Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Quinta-feira, 14.04.11

BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DE ABRANTES

Mirante - edição de 14/4/11

 

Autarcas querem mais rigor na selecção das pessoas

a apoiar pelo Banco Alimentar Contra a Fome de Abrantes

 

Os vereadores do PSD na Câmara de Abrantes defendem critérios mais rigorosos para selecção das famílias que recebem apoio do Banco Alimentar Contra a Fome (BACF). Essa posição, expressa na última reunião do executivo camarário, decorre de informações prestadas por alguns munícipes de Tramagal, que terão manifestado a sua indignação aos autarcas por terem assistido à distribuição de alimentos a pessoas que “são vistas diariamente nos cafés a tomarem o pequeno-almoço e a lanchar, recusando-se a trabalhar”.

 

Vivendo nós num momento de grande emergência social, onde o esforço de solidariedade social importa cada vez mais sacrifícios para os doadores e suas famílias, é fundamental que a confiança de que os produtos doados se destinam efectivamente a quem deles precisa não se quebre”, afirmam os vereadores Santana-Maia Leonardo e António Belém Coelho em comunicado.

 

Os autarcas argumentam que a “esperteza saloia” deve “ser combatida por todos os meios”, até porque “as pessoas envolvidas no projecto do Banco Alimentar Contra a Fome não merecem ver o seu esforço solidário ridicularizado por oportunistas, não se lhe podendo obviamente exigir que conheçam com rigor as pessoas que se lhe dirigem”.

 

Considerando que a Rede Social de Abrantes “tem realizado um bom trabalho”, os vereadores sustentam no entanto que é urgente “desenvolver dinâmicas activas que tenham impactos directos numa política social mais equitativa”. Daí questionarem quem decide sobre as famílias a serem apoiadas pelo Banco Alimentar e de que forma participam as assistentes sociais do município nesse processo, atendendo ao facto que a autarquia é a entidade que coordena a Rede Social.

 

Os vereadores social-democratas propõem ainda que a vereadora que coordena a Rede Social, Celeste Simão (PS), agende uma reunião com os responsáveis do Banco Alimentar Contra a Fome de Abrantes visando a criação de uma equipa congregando várias entidades “com o objectivo da partilha de informações sobre as famílias que devem usufruir deste apoio”.

 

Ver post relacionado:

Reunião da câmara de 4/4/11 (III)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 20.10.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 18/10/10 (extracto IV)

PONTO Nº4, 5, 6 e 8 - CENTRO ESCOLAR DE TRAMAGAL, BEMPOSTA, RIO DE MOINHO

E CENTRO DE ACOLHIMENTO DO TEJO - AQUAPOLIS

Declaração de voto (A FAVOR) dos vereadores do PSD 

 

Os vereadores do PSD não podem deixar de aprovar estes projectos, como é óbvio.

 

No entanto, não podemos deixar de chamar a atenção do executivo para a necessidade de se reavaliarem todos os projectos que vão ser apresentados ao QREN, tendo em conta que Portugal se encontra à beira da bancarrota, o que vai obrigar a cortes cada vez maiores nos orçamentos das autarquias, causando-lhes, consequentemente, dificuldades, quer para cumprir os compromissos já assumidos, designadamente com os seus funcionários e fornecedores, quer para fazer a manutenção dos equipamentos e das obras já executadas.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 18.08.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 28/6/10 (acta fls.20 e 21)

ELABORAÇÃO DO REGULAMENTO DO FINSOCIAL

Proposta de deliberação dos vereadores do PSD

 

N° 24 - Proposta de Deliberação dos Vereadores eleitos pelo PSD, referente ao FINSocial, apresentada em 24 de Maio de 2010, que por ser extensa, se anexa à presente acta e se dá por transcrita, propondo designadamente, o seguinte:

 

"1. Deverão os serviços de Acção Social e Saúde elaborar o Regulamento do FINSOCIAL, devendo o mesmo ser abrangente, designadamente: (a) apoiar actividades sociais de carácter pontual; (b) contemplar apoios para a construção e reabilitação de equipamentos, aquisição de mobiliários, material informático, mobiliário e outros bens duradoiros, viaturas e recrutamento de recursos humanos; (c) apoiar na dinamização de congressos, jornadas e outras formações; (d) apoiar a realização de estudos de investigação social nas mais diversas temáticas da acção social e saúde, à semelhança do que acontece em muitos municípios deste país.

 

2, Deverá ainda o referido regulamento ser presente a reunião de Câmara para aprovação e agendado para a próxima reunião de Assembleia Municipal.

 

3. Finalmente, deverão ser levadas a cabo obras de conservação, pintura e limpeza dos edifícios sitos no Tramagal onde decorre o evento DIA MUNDIAL DO DADOR DE SANGUE, assim como do espaço envolvente" (...)

 

Deliberação: Por maioria, com os votos contra dos vereadores eleitos pelo PSD, rejeitada a proposta apresentada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 01.06.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 31/5/10 (extracto II)

MUSEU DO FERRO DO TRAMAGAL

Pedido de esclarecimento dos vereadores do PSD 

 

As boas práticas na área da Cultura e do Património Cultural, aliás, sobejamente defendidas por organizações insuspeitas como a Unesco, advogam que os valores de identidade das comunidades rurais e interiorizadas devem ser potenciados através do seu património histórico-cultural.

 

Só aliando, de forma sustentada, a identidade da verdadeira memória local ao turismo é que se conseguem obter resultados positivos em termo de desenvolvimento cultural para as respectivas comunidades.

 

Isto porque quem nos visita será, certamente, para nos conhecer melhor e compreender a especificidade da nossa história e das nossas tradições.

 

Gostaríamos, por isso, de saber em que situação se encontra o projecto para a criação do Museu do Ferro do Tramagal, defendido no programa eleitoral do PS local, tal como no do PSD?

 

Não seria esta uma aposta mais digna, tendo em conta a importância da antiga Metalúrgica Duarte Ferreira e de todo o seu contributo inovador para a economia portuguesa do século XX?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 31.05.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 31/5/10 (extracto I)

ESTRADA MUNICIPAL S. MIGUEL DO RIO TORTO - TRAMAGAL

Pedido de esclarecimento dos vereadores do PSD 

 

Fomos recentemente informados e alertados para o mau estado do piso de alguns troços da estrada que liga as localidades de S. Miguel do rio Torto e Tramagal, ambas sedes de freguesia do nosso concelho.

 

Deslocámo-nos ao local e pudemos constatar in loco o mau estado do piso, designadamente a existência de sucessivos remendos que ocasionam relevos e desníveis que dificultam a circulação e põem em risco a segurança dos utentes da via.

 

Por outro lado, a estrada não tem as faixas de rodagem delimitadas através da linha branca longitudinal contínua e descontínua, conforme os casos, nem junto às bermas, nem no eixo da via, tornando-se difícil distinguir os limites da estrada, sobretudo para quem circula de noite.

 

Ora, tratando-se de uma estrada que é utilizada diariamente pelos alunos de S. Miguel que frequentam o Agrupamento de Escolas de Tramagal, gostaríamos de saber para quando está programada a intervenção nesta estrada com vista a dotá-la das condições mínimas de segurança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 31.05.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 24/5/10 (acta fls. 7 e 8)

O FINSOCIAL E O DIA MUNDIAL DO DADOR DE SANGUE

Proposta de deliberação dos vereadores do PSD

 

O vereador Santana Maia referiu que a oposição tem o papel de fiscalizar, criticar e propor. Os vereadores eleitos pelo PSD propõem medidas que os membros da Câmara aceitarão, se estiverem a favor, ou, caso contrário, recusarão. (…)

 

O Vereador Belém Coelho referiu que os vereadores do PSD não estão a fazer acusações. É um facto que ainda não há FINSOCIAL e é também um facto que os imóveis necessitam de reabilitação, como a Presidente da Câmara já concordou. (…)

 

O Vereador Santana Maia acrescentou que todas as dúvidas estão a ser postas no local próprio, formalmente e por escrito. E que são colocadas muitas vezes porque tem a noção que nem toda a informação lhes é prestada, razão pela qual surgem dúvidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 25.05.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 24/5/10 (extracto I)

O FINSOCIAL E O DIA MUNDIAL DO DADOR DE SANGUE

Proposta de deliberação dos vereadores do PSD

 

A Associação de Dadores de Sangue da Freguesia de Tramagal foi distinguida pelo Instituto Nacional de Sangue para levar a efeito, no próximo dia 13 de Junho, o DIA MUNDIAL DO DADOR DE SANGUE.

 

Trata-se de um evento de grande responsabilidade e importância, quer pelo acontecimento em si mesmo, quer pelo facto de receber entidades e associações de todo o País, sendo a comparticipação dada pelo Instituto Nacional de Sangue e pelo Governo Civil de Santarém para a organização do evento manifestamente insuficiente.

 

Acontece que, segundo fomos informados, a Câmara recusou ser um parceiro privilegiado na promoção deste evento, tão dignificante para o Tramagal e para o concelho, argumentando que o FINEVENT não tem enquadramento para financiar este tipo de eventos, em virtude de a associação ser uma IPSS.

 

Ora, parece inacreditável que a senhora presidente tenha negado apoio a um evento desta relevância (e que, provavelmente, nunca mais se realizará no Tramagal e no concelho) com este argumento.

 

Então, onde está o FINSocial que tanto apregoou nas reuniões de Assembleia Municipal enos meios de Comunicação Social, após a sua tomada de posse?

 

Pelos vistos, chegada a hora de apoiar as actividades sociais, nem FINEVENT, nem FINSocial.

 

É, pois, natural que os cidadãos do nosso concelho se sintam defraudados nas suas expectativas por quem tinha, como lema de campanha: “Mais resposta Sociais" e " Uma séria aposta na Acção Social".

 

Decorridos quase 8 meses de mandato, quais foram as novas respostas e os novos projectos sociais? Em que se traduz o investimento e prioridades dadas à área Social? Em termos orçamentais quanto se investiu até agora nesta área?

 

Por outro lado, o estado dos edifícios públicos e/ou municipais, assim como os sanitários (dois), instalados na zona onde irá decorrer este evento estão num estado absolutamente degradante.

 

Basta olhar, aliás, para as paredes exteriores do pavilhão desportivo municipal (edifício onde muitas das cerimónias irão decorrer), que necessitam urgentemente de obras de conservação e pintura.

 

Sendo certo que, se estas obras não forem levadas a cabo até ao próximo dia 12 de Junho, todo o país ficará a saber, através da RTP 1, na transmissão que vai levar em directo, neste dia, do Largo dos Combatentes da Grande Guerra, e subordinada à temática do sangue, do absoluto abandono a que foi votado o Tramagal, o que, apesar de ser verdade, nós gostaríamos que não fosse publicitado a nível nacional, em nome da boa imagem do nosso concelho e da Câmara Municipal.

 

Face a exposto, vimos apresentar a seguinte proposta de deliberação, requerendo, desde já, o seu agendamento:

 

        1.   Deverão os serviços de Acção Social e Saúde elaborar o Regulamento do FINSOCIAL, devendo o mesmo ser abrangente, designadamente: (a) apoiar actividades sociais de carácter pontual; (b) contemplar apoios para a construção e reabilitação de equipamentos, aquisição de mobiliários,  material informático, mobiliário e outros bens duradoiros, viaturas e recrutamento de recursos humanos; (c) apoiar na dinamização de congressos, jornadas e outras formações; (d) apoiar a realização de estudos de investigação social nas mais diversas temáticas da acção social e saúde, à semelhança do que acontece em muitos municípios deste país.

 

        2.   Deverá ainda  o referido regulamento ser presente a reunião de Câmara para aprovação e agendado para a próxima reunião de Assembleia Municipal.

 

        3.   Finalmente, deverão ser levadas a cabo, até ao próximo dia 12 de Junho, obras de conservação, pintura e limpeza dos edifícios sitos no Tramagal onde decorre o evento DIA MUNDIAL DO DADOR DE SANGUE, assim como do espaço envolvente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 24.03.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 22/3/10 (II)

CARTA AO MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS

Declaração dos vereadores do PSD

 

Os vereadores do PSD consideram que se devia acrescentar na carta a enviar ao Ministro das Obras Públicas o seguinte: 

 

É totalmente inadmissível, inaceitável e incompreensível que o Governo suspenda o IC 9, uma obra fundamental para o desenvolvimento do interior e para a correcção das assimetrias entre regiões, e mantenha de pé o TGV para Madrid, a terceira travessia do Tejo e o aeroporto de Lisboa, obras megalómanas, deficitárias e absolutamente desnecessárias e que apenas servem para financiar as grandes empresas de construção civil (as mesmas de sempre) e à custa do sacrifício dos contribuintes e pensionistas (os mesmos de sempre).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 09.02.10

REUNIÃO DA CÂMARA DE 8/2/10 (extracto I)

SUSPENSÃO DO IC 9
Declaração dos vereadores do PSD
   
É com grande apreensão que os vereadores do PSD recebem a notícia da suspensão deste itinerário no que respeita ao troço Abrantes – Ponte de Sor e que inclui a travessia do Tejo na zona de Tramagal, que tem vindo a ser reivindicada por populações e instituições há largos anos.
Apesar das promessas, efectuadas pelo próprio primeiro-ministro, a verdade é que estamos perante mais um adiamento sem qualquer horizonte em termos de datas, dado que o próprio ministro das Obras Públicas já declarou que esta suspensão e outras sê-lo-iam por tempo indeterminado.
Esta via, a concretizar-se, seria uma mais-valia para o território concelhio e, para além de valorizar os investimentos já existentes ou em curso, seria também e, sobretudo, mais um factor positivo para a decisão de implementar novos investimentos no concelho.
Esta questão coloca com maior acuidade a requalificação da EN2, no troço que já referimos em reunião anterior (Arrifana - Rossio) e que atravessa a cidade de Abrantes, já que parece ser, a prazo, a única via directa de entrada e saída da cidade a sul.
Continuamos a pensar que é efectivamente necessário efectuar cortes de despesas a nível nacional, mas naquilo que se conclua ser supérfluo e faraónico.
Obras que revistam investimentos de proximidade e que contribuam para que determinadas regiões possam usufruir de factores acrescidos de competitividade, como pensamos ser esta, deveriam ser prosseguidas, pois a sua análise custo/benefício é, sem dúvida, bastante positiva no médio prazo.
Convém ainda referir que, a par deste corte, também os investimentos previstos em PIDDAC vão sofrer redução, uma vez que as verbas destinadas ao distrito de Santarém (onde nos situamos) em PIDDAC irão ser parcas para os investimentos que se esperavam.
Com efeito, dos 62 milhões de euros em 2009, o PIDDAC desce para os 17 milhões, ou seja, menos de um terço, em 2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 15.09.09

TRAMAGAL

Na Vila de Tramagal , quando já falta menos de um mês para as eleições, a receptividade à mensagem desta candidatura foi uma constante.

Não se pode falar da história recente de Abrantes sem se falar do Tramagal.

Hoje em dia o Tramagal, assim como o concelho, espelha o resultado das políticas do actual executivo do PS, sem rumo, sem estratégia, que conduziu a um marasmo e a uma atrofia no desenvolvimento das freguesias do concelho sem precedentes.

As pessoas existem e necessitam de quem olhe por elas e pelo futuro do concelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 29.08.09

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE TRAMAGAL

 

Joaquim Simplício tem 50 anos, é solicitador (curso que concluiu em 1980), presidente da delegação do Círculo de Abrantes da Câmara dos Solicitadores e funcionário da Silvicaima, como técnico jurídico, desde 1988.
 
Foi director do Tramagal Sport União, presidente da Assembleia de Freguesia de S. João, vice-presidente e tesoureiro do núcleo de Abrantes da Cruz Vermelha, vogal do Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Santarém, sendo actualmente tesoureiro do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Santarém. 
 
EFECTIVOS:
Joaquim Manuel Gomes Leitão Simplício, Solicitador, 50 anos
Francisco da Conceição Ferreira Fernandes, Pintor, 53 anos
Telma Patrícia Raimundo de Matos, Bancária, 28 anos
João Manuel Cordeiro Mendes, Soldador, 40 anos
António de Sousa Ferreira, Encarregado Geral, 43 anos
Ana Catarina Marques Aparício, Encarregada de refeitório, 24 anos
Lucília Maria Martins Baião, Professora, 57 anos
Renato José Lopes Brazão, Empresário, 30 anos
Sandra Isabel Carrapeto Guarda Brás, Engenheira Industrial, 31 anos
 
SUPLENTES:
Jorge de Jesus Brunheta, Serralheiro, 48 anos
José Maria Luís, Aposentado, 77 anos
Magda Sofia Ferreira Brás, Operária Fabril, 25 anos
João Rodrigues Brás, Aposentado, 75 anos
Ricardo António Ferreira Padre Santos, Aposentado, 54 anos
Fidélia Costa Godinho Cordeiro Corregedor, Assistente Técnica, 53 anos
Vítor Manuel Silva Caroço, Aposentado, 72 anos
João Manuel de Oliveira, Aposentado, 61 anos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 10.08.09

JOAQUIM SIMPLÍCIO É O CANDIDATO EM TRAMAGAL

 

Joaquim Simplício é solicitador (curso que concluiu em 1980), presidente da delegação do Círculo de Abrantes da Câmara dos Solicitadores e funcionário da Silvicaima, como técnico jurídico, desde 1988. Tem 50 anos de idade e é uma pessoa bastante estimada e dedicada ao Tramagal, a sua terra e de sua família.
 
Humanista e social-democrata, com experiência autárquica e associativa, foi sempre uma pessoa dedicada à vida social e associativa da sua terra e do seu concelho. Foi, nomeadamente, director do Tramagal Sport União, presidente da Assembleia de Freguesia de S. João, vice-presidente e tesoureiro do núcleo de Abrantes da Cruz Vermelha, vogal do Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Santarém, sendo actualmente tesoureiro do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Santarém.
 
Inconformado com a forma como a freguesia do Tramagal foi gerida no último mandato e com a perda de importância relativa que a mesma tem vindo a sofrer ao longo dos últimos anos, Joaquim Simplício reúne as qualidades essenciais (competência, seriedade, dedicação e amor ao Tramagal) para devolver à sua freguesia a visibilidade e o esplendor de outrora.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 02.07.09

VISITA À UNIVERSIDADE TERCEIRA IDADE TRAMAGAL

  

No dia 17 de Junho, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou a Universidade da Terceira Idade de Tramagal (UTIT) e as instalações da ARTRAM (Associação de Reformados do Tramagal). A visita foi conduzida pelas Ex.mas Senhoras Coordenadoras da UTIT Cesaltina Neto e Alcina Tomaz.
 
A Universidade da Terceira Idade de Tramagal foi fundada por Carlos Pereira e Manuel Ferreira, em Maio de 2005, e funciona nas instalações da ARTRAM. Neste momento, tem 80 alunos e 19 disciplinas que são leccionadas, em regime de voluntariado, por diversos professores.
 
A UTIT desenvolve acções que favorecem o acesso de pessoas a novas oportunidades sociais, culturais e educacionais, assentando numa terapia contra o isolamento e a solidão dos aposentados que se manifesta na saúde física e mental de quem a frequenta. Quem visita a UTIT não pode deixar de constatar a grande relevância social do serviço prestado pela associação.
 
Esta candidatura não esquece o esforço tremendo de todos os dirigentes que dedicam os seus tempos livres à causa pública, militando nas diferentes associações do nosso concelho, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município.
 
Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 01.07.09

VISITA À CISTUS

 

No passado dia 23 de Maio, o candidato à Câmara Municipal, Santana Maia, acompanhado por Gonçalo Oliveira, Elsa Cardoso, Ana Dias e Cláudio Machado, visitou as instalações da associação juvenil CISTUS – Associação Juvenil de Apoio ao Desenvolvimento Local, onde foi recebido pelo seu Presidente, Adriano Andrade.
 
Esta visita, inserida num conjunto de visitas que já levou o candidato do PSD à Câmara Municipal à quase totalidade das associações e instituições do concelho, decorreu num ambiente informal, onde, além do plano de actividades da CISTUS, se debateram questões ligadas ao associativismo juvenil, nomeadamente, o papel do município enquanto grande impulsionador das actividades levadas a cabo pelos jovens, como forma de ocupação dos seus tempos livres com qualidade, e do papel do associativismo juvenil na formação dos jovens.
 
Foi feito um balanço, bastante positivo, das actividades desta associação, que conjuga quase na perfeição a pouca disponibilidade dos seus associados, pelo facto de poucos residirem durante a semana no concelho, com o volume de actividades que a CISTUS leva a cabo regularmente e a qualidade destas.
 
A recente visita do Senhor Presidente da República à CISTUS não é mais do que o reconhecer do trabalho desta associação e dos seus membros. De realçar, a procura constante que os seus dirigentes fazem para que algumas das actividades levadas a cabo interajam com toda a população, não se restringindo só aos jovens. Trata-se de mais uma prova da maturidade desta associação, sem dúvida, uma das mais dinâmicas de todo o distrito.
 
O papel que estes jovens tão brilhantemente desempenham na sociedade deve ser um motivo de orgulho e de exemplo para todos.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 29.05.09

SOCIEDADE ARTÍSTICA TRAMAGALENSE

 

No passado dia 23 de Maio, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD, Elsa Cardoso, Anabela Crispim, Ana Dias e Cláudio Machado, visitou as instalações do Sociedade Artística Tramagalense, tendo a visita sido guiada por Carlos Filipe, tesoureiro da direcção.
 
A Sociedade Artística Tramagalense é um colectividade com cerca de mil associados e que teve em Eduardo Duarte Ferreira um dos seus grandes impulsionadores. A cerimónia do lançamento da primeira pedra da sua actual sede ocorreu no dia 31 de Julho de 1955, tendo sido presidida pelo Eng Manuel Duarte Ferreira, presidente honorário da colectividade. As suas principais actividades são de índole cultural e recreativa. Tem um Grupo Coral, um Grupo de Cantares Populares denominado «Rouxinol», um Grupo de Teatro, um Grupo Musical denominado «Renascer» e uma Banda Filarmónica.
 
A direcção fez recentemente um grande esforço financeiro para remodelação da sala de espectáculos, com a substituição do soalho e da iluminação, dotando a sala de excelentes condições para as diferentes actividades artísticas que patrocina. Esta sala de espectáculos tem servido também de apoio às diferentes actividades levadas a cabo pelas escolas, Universidade da Terceira Idade, Fórum Tramagalense, associação CISTUS, etc.
 
A colectividade vive, no entanto, algumas dificuldades que se prendem, essencialmente, com os elevados custos de manutenção para uma associação deste tipo e que ascendem a valor superior a mil euros mensais.
 
Mais uma vez, é patente a falta de apoio a que estas associações estão votadas pela autarquia. Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Setembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D