Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Segunda-feira, 21.03.11

Reunião da câmara de 21/3/11 (extracto II)

POSTO DE BOMBEIROS NA ZONA NORTE

Proposta dos vereadores do PSD

Recebemos, recentemente, uma proposta de deliberação de João Batista Pico, com a qual concordamos e subscrevemos.

Com efeito, situa-se no Norte do concelho a maior mancha florestal e a que mais têm sido castigada pelos incêndios de verão.

Acresce que o risco de incêndio e da sua rápida propagação têm aumentado proporcionalmente ao esquecimento a que esta zona tem sido votada pelo Município.

Na verdade, o despovoamento do território e as más ligações com a sede do município criam as condições para, por um lado, as matas se transformaram em autênticos barris de pólvora, e, por outro, a resposta chegar sempre demasiado tarde.

Sendo certo, como João Batista Pico sempre tem sustentado e com inteira razão, «a albufeira do Castelo de Bode condicionou a vida das populações envolventes com limitações ao uso das suas terras, a bem do "bom ambiente" da pureza da água.

Ora, tudo isso é: UM CUSTO SOCIAL!

Acresce que a referida albufeira é um autêntico "poço de petróleo" da EPAL, filial da poderosa Águas de Portugal.

Com o dinheiro dessa água, a EPAL fala em 200 milhões de euros em investimentos.

Ora, um posto dos bombeiros na zona norte não custaria mais do que cinquenta mil euros em instalações melhoradas e adaptadas, caso se optasse pela escola do Souto ou do Carvalhal, mais 36 salários (6 homens e 2 viaturas em 6 meses de verão), o que representaria 36 mil euros em média de custos de salários e encargos sociais desses 6 bombeiros durante seis meses».

Na verdade, é imoral e injusto que aos proprietários da zona norte sejam impostas limitações ao uso da sua propriedade, em benefício de terceiros e de uma grande empresa, sem que sejam compensados pelas limitações que lhe são impostas.

Pelo exposto e com vista a minimizarem esta situação, os vereadores do PSD vêm apresentar a seguinte proposta, requerendo, desde já, o seu agendamento:

     Criação de um POSTO de BOMBEIROS numa das cinco freguesias do Norte do Concelho, de preferência naquela que for mais central (sugerindo-se, desde já, como localização preferencial o edifício da antiga escola do Souto ou do Carvalhal) e com especial incidência nos meses de Verão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 29.08.09

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO SOUTO

 

Diogo João Ferreira Valentim é o actual presidente da Junta de Freguesia do Souto.
 
Natural e residente no Souto, tem 23 anos e é finalista da licenciatura em Administração Pública.
 
 
 
 
EFECTIVOS:
Diogo João Ferreira Valentim, Técnico Superior de Administração Pública, 23 anos
Carlos Manuel Francisco Natálio, Engenheiro Electrotécnico, 34 anos
Hélder João Santos Quintas, Empregado de Escritório, 35 anos
Maria Fernanda Pires Frade, Administrativa, 48 anos
Carla Fernanda Pires Pedro, Farmacêutica, 26 anos
José Maria Gomes, Aposentado, 67 anos
Fábio Filipe Martins Guia, Engenheiro Civil, 24 anos
 
SUPLENTES:
Maria Helena Batista Soares Dias Nunes, Administrativa, 51 anos
Benvinda Rosa Ferreira Valentim Francisco, Funcionária Pública, 56 anos
Carlos Manuel Pires Pedro, Motorista de Pesados, 48 anos
Francisco Batista Branco dos Santos, Pedreiro, 32 anos
Nuno André dos Santos Martins, Coordenador de Segurança, 26 anos
Maria Teresa Pedro André de Almeida, Auxiliar de Acção Educativa, 36 anos
Luís Manuel Orvalho, Serralheiro, 40 anos
António Francisco Pimenta, Aposentado, 79 anos
Jacinto Filipe Martins, Motorista, 47 anos
Cidalina Maria Batista Pimenta Machado, Doméstica, 39 anos
Jorge Manuel Soares dos Santos, Pintor, 28 anos
Jorge Manuel Rosa Pires, Serralheiro, 28 anos
Carlos Fernando Patrício, Operador de Máquinas, 41 anos
Nélio Pires Pimenta, Vigilante, 39 anos
Antónia Ascensão Pedro Nunes, Doméstica, 54 anos
João António Agudo da Silva Amaro, Empregada de Balcão, 27 anos
Samuel José Jesus dos Santos, Pedreiro, 35 anos
Márcio Miguel André Soares, Servente, 23 anos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 04.05.09

EM DEFESA DA FREGUESIA DO SOUTO

 por Diogo Valentim

 

Neste comunicado, pretendo apresentar a minha recandidatura à Junta de Freguesia do Souto, uma tomada de posição bastante ponderada e equacionada sempre tendo em mente a minha vida pessoal, profissional e as necessidades da freguesia.
Apresento-me novamente, de corpo e alma, ao serviço da nossa da freguesia, que tanto anseia por melhores dias. Não devemos nunca esquecer que o exercício de funções do executivo da junta de freguesia, em prol das necessidades da população, está sempre condicionado perante factor do poder municipal e populacional. Por isso, para ganharmos definitivamente a devida vitalidade para a freguesia, temos que fazer um esforço extra para tentar desmoronar esse “monstro” municipal que tanto nos tem assombrado e limitado.
Com a candidatura do Dr. Santana Maia (PSD) à Câmara Municipal de Abrantes, sei que isso é possível e posso vos dar a minha palavra: chega de desprezo, de desmazelo e de descriminação que esta freguesia tem sofrido ao longo da gestão do Dr Nelson de Carvalho. Não quero e não devemos querer mais do mesmo com a Dr.ª Maria do Céu Albuquerque, pois isso será certamente sinónimo de esquecimento.
A nossa freguesia precisa de ter o fulgor do antigamente. Mas para que isso aconteça, todos nós temos que trabalhar, sejam PS`s, CDS`s, PSD`s, novos ou velhos. Não me conformo com a passividade que, às vezes, constato no nosso seio. Devemos ser pró-activos e dinâmicos, seja na Igreja, na Junta, nas Associações, na nossa actividade profissional, junto da nossa família e dos nossos amigos, pois só assim poderemos devolver à nossa freguesia a devida vitalidade. Não me conformo ao ver os poucos jovens da nossa freguesia serem forçados, digo antes, a serem “expulsos” da sua terra de origem por más políticas a nível de ordenamento do território (PDM), por não terem oportunidades de emprego no seu concelho, por não terem a qualidade de vida necessária para se estabelecerem.
A culpa não pode morrer solteira e este executivo camarário e a sua seita têm de ser responsabilizados por não terem conseguido dar resposta a estes mesmos problemas. Face isto, este executivo tem que se sentar no banco dos réus e ser definitivamente julgado pela população da nossa freguesia e do nosso concelho.
Com efeito, seria inadmissível apoiar aqueles que nunca nos ajudaram e que nos colocaram ainda mais no fundo. Não sou o “Salvador da Pátria” nem irei dar voz aos “Velhos do Restelo”, mas uma coisa posso vos garantir: irei defender-vos de corpo e alma, porque eu sei o que vocês sentem e sei aquilo que vocês querem, tal como eu. Ou seja, uma freguesia dinâmica, rejuvenescida, com oportunidades e, acima de tudo, com qualidade de vida.
É triste mas é a realidade política que temos, numa freguesia onde apenas existem 572 habitantes. Seremos certamente a freguesia da democracia com três listas à junta de freguesia: CDS, PS e PSD. Não sou contra à participação democrática. Sou contra a falta de visibilidade e sensibilidade que os dirigentes políticos têm, pois querem ter o poder à força, custe o que custar, promovendo apenas a desunião na freguesia e quem ficará a perder, como sempre, é a freguesia e as pessoas.
Peço a vossa ajuda, não só sobre a forma de voto em massa na candidatura do PSD, para dar mais força e credibilidade a este projecto e ao seu melhoramento, mas também para participarem nele, seja a nível de composição de listas, seja em sede sugestão de ideias ou criticas construtivas. Quero a participação de todos vós!
Não faço parte da típica classe política, nem quero. Porém, assumo-me como um político da nova geração que pretende romper com os actuais barões e com o actual estado da política, com o qual não consigo compactuar.
Afirmo novamente que esta candidatura tem como objectivo defender os interesses da nossa população, seja o Faustino ou o Manuel. Para mim, acima de tudo, estão as pessoas e irá ser para elas que eu irei servir sempre, tendo em mente o sentido da prossecução do interesse público e das necessidades dos meus conterrâneos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 27.04.09

DIOGO VALENTIM É O CANDIDATO NO SOUTO

 

Diogo João Ferreira Valentim é o actual presidente da Junta de Freguesia do Souto e foi escolhido, por unanimidade, como candidato social-democrata à Junta de Freguesia de Souto, tal como já fora anunciado anteriormente.
Digo Valentim é natural e residente no Souto, tem 23 anos e é finalista da licenciatura em Administração Pública. A grande experiência do Diogo, apesar da sua juventude, quer a nível técnico, quer a nível político, assim como a sua prestação ao longo destes últimos quatro anos, foram decisivos para que o PSD apostasse na recandidatura deste jovem quadro do Souto.
A motivação que o Diogo transporta no exercício do cargo de presidente da Junta, aliados ao reconhecimento da população, tanto nas suas capacidades e no trabalho até agora desenvolvido como nas de todos os elementos que o acompanham no executivo são motivo de orgulho para todos.
Diogo é bem a imagem dos jovens quadros do Norte do concelho que, não se resignando com a desertificação da sua aldeia, lutam com todas a suas forças para inverter esta situação e criar as condições indispensáveis para que a sua freguesia tenha futuro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 19.03.09

TURISMO - ZONA NORTE

 

Tendo como pano de fundo a água e a floresta, envoltos numa morfologia equilibrada, em perfeita harmonia com os monumentos históricos, de interesse nacional, municipal e religioso, tudo conjugado com a gastronomia local e com novos locais de lazer, cremos ser possível criar uma plataforma que vai permitir desenvolver o turismo no concelho de Abrantes.
 
Na Albufeira de Castelo de Bode melhorar-se-á o acesso automóvel ao parque Náutico de Aldeia do Mato, reformular-se-á a envolvente do mesmo e será criado um cais de embarque com acesso fácil a veículos com reboque. Noutro plano pretendemos aumentar a oferta do alojamento municipal, e procurar-se-á parcerias com habitantes locais de forma a evitar ao mínimo os efeitos da sazonalidade do local.
 
No Souto, urge criar um roteiro turístico, que tenha como base o património religioso desta freguesia e das limítrofes. É intenção promover parcerias com as associações locais para criar um local onde os turistas possam conhecer a história da freguesia e desfrutar de um momento lúdico em perfeita harmonia. A dinamização de um espaço existente, num local onde se encontrasse uma secção museológica e uma outra lúdica, permitiria oferecer um espaço diferente ao público, e ao mesmo tempo envolver os locais na dinamização deste espaço. Também aqui criar-se ia um acesso automóvel à Albufeira do Castelo de Bode.
 
Em Fontes potenciar-se-á, em parceria público-privada a criação de acesso automóvel à Albufeira, onde será instalado um cais, onde funcionará um serviço de barco turístico, com ligações a Aldeia do Mato e ao Souto.
 
Ainda no que diz respeito à zona da Albufeira, será criado um novo pólo turístico, com um estabelecimento de restauração, aliado a uma loja de produtos típicos e artesanato local, a instalar num local com possua uma vista e uma localização privilegiada.
 
Para promover todos estes locais será desenvolvido um website, um panfleto, um slogan e uma campanha agressiva e constante em locais especificamente vocacionados para o efeito. Também será instalado um posto de informação turística descentralizado.
 
A floresta também será alvo de atenção, com a criação de percursos pedonais, para bicicletas, e outros para motos.
 
Neste campo, será criado um gabinete que, entre outras funções, dará apoio especializado aos privados, para que estes mais facilmente possam investir, criando estabelecimentos de turismo rural ou ecológico.
 
Será feita uma aposta séria na exploração das potencialidades inerentes às características rurais desta zona, como grande atractivo ao lazer e ao descanso no seio da natureza.
 
Em simultâneo, e tendo em conta a reduzidíssima oferta hoteleira do concelho, iremos protocolar ligações regulares entre a cidade e todas as freguesias do norte do concelho, fins-de-semana inclusive. Também será criada uma plataforma com os agrupamentos escolares para divulgar esta zona do concelho e todas a suas potencialidades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 04.03.09

PROGRAMA DO TURISMO - ZONA NORTE

 

No passado dia 28 de Fevereiro, a candidatura do PSD à Câmara de Abrantes promoveu uma visita de trabalho às freguesias de Fontes, Souto e Aldeia do Mato, para poder constatar no terreno a realidade vivida nestas freguesias. A acompanhar o candidato do PSD à Câmara Municipal, Santana-Maia, esteve Pedro Passos Coelho, os deputados Miguel Relvas e Vasco Cunha, e os presidentes das Juntas de Freguesia de Aldeia do Mato, António Cruz, e do Souto, Diogo Valentim.
 
Esta jornada de trabalho culminou com a apresentação das linhas programáticas que a candidatura propõe para o sector do Turismo, no que respeita à zona norte do concelho. Abrantes e, em especial, toda a zona abrangida pela albufeira do Castelo e Bode são dotadas de um potencial turístico único. O PSD defende uma política sustentada nos elevados recursos naturais que esta zona detém.
 
Apesar disso, os sucessivos executivos camarários socialistas têm votado estas freguesias ao mais triste e absoluto desprezo e esquecimento. E para constatar isto mesmo, basta olhar para a outra margem da albufeira.
 
O PSD não se conforma com esta situação. Por um lado, as pessoas destas freguesias merecem melhor sorte, merecem uma estratégia turística que as envolva e que lhes permita atingir um nível de vida adequado às suas legítimas expectativas. E, por outro, o concelho de Abrantes precisa urgentemente de rentabilizar e potenciar a sua margem da albufeira do Castelo do Bode, que é, sem qualquer sombra de dúvida, um dos seus principais recursos turísticos.
 
O PSD de Abrantes não só acredita que a actual e triste realidade pode ser alterada como irá contribuir decisivamente para a sua alteração, mal assuma os destinos da autarquia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 28.02.09

PROGRAMA DA VISITA DE PASSOS COELHO

 

ASSUNTO:
Visita às Freguesias de Fontes, Aldeia do Mato, e Souto
Palestra sobre o Turismo e as Ruralidades
 
PRESENÇAS:
Dr. Pedro Passos Coelho
Dr. Santana-Maia – Candidato do PSD à CM de Abrantes
Dr. Miguel Relvas – Deputado e Coordenador Autárquico

 

28 Fevereiro 2009

 

Programa da Visita 

Hora
Local
Tema
11H00
Fontes – Miradouro
Visita
12H00
Aldeia do Mato – Parque Náutico
Visita e
Conferência de Imprensa
12H45 – 14H00
Carvalhal
Almoço
14H15
Souto – Sede da Junta
Recepção
14H30
 
Início da Palestra
15H45
 
Fim da Palestra

 Programa da Palestra 

Hora
Orador
Tema
14H30
Diogo Valentim
Boas Vindas
14H35
Gonçalo Oliveira
Balanço da visita
14H40
Miguel Relvas
 
14H45
Santana-Maia
Propostas programáticas
15H00
Pedro Passos Coelho
Turismo e Ruralidade
15H30
Público
Questões

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 26.02.09

PEDRO PASSOS COELHO VISITA O CONCELHO

 

Pedro Passos Coelho vai acompanhar Santana Maia, o candidato do PSD à Câmara de Abrantes nas próximas eleições autárquicas, numa visita a três freguesias do concelho, no sábado, 28 de Fevereiro.

A visita começa às 11 horas, na freguesia de Fontes, junto ao miradouro, seguindo depois para o parque náutico de Aldeia do Mato.

Depois de um almoço no Carvalhal, a comitiva do PSD será recebida na sede da Junta de Freguesia do Souto, onde,
pelas 14h30, terá início uma palestra sobre “o turismo e as ruralidades”.
 
Os oradores são Santana Maia, Pedro Passos Coelho, Miguel Relvas, coordenador autárquico do PSD, e outros responsáveis locais do partido.
 
in O Ribatejo de 26/2/2009

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Setembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D