

por Manuel Catarino 

 
“Grande maluco”, “janado”, “má companhia”, são os epítetos menos desagradáveis com que se apelidam jovens com padrões de vida diferentes. Claro que os locais por eles frequentados ou de reunião são pontos de partida para a perdição, a meta corolário destas vivências. Parece que nos esquecemos da geração de sessenta e os confrontos com os costumes, cultura e poderes instituídos. Parece que nos esquecemos que Abril aconteceu porque um estar diferente foi minando as estruturas sociais de então e o poder político não aceitou a diferença.
 
Alguns viventes dessa geração tornaram-se fazedores de ideias e outros governantes. Encontram-se acomodados na vida, olham com satisfação o próprio sucesso e querem impor o modelo que criaram. Venderam a alma, a criatividade, a solidariedade por mais uma casa de férias e uma conta bancária num paraíso fiscal, já que a irreverência se foi esfumando com a idade. Alguns dos filhos copiaram este modelo mas outros recriam o espírito dos papás enquanto jovens.
 
A geração posterior, os jovens de hoje, são os mesmos que levantaram as barricadas nos anos sessenta e destronaram presidentes. Não se revêem nas políticas porque na educação grassa a instabilidade, no trabalho os maus ordenados, a precariedade e insegurança, na justiça a injustiça, no poder a corrupção, em suma, quando olham em redor não gostam do que vêem e sentem que este não é o seu mundo. Outro tanto se passa com a classe média e os mais pobres, que não vislumbram qualquer esperança para os seus anseios e necessidades.
 
Uns, interiorizando a incapacidade de alterar o sistema caem nas drogas ou depressões; outros, os guerreiros, igualmente conscientes que o sistema político criou uma carapaça de auto protecção que não conseguem destruir, juntam-se em tribos ou associações, com perspectivas musicais ou culturais, interesses ou ideologias comuns. Entre estes grupos destacam-se os criados para a prática de desportos radicais, proporcionando um conjunto de actividades galvanizadoras dos jovens.
 
Em Mouriscas, onde existem mais de duas centenas de jovens (só na EPDRA encontram-se cerca de cento e cinquenta estudantes), a Associação Recreativa os Mouriscos centraliza esta sã rebeldia da juventude e canaliza-a para a prática de actividades radicais. E porque estes jovens sabem do que falo, cito de Sibelius: «Não devemos dar demasiada atenção ao que os críticos dizem. Nunca foi erguida uma estátua em honra de um crítico». Parabéns. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D