Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

REGULAMENTO DE APOIO A ESTRATOS SOCIAIS DESFAVORECIDOS   Pedido de esclarecimento dos vereadores do PSD     Os vereadores do PSD consideram absolutamente injustificável e inadmissível que a Câmara de Abrantes entre num ano que toda a gente reconhece de grande emergência social sem ter ainda em vigor o regulamento de apoio a estratos sociais desfavorecidos, um instrumento essencial para minimizar os efeitos terríveis para uma grande parte da população portuguesa (a mais pobre) (...)
PONTO Nº16 – RENDAS EM ATRASO DE MUNÍCIPE Declaração dos vereadores do PSD    Tendo em conta a acta ser um documento público, os vereadores do PSD consideram que deve ser omitido o nome do arrendatário na informação, para evitar expor-se, na praça pública, as dificuldades económicas em que vive o arrendatário, sem que o mesmo tenha dado o consentimento.
BANCO SOCIAL E REGULAMENTO DE APOIO A ESTRATOS SOCIAIS DESFAVORECIDOS Proposta de deliberação dos vereadores do PSD   N° 26 - Proposta de Deliberação dos vereadores eleitos pelo PSD, referente ao Banco Social, apresentada em 07 de Junho de 2010, que por ser extensa, se anexa à presente acta e se dá por transcrita, propondo designadamente, o seguinte:   "Assim sendo, no âmbito da celebração do Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social, vimos apresentar a (...)
BANCO SOCIAL Requerimento dos vereadores do PSD   Dora Caldeira, eleita pelo PSD para a Assembleia de Freguesia de Alferrarede, deu-nos a conhecer uma situação que nos deixou absolutamente sem palavras, para mais no ano europeu contra pobreza e a exclusão social.   O nome da pessoa em causa não deve, no entanto, ficar identificado na acta da reunião da Câmara, porque consideramos que, quer nos casos de situação  de pobreza, quer nos casos que respeitem à vida íntima dos (...)
09 Mar, 2009

AS NOVAS VÍTIMAS

por Manuel Catarino   Como não me reconhecia qualidades para a elaboração de escritos profundos, escrevi umas quantas palavras, em dois ou três textos, sobre algumas injustiças que se me foram deparando na minha vivência em Mouriscas. Mas, como tenho visto uma abordagem quase quotidiana do “coitaditismo” nacional, que tudo justifica a bem das convergências ou pela incapacidade de (...)
08 Fev, 2009

AJUDAR QUEM? (II)

  «Quando há fundos à disposição dos pobres, dos desempregados, dos marginalizados e dos excluídos,assim como quando há recursos orientados para o desenvolvimento, as perguntas que logo surgem ao espírito são conhecidas. Será que esses recursos chegam realmente onde importam? (…)Há muitos anos que se sabe que grande parte desses fundos fica pelo caminho Trabalhos muito sérios das (...)
07 Fev, 2009

AJUDAR QUEM? (I)

  «A administração deveria ter já organizado acções excepcionais que fizessem bem aos desempregados e aos pobres, mas que garantissem uma qualquer utilidade social. Áreas não faltam. Apoio aos lares de idosos, acompanhamento de velhos e doentes, cuidados de crianças em creche. Transporte e deslocação de pessoas carenciadas. Limpeza, reparação e manutenção do património. Classificação (...)
 por Rui André  «Apelo  aos  representantes  da  comunidade  internacional  ao mais  alto nível... para que adoptem um objectivo que vise diminuir para metade o número de pessoas que vivem na pobreza absoluta, até 2015.» Kofi Annan, Relatório do Milénio  A luta contra a Pobreza e a exclusão social deve ser uma das prioridades de qualquer governo. No entanto, as regras devem estar (...)