Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

COLUNA VERTICAL


Sexta-feira, 11.09.09

Visita a Alvega, Casa Branca e Monte Galego

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 07.09.09

CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE VALE DAS MÓS

 

 
 
No dia 22 de Agosto, Santana Maia, Belém Coelho, Elsa Cardoso (candidatos do PSD à Câmara de Abrantes), Manuela Ruivo (candidata a presidente da assembleia Municipal), acompanhados por Joaquim Bairrão, candidato a presidente da Junta de Freguesia de Vale das Mós, e de vários elementos da sua lista, visitaram o Centro Social Paroquial de Vale das Mós. A visita foi guiada pelo Padre Manuel Mendonça, presidente desta instituição, pelo vice-presidente da Direcção e nosso candidato Junta de Freguesia, Joaquim Bairrão e pela simpática e atenta presença do sr. Mateus, presidente do Conselho Fiscal.
 
O Centro foi fundado há cerca de 27 anos, por iniciativa do Sr. Cónego José da Graça, e possui, actualmente, três valências: Centro de Dia, Creche e Jardim de Infância ,possuindo uma sala de 25 lugares.
 
 Esta instituição apoia cerca de 100 utentes no seu total, sendo que 65 constituem Apoio Domiciliário, 16 a 17 estão na Creche e 14 no Centro de Dia. A Creche e o Jardim de Infância têm acordo com a Segurança Social mas apenas para 13 crianças. 
 
 A Creche e o Jardim de Infância servem crianças da Concavada, Alvega, S. Facundo, Barrada, e Vale de Zebrinho., enquanto que o Apoio Domiciliário abrange idosos de Vale das Mós, Bemposta, Brunheirinho, Água Travessa, Vale da Horta, Foz e Chaminé. Para o transporte dos utentes, o Centro dispõe de uma carrinha de 9 e outra de 16 lugares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 10.08.09

MUITOS PARABÉNS, ACATIM!

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
No passado dia 8 de Agosto, Santana Maia, candidato a presidente da Câmara, acompanhado por Belém Coelho, número dois da lista à Câmara Municipal, Manuela Ruivo, candidata a presidente da Assembleia Municipal de Abrantes, e Manuel Catarino, candidato a presidente da Junta de Freguesia de Mouriscas, participaram num almoço de aniversário da ACCATIM, tendo, em seguida, visitado as instalações actuais e as obras de ampliação para a valência de lar de idosos.
 
Para além do convívio com utentes daquela Instituição e com muitos mourisquenses presentes, puderam, assim, inteirar-se das realizações, ambições e dificuldades sentidas pela ACCATIM para conseguir responder às muitas solicitações que recebe.
 
Santana Maia reiterou que a sua candidatura advoga uma Autarquia mais solidária e mais actuante para com todas as instituições de carácter social e, como tal, poderão contar com ele e com a sua equipa para o que for institucionalmente possível e necessário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 15.07.09

VISITA A ÁGUA DAS CASAS E VALE DE AÇOR

 

No dia 12 de Junho, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado por Belém Coelho, visitou as localidades de Águas das Casas, Vale de Açor e Fontes. A visita foi guiada por Tânia Alves, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Fontes.
 
Santana Maia pôde constatar o grande isolamento e esquecimento em que estas populações sobrevivem. O estado deplorável das estradas (se é que se podem chamar estradas) é, aliás, bem demonstrativo do total esquecimento a que estas populações estão votadas por parte da Câmara de Abrantes.
 
Uma autêntica vergonha! Em pleno século XXI, é totalmente inadmissível que se deixem ao abandono aglomerados habitados, sobretudo, por pessoas idosas desta forma. Até a água das fontes lhes tiraram!... É revoltante! Um autêntico escândalo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 02.07.09

VISITA À UNIVERSIDADE TERCEIRA IDADE TRAMAGAL

  

No dia 17 de Junho, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou a Universidade da Terceira Idade de Tramagal (UTIT) e as instalações da ARTRAM (Associação de Reformados do Tramagal). A visita foi conduzida pelas Ex.mas Senhoras Coordenadoras da UTIT Cesaltina Neto e Alcina Tomaz.
 
A Universidade da Terceira Idade de Tramagal foi fundada por Carlos Pereira e Manuel Ferreira, em Maio de 2005, e funciona nas instalações da ARTRAM. Neste momento, tem 80 alunos e 19 disciplinas que são leccionadas, em regime de voluntariado, por diversos professores.
 
A UTIT desenvolve acções que favorecem o acesso de pessoas a novas oportunidades sociais, culturais e educacionais, assentando numa terapia contra o isolamento e a solidão dos aposentados que se manifesta na saúde física e mental de quem a frequenta. Quem visita a UTIT não pode deixar de constatar a grande relevância social do serviço prestado pela associação.
 
Esta candidatura não esquece o esforço tremendo de todos os dirigentes que dedicam os seus tempos livres à causa pública, militando nas diferentes associações do nosso concelho, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município.
 
Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 16.06.09

QUANTO AOS IDOSOS

(Discurso de Santana Maia na apresentação dos candidatos do PSD à Câmara Municipal de Abrantes - 3ª parte)
 
Abrantes é hoje um concelho envelhecido, sem que existam, no entanto, quaisquer perspectivas de rejuvenescimento, a não ser que seja feita uma inflexão na orientação das políticas sociais levadas a cabo pela autarquia.
 
A solidariedade social tem de ser encarada, cada vez mais, e agora em especial, fruto da conjuntura actual, como uma pedra basilar no desenvolvimento da nossa sociedade. Neste momento, temos a obrigação de intervir em matérias que não são da competência da autarquia, mas que, face à demissão do Governo e à total falência das suas políticas, cabe-nos nós encontrar soluções para os problemas da exclusão social, da pobreza e da terceira idade.
 
Agora o que também não é aceitável por parte de uma autarquia que ainda por cima tem o descaramento de se auto-denominar de socialista é que prefira gastar dezenas de milhares euros num escultura à beira Tejo do que gastar uns trocos na conclusão das obras do centro de dia das Fontes, uma freguesia que tão necessitada está de uma infra-estrutura deste tipo.  
 
No que diz respeito à Saúde, a falta de médicos nas extensões de saúde de todo o concelho é um problema que se vai agravar e que irá atingir, sobretudo, as pessoas e as freguesias do concelho mais desfavorecidas e envelhecidas. Temos, por isso, a obrigação de ajudar a encontrar soluções para minorar este grave problema.
 
Defendemos, por conseguinte, a criação, de imediato, de uma rede de transportes, municipais ou contratados pelo município, para transportar e acompanhar os mais idosos nas deslocações extraordinárias que terão de fazer enquanto o problema perdurar. Esta é uma prioridade. (cont.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 04.06.09

VISITA ÀS FONTES

 

No dia 20 de Maio, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Tânia Alves, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Fontes, Rui André e Hugo Silva, visitou Fontes, Portela e Maxial. Nas Fontes, visitaram todos os estabelecimentos comerciais, assim como o centro de dia, em fase de construção, da Associação de Solidariedade de Fontes, e o pavilhão desportivo, cuja construção foi iniciada pelo Gruderec (Grupo Desportivo e Recreativo).
 

Como se constatou, é essencial que as obras do centro cia sejam terminadas o mais brevemente possível, pois, sendo a maioria da população idosa, este será um grande apoio para estas pessoas. Por outro lado, é também urgente concluir a construção do pavilhão, infra-estrutura fundamental para ocupação dos tempos livres dos jovens e dos menos jovens da freguesia.
 
Finalmente, no Maxial, visitaram a Associação Unimaxial, que tem prestado um excelente trabalho na dinamização desta localidade. Esta associação já havia sido visitada por Santana Maia no dia 7 de Fevereiro, tendo, na altura, a visita sido conduzida por Luís Lopes, antigo presidente da Associação.
 
Não nos podemos esquecer, também, do potencial turístico da Portela. Este local possui condições naturais para oferecer um turismo de natureza de excelência, faltando apenas as infra-estruturas essenciais de apoio da responsabilidade do município.
 
O isolamento e esquecimento a que está votado esta freguesia pelo município salta aos olhos de quem a visita. O pavilhão e o centro de dia, que ainda se encontram em esqueleto, são bem o exemplo disso, assim como a estrada totalmente esburacada e remendada para o Maxial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 25.05.09

DIA NACIONAL DAS UNIVERSIDADES SENIORES

 

Com a organização da UTIA - Universidade da Terceira Idade de Abrantes, comemorou-se, no dia 21 de Maio no Cine-teatro de Abrantes, o Dia Nacional das Universidades Seniores.
 
Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de Elsa Cardoso e Rui André, esteve presente e pôde sentir o empenho e a alegria transmitidas pelos participantes deste grande evento cultural.
 
A todos aqueles que não puderam estar presentes e em homenagem a todos os participantes do evento, editámos um vídeo do acontecimento que poderá ver clicando em:
 
Dia nacional das universidades seniores
 
Para mais informação sobre a Universidade da Terceira Idade de Abrantes, poderá ler o nosso post, clicando em:
 
Visita à Universidade da Terceira Idade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 19.05.09

VISITA À UNIVERSIDADE DA TERCEIRA IDADE

 

No dia 19 de Maio, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou a Universidade da Terceira Idade de Abrantes. A visita foi conduzida pela Ex.ma Senhora Dr.ª Maria do Rosário Chambel.
 
A Universidade da Terceira Idade de Abrantes, sita na Rua Actor Taborda nº15, foi fundada no dia 4 de Maio de 1998, através da iniciativa da Palha de Abrantes e da TAGUS. Após três anos de funcionamento a UTIA tornou-se independente e constitui-se como associação, com estatutos e órgãos sociais autónomos em 10 de Maio de 2001.
 
A UTIA desenvolve acções que favorecem o acesso de pessoas a novas oportunidades sociais, culturais e educacionais, assentando numa terapia contra o isolamento e a solidão dos aposentados que se manifesta na saúde física e mental de quem a frequenta.
 
Quem visita a UTIA não pode deixar de constatar, por um lado, a grande relevância social do serviço prestado pela associação e, por outro, a falta de condições em que a associação trabalha e que exigia uma maior atenção da autarquia. Com efeito, sendo a solidão dos aposentados um dos grandes dramas sociais dos nossos dias, exigia-se da autarquia uma (muito) maior sensibilidade e apoio a este tipo de associações e iniciativas.
 
Esta candidatura não esquece o esforço tremendo de todos os dirigentes que dedicam os seus tempos livres à causa pública, militando nas diferentes associações do nosso concelho, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.
 
No próximo dia 21 de Maio, a UTIA comemora o dia nacional das universidades seniores, com um desfile de universidades e suas bandeiras e estandartes, às 10H30, e um programa cultural a desenvolver no teatro S. Pedro, com início às 15H, com a actuação do grupo Cavaquiarte (da UTIA) e encerramento às 18H00 com a actuação da Tuna da Amizade (da UTIA).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 23.04.09

VISITA À ACATIM

 

No dia 18 de Abril, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou as instalações da ACATIM – Associação Comunitária de Apoio à Terceira Idade de Mouriscas para se inteirar do trabalho desenvolvido e partilhar das preocupações das comunidades onde se inserem.
A visita foi conduzida por Manuel Catarino, candidato do PSD à Junta de Freguesia de Mouriscas, que pertenceu aos corpos gerentes da associação até há pouco tempo, em virtude da impossibilidade dos elementos da direcção estarem presentes. Acompanharam o nosso candidato António Belém Coelho, Rui André, Anabela Crispim, Amadeu Bento e Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD.
Santana Maia teve, também aqui, a oportunidade de conviver com alguns idosos e relembrar com eles momentos da sua juventude em Mouriscas, aquando das suas visitas ao seu saudoso e querido tio Dr João Santana Maia. Na visita guiada, conversou com as funcionárias e constatou mais uma vez que estas associações prestam um serviço de qualidade superior, com o permanente sacrifício e empenho destas senhoras e igual envolvimento das respectivas Direcções. São estas Direcções, com a sua disponibilidade e trabalho desinteressado, que dão respostas que caberiam ao estado. Sendo certo que o executivo socialista, para além de não ter tido o mínimo gesto de boa vontade para com esta instituição, ainda lhe criou vários entraves ao seu desenvolvimento
Lá fora, uma nova estrutura em betão traduz esta dinâmica de desenvolvimento com a construção de um novo módulo, disponibilizando 30 camas em 20 quartos, Quando em 1991, no Lugar das Aldeias, numa zona agrícola e relativamente perto do centro da freguesia de Mouriscas, se deu início à construção do Centro de Dia, cujos custos ultrapassaram os 120.000 contos (600.000 euros) e tiveram a comparticipação de 32.500 contos (162.500 euros) da Segurança Social, ninguém pensaria que novamente o povo de Mouriscas iria ser chamado a ajudar numa obra que custará acima de 1.000.000€ e que o Estado comparticipa com cerca de 600.000€.
A ACATIM, recorde-se, foi fundada em 1983, por iniciativa de um grupo de mourisquenses alguns dos quais se encontravam emigrados e que viam os progenitores sem amparo.
A relevância desta associação na freguesia de Mouriscas mede-se não só pelos serviços que presta – uma taxa de ocupação média de 20 utentes em Centro de Dia e 40 em Apoio domiciliário -, como pelos 15 postos de trabalho. Estes garantem um ordenado constante em outras tantas famílias, sendo a esperança de uns 20 novos empregos, com a concretização do novo Lar, uma expectativa de muitas das desempregadas.
E é precisamente a certeza da importância destes investimentos, tanto para os idosos como na concretização de empregos estáveis, dirigidos portanto para a resolução dos problemas das pessoas, que determinam a prioridade destas visitas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 26.03.09

ASSOC. S. SOCIAL E PRÓ-CULTURA SILVA LEITÃO

 

No dia 11 de Março, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, acompanhado de José Lourenço, candidato a presidente da Junta de Freguesia de Bemposta, e Emídio Direito, vice-presidente da comissão política concelhia do PSD, visitou a Associação de Solidariedade Social e Pró-Cultura Professor Silva Leitão, tendo a visita sido guiada por José Gomes, presidente da Direcção, e Cátia Rodrigues, assistente social.
 
Esta Associação foi fundada em Julho de 1999, tendo iniciado a sua actividade em 2003, por iniciativa das filhas do professor Silva Leitão que doaram o terreno e financiaram o projecto. A Associação surge com o objectivo de servir a comunidade, sendo a sua actividade direccionada para os idosos, crianças e pessoas vulneráveis e/ou desfavorecidas. A Associação tem, neste momento, as seguintes valências: Centro de Dia, Apoio Domiciliário (idosos e carenciados) e Actividades de Tempos Livres (crianças a partir dos seis anos de idade), sendo as primeiras exclusivas dos associados e a última aberta a toda a população da freguesia.
 
Da análise final, constatou-se o pouco interesse que esta instituição suscita no executivo camarário. A falta de sensibilidade social é, aliás, uma das grandes pechas do actual executivo camarário. Com efeito, é manifesto que as políticas centradas nas pessoas são pouco motivadoras para o actual executivo.
 
Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 24.03.09

CENTRO SOCIAL INTERPAROQUIAL DE ABRANTES

 

No dia 4 de Março, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou o Centro Interparoquial de Abrantes (creche, ensino pré-escolar, serviço domiciliário e Casa de S. Miguel), para se inteirar do trabalho desenvolvido, auscultar as preocupações e dificuldades por que passa neste momento e anotar as sugestões da sua direcção sobre a forma como a autarquia as poderá ajudar.
 
A visita foi conduzida pelos Ex.mos Senhores Cónego José da Graça e pelos Ex.mos Senhores Bragança (director), Fátima e Ana Silva (responsável pela Casa de S. Miguel). Acompanharam o nosso candidato Dora Caldeira, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD e Emídio Direito, vice-presidente.
 
O Centro Social Interparoquial de Abrantes começou a germinar a 13 de Dezembro de 1947, quando o Rev. Padre Albano Vaz Pinto, Pároco da Freguesia de S. João, constatou haver necessidade de defender as crianças em idade pré-escolar do efeito nefasto da rua e de as compensar da sua sub-alimentação. A 17 de Maio de 1948 foi inaugurada oficialmente esta instituição.

As primeiras instalações foram a sacristia da igreja de S. João, tendo posteriormente passado por diferentes localizações até se fixar, em Setembro de 1998, em sede própria, na Rua Cidade de Parthenay, junto ao Bairro da Encosta da Barata. As actuais instalações foram inauguradas oficialmente a 15 de Setembro de 1999, tendo à frente o Cónego José da Graça como principal orientador. Presentemente, o Centro Social tem 5 valências: Creche, Ensino Pré Escolar, Serviço de Apoio Domiciliário, Projecto Homem, Centro de Acolhimento Temporário de crianças em risco (Casa de S. Miguel).
 
Da análise final, constatou-se o pouco interesse que esta instituição suscita no executivo camarário. A falta de sensibilidade social é, aliás, uma das grandes pechas do actual executivo camarário. Com efeito, é manifesto que as políticas centradas nas pessoas são pouco motivadoras para o actual executivo.
 
Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município. Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa. 
 
O testemunho do trabalho desenvolvido nesta instituição fez com que Santana Maia desse a sua palavra de que, caso o PSD vença as próximas eleições autárquicas (como se espera), as instituições de solidariedade social do concelho poderão contar com um presidente e uma vereação empenhados em apoiar o seu esforço de tornar mais feliz a vida dos idosos, das crianças e de todos aqueles para quem a vida foi madrasta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Domingo, 22.03.09

CENTRO SOCIAL DE ALFERRAREDE

 

No dia 4 de Março, Santana Maia, candidato do PSD à Câmara de Abrantes, visitou o Centro de Dia de Alferrarede para se inteirar do trabalho desenvolvido, auscultar as preocupações e dificuldades por que passa neste momento e anotar as sugestões da sua direcção sobre a forma como a autarquia as poderá ajudar.
 
A visita foi conduzida pelos Ex.mos Senhores Fernando Simão (presidente da instituição), Rafael Fernandes, Armando Pires (membros da direcção) e pela Irmã Margarida Tavares. Acompanharam o nosso candidato Dora Caldeira, candidata a presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede, Gonçalo Oliveira, presidente da comissão política concelhia do PSD, Emídio Direito, vice-presidente, e Amadeu Lopes.
 
O Centro Social de Alferrarede, recorde-se, começou a sua grande missão em Março de 1955, por iniciativa de um grupo de senhoras da terra e de José Dias Simão, um industrial de Alferrarede. Tudo começou por uma pequena casa onde se distribuía sopa e pão. Em 1958, o Centro foi transferido para uma casa maior na Fonte de S. José, onde começou a laborar com um Jardim-de-infância, com uma sala de trabalho para raparigas e uma sala de estudo para crianças em idade escolar.
 
Em 1962, foi oficializado o Centro de Beneficência e Assistência Social de Alferrarede tendo estatutos próprios. Em 1968, começou a ser construído o edifício actual, que foi inaugurado em 1973, com a presença de um grupo de 4 religiosas da Congregação da Apresentação de Maria que foram chamadas a abraçar a missão de dirigir esta Instituição. O Centro abriu com 180 crianças.
 
Actualmente o Centro Social de Alferrarede desenvolve trabalho em duas áreas distintas: crianças e idosos. Para as crianças, existem as valências: creche, Jardim-de-infância e ATL. Na área da Terceira Idade e funcionando num outro edifício relativamente próximos, funciona o Centro de Dia e Apoio Domiciliário, desde 1999. Recentemente, o Centro Social fez remodelações e melhoramentos nos seus edifícios e dá resposta a 255 crianças, 40 utentes no Centro de Dia e 40 no Apoio Domiciliário.
 
Da análise final, constatou-se o pouco interesse que esta instituição suscita no executivo camarário. A falta de sensibilidade social é, aliás, uma das grandes pechas do actual executivo camarário. Com efeito, é manifesto que as políticas centradas nas pessoas são pouco motivadoras para o actual executivo.
 
Esta candidatura não esquece, no entanto, o esforço tremendo de todos os dirigentes que militam, diariamente, nestas instituições, a título voluntarioso, e que nunca desistem, lutando contra todas as adversidades, que são muitas, a começar pelo abandono a que são votados pelo município.
 
Estas pessoas enchem-nos de orgulho e fazem-nos ter esperança num futuro melhor, sendo certo que solidariedade social é uma dádiva fundamental na construção de uma sociedade equilibrada, harmoniosa e justa. O testemunho do trabalho desenvolvido nesta instituição fez com que Santana Maia desse a sua palavra de que, caso o PSD vença as próximas eleições autárquicas (como se espera), as instituições de solidariedade social do concelho poderão contar com um presidente e uma vereação empenhados em apoiar o seu esforço de tornar mais feliz a vida dos idosos, das crianças e de todos aqueles para quem a vida foi madrasta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 06.11.08

DIA DO IDOSO

No dia 30 de Outubro de 2008, as IPPS´s do concelho de Abrantes (e uma do concelho do Sardoal) realizaram um espectáculo no âmbito da Comemoração do Dia do Idoso / Terceira Idade.

 
O palco deste evento foi o Teatro São Pedro e teve início pelas 14 horas.
 
As instituições presentes foram as seguintes:
 
* ACATIM - Associação Comunitária de Apoio à 3ª idade de Mouriscas
* Associação de Assistência e Domiciliária de Alcaravela (Sardoal)
* Associação S. S. Prof. Silva Leitão de Bemposta
* Centro de Apoio a Idosos da Freguesia de Rio de Moinhos 
* Centro de Assistência Paroquial de São Pedro de Alvega
* Centro Social de Alferrarede
* Centro Social do Pego
* Centro Social Interparoquial de Abrantes
* Centro Social e Paroquial de São Facundo
* Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Oliveira de Tramagal
* Centro Social Paroquial Rossio ao Sul do Tejo
* Centro Social Paroquial de Vale das Mós
* Centro Social Paroquial da Freguesia de São Miguel do Rio Torto
 
Nestes encontros humanos, prevalece o próximo, percebe-se a utilidade das palavras como solidariedade e amor entre pessoas.
 
Quer queiramos, quer não, esta sociedade não cuida bem dos seus idosos.
 
A idade é um entrave para muitas pessoas mas muito poucas se lembram que também iremos passar por essa etapa, por isso devemos enfrentar, discutir e ajudar os mais desprotegidos - os nossos idosos.
 
Ter obrigação de bem os tratar para que um dia, os nossos filhos possam fazer o mesmo. O voluntariado nas instituições e associações é fundamental nesta sociedade que está cada vez mais envelhecida e individualista.  

 

«A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor (LAO-TSÉ)

 

 

 

 

O olhar transmite a profundidade dos sentimentos

 

 

O PSD está bastante preocupado com esta faixa etária. Urge uma política mais humanizada e mais próxima das pessoas. Temos o dever de ouvir as suas inquietudes, preocupações, tristezas e mágoas para adoptar um projecto que sirva os seus interesses.  

 

  

   

 

Retrato de recordações passadas que marcaram as suas gerações e que temos obrigação de cuidar.
 
«Só se pode construir o Futuro com o Passado debaixo de olho» (Provérbio Chinês)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Perfil

SML 1b.jpg



Visitantes


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Quimeras


Alma, Eléctrico!


Livros

Capa - 3ª Edição.jpg

Capa - Frente.jpg

Capa Bocage.jpg 

Capa.jpg 

Eléctrico - Um Clube com Alma.jpg

Mistério Sant Quat (I).jpg


Livros-vídeo


eBooks




calendário

Novembro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D