Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

COLUNA VERTICAL

"Barcelona respira liberdade e harmonia por todos os poros."

06 Mar, 2018

Venham mais cinco!

Santana-Maia Leonardo

Jogo.jpg

Benfica, Sporting e Porto apropriaram-se da totalidade dos recursos para impedirem qualquer outro clube português de aceder à Liga dos Campeões. Mas o seu objectivo, pelos vistos, não é disputar a Liga dos Campeões, mas aproveitar a Liga dos Campeões como montra para vender jogadores. Ou seja, não lhes interessa a competição, apenas o negócio.

No entanto, continuamos a assistir à propaganda totalitária dos adeptos, jornalistas e comentadores do Benfica, Sporting e Porto que chegam a argumentar com a diferença pontual também existente entre os maiores clubes e os restantes na Liga espanhola, inglesa, francesa e alemã para nos tentar convencer de que estamos perante uma situação idêntica ao que se passa no campeonato português, como se nós fossemos idiotas.

Com efeito, uma coisa é a diferenciação resultante do sucesso, através de meios próprios e num livre mercado regulado, que é o que acontece em todas as ligas da União Europeia, outra coisa é a diferenciação assente na discriminação existente nas sociedades fechadas e hierarquizadas em castas que impedem a ascensão social das classes de nível inferior.

E é precisamente isto que se passa na liga portuguesa.

Basta fazer este simples raciocínio. Se o Bayern descer de divisão e o Hamburgo vencer a Liga Alemã, quem é que no final recebe mais dinheiro? E na Liga italiana como é? E na liga inglesa? E na liga holandesa? E na Liga dos Campeões? E na Liga Europa? Se o Porto for campeão europeu e o Barça for eliminado nos oitavos de final, quem recebe mais dinheiro no final da prova?

E em Portugal como é? Se o Vitória for campeão e o Benfica ficar em décimo lugar, quem é que recebe mais dinheiro? Everybody knows…

O Mancheste City, por exemplo, era até há pouco tempo um clube do fundo da tabela. Mas porque, na liga inglesa, as regras são iguais para todos e todos são tratados por igual, inclusive na comunicação social, qualquer clube é atractivo para os investidores.

É precisamente por vivermos num estado que continua a permitir que a liga portuguesa continue a ser um jogo com cartas marcadas em que são sempre os mesmos a baralhar e a dar as cartas que me dá sempre uma enorme vontade de rir quando os colossos portugueses começam a falar fininho… Os 5-0 do Porto – Liverpool deram-me um gozo enorme. Já não me ria tanto desde que o Benfica levou 5-0 do Basileia.

Jorge Jesus, pelo menos, tem a consciência do tamanho dos colossos portugueses e sabe bem até onde pode chegar. Basta ver a satisfação com que ficou por ter sido eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.